Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
3Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
A Globalização é Fabulosa!, Tom G. Palmer

A Globalização é Fabulosa!, Tom G. Palmer

Ratings: (0)|Views: 55|Likes:
Published by Causa Liberal
Uploaded from Google Docs
Uploaded from Google Docs

More info:

Published by: Causa Liberal on Dec 12, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/13/2014

pdf

text

original

 
A Globalização é Fabulosa!
Tom G. Palmer Aglobalizaçãoprovocasentimentosfortesemmuitagente,mas hoje o vou falar muito de sentimentos. Vou falar de razões, lógica e evidência. È importante que os argumentos façamsentido,quepossamserverificadosourefutados,equepossamoscativarocoração atrasdamente.Esperopodercativarasvossasmentesparaqueassimcoloquemos vossos corações ao lado da humanidade.Écomumqueosoponentesdaglobalizaçãoutilizemotermoparadescrevertodasas caractesticasdavidahumanaqueelesnãoapreciam.Euusareiotermo«globalização», deformamaisprecisa,paramereferiràdiminuiçãooueliminaçãodasrestriçõesestatais aosintermbiosentrefronteiraseaocadavezmaisintegradoecomplexosistemaglobal deprodução e trocas que emergiu como resultado. As interrogações que se colocam são asdesaberosefeitosqueaglobalizaçãorealmentetemeseelessãobenéficosou prejudiciais.Aquestãopolíticafundamentaléseumafronteiradeveserutilizadaparaimpediras transacçõesqueseriampermitidasseambasaspartesestivessemdomesmoladodessa fronteira.Dever-se-à permitir aos produtores de trigo dos E.U.A. comprar telefones móveis apessoasdaFinlândia?Dever-sepermitiraostecelõesdoGanavendercamisasecalças aos operários alemães?Euacreditoquearespostaésim.Osoponentesdaglobalização,daesquerdaedadireita, desdeRalphNaderaPatrickBuchananeJeanMarieLePen,dizemquenão.Antesde explicaromeusim,devoenfatizarqueodebateoésobreainteracção de números mas antessobrea interacção de pessoas reais, pessoas de carne e osso com corpos, mentes e vidas que são importantes e têm significado.Paracolocaralgumadessacarneeossonosargumentosformais,permitam-mequevos conteumahistória.Oanopassado,umamigomaiaqueensinaantropologianaGuatemala levou-meàsterrasmontanhosasmaias.Eledisse-mequeantropólogosdaEuropaedos EstadosUnidosquequerem«estudaosabogenessequeixamdequemuitasmulheres maiasjánãovestemquotidianamenteosseusbelostrajesindígenasfeitosàmão.Essas peçasestãocrescentementereservadasparaocasiõesespeciaiscomobaptismose casamentos.Areacçãodosvisitanteséquaseunanimementedehorror.Osmaias estão a serdespojadosdasuacultura,afirmameles.oas primeiras vítimas da globalização e do imperialismo cultural.
1
VeroresumidadacomunicaçãoapresentadaporTomG.Palmeremriasuniversidadesdos E.U.A.aolongode2002,tendosidooriginalmentepublicadoemingscomotulo«Globalizationis Grrrreat!» na
Cato’s Letter 
, no Outono de 2002. Tradução, autorizada, de André Azevedo Alves.
2
TomG.PalmeréSeniorFellow do Cato Institute e Director da Cato University. [À data da publicação original desta tradução.]1
1
2
 
Osvisitantesnãosepreocupamemperguntaràsmulheresmaiasporqueraomuitas delasnãovestemasroupastradicionais,mas o meu amigo fê-lo. As mulheres disseram-lhe quejánãousamosseusvestidosfeitosàmãoporqueelessetornaram
demasiadocaros
. Oquesignificaasroupasfeitasàmãoterem-setornadomaiscaras?Significaqueo trabalhodamulhermaia
setornoumaisvalioso
.Emvezdepassarhorasehoras num tea manualafazerumvestidoparausar,elapodeempregaressetempoafazeressemesmo vestidoparavenderaumamulheremFrança e utilizar as receitas para comprar três outras peçasderoupa– e óculos, ou um rádio, ou um medicamento para combater a febre dengue. Ouasmulherespodemfazeroutrostrabalhoseaindaassimtercapacidadeparacompra maiscoisasquevalorizam.oestãoase
roubadas
.Elastornaram-se
maisricas
.Eda suaperspectiva,issonãoéumacoisamá;maséumagrandedecepçãodaperspectiva daquelesaquemomeuamigochamaos«turistasdapobreza»anti-globalizadores,que gostam de tirar fotografias a gente pobre colorida.Assim,quandodiscutimosaglobalização,devemosteremcontaasmulheresquefazem roupasquese estão a tornar demasiado caras para que elas as possam usar todos os dias. Essassãoaspessoasdecarneeosso cujo destino sedecidido, para o melhor ou para o pior, pelo debate sobre a globalização. Tornar-se-ão mais ricas ou mais pobres? Terão vidasmaislongasoumaiscurtas?A resposta a estas questões depende de adoptarmos políticas sábias ou estúpidas.
Mitos sobre a Globalização
A Globalização destrói empregos
Apolíticacomercialnãoafectaomerodeempregos,masafectaotipo de empregos que aspessoastêm.Seoproteccionismoaumentaonúmerodeempregosemindústriasque competemcomimportações,elereduz de forma correspondente o número de empregos em indústriasexportadoras,ouseja,nasindústriasqueproduzembensque
teriamsido
 trocadosporbensque
teriamsido
importadosmasqueoagoramaiscarosdevidoàs tarifasouexcluídosporquotas.Asexportaçõeso,afinal,opreçoquepagamospelas importações,tal como as importações são o preço que os estrangeiros pagam pelas nossasexportações,detalformaquesereduzirmosatravésdeumatarifaovalordebens importados,reduziremostambémovalordebensexportadosparapagaressas importações. Isso traduz-se numa perda de empregos nas indústrias exportadoras.
AGlobalizaçãodireccionaocapitalparaondeossariossãomaisbaixoseexplora ostrabalhadores mais pobres
– Se fosse verdade que os fluxos de capital se dirigem paraondeossaláriosomaisbaixos,seriadeesperarqueoBurkinaFasoeoutrospaíses pobres com baixos salários estivessem inundados de investimento externo. A afirmação temimplicaçõesverifiveis,peloqueapodemostestar.Duranteadécadade1990,81%do investimentodirectoestrangeirodosE.U.A.foiparatrêspartesdomundo:o desesperadamentepobreCanadá,aempobrecidaEuropaOcidentaleofamintoJapão. Paísesemdesenvolvimento(comsaláriosemcrescimento)comoaIndonésia,oBrasil,a TailândiaeoMéxicorepresentaram18%.Orestodomundo,incluindotodaaÁfrica, 
2
 
repartiramo1%restante.Osinvestidorescolocamoseucapitalnoslocaisquelhes oferecemosmaioresretornos,eemgeralissoaconteceondeossaláriosomaisaltos, omaisbaixos.Alémdisso,asempresasestabelecidas por investidores externos tendem a pagar salários mais altos do que as empresas locais, porque os estrangeiros querem atrair e reter os melhores trabalhadores.
OcapitaléexportadodospaísesricosparaoTerceiroMundocriando
sweatshops
, queporsuavezexportamgrandes quantidades de bens baratos para os pses ricos, gerandoexcedentescomerciaisnospaíses pobres e reduzindo a actividade industrial nospaísesricos,detalformaquetodosficampio
 – Isto é um tipo de história que ouço
 
frequentementenasuniversidades.Étãoconfusaqueédifícilsaberporondecomeçar. Primeiro,nãoépossíveltersimultaneamenteumsuperavitnacontadecapitaleum 
superavit 
comercial.Seumpaísexportamaisdoque importa, ele recebe algo em troca das suasexportações,eoque obtém é a propriedade de activos – ou investimento líquido – nos paísesparaosquaisexporta.Seumpaísimportamaisdoqueseexportacomo os EUA mfeitonasúltimasdécadasénecesriovenderalgoaosestrangeirosque lhe estão a enviarosseusprodutos,eoquesevendeoactivos,taiscomoaõesdeempresas.A identidadecontabilísticafundamentalé:PoupançaInvestimento=Exportações Importações.Amaioriadoscenáriosaterrorizadoresanunciadospelosoponentesda globalizaçãoassenta na simples ignorância dos elementos mais básicos da contabilidade docomércio internacional.
Aglobalizaçãooriginaumadeterioraçãodospadrõesambientaiselaborais
 –Outra
 
faláciaéadequeocapital flui para onde os padrões ambientais e laborais são mais baixos. Masverifiquemososfactos.Osinvestidoresinvestemnoslocaisondeosretornoso maiores,osquaistendemaseronde a o de obra é mais produtiva, os quais são onde as pessoaso,consequentemente,maisricaseaspessoasmaisricastendemaexigi melhores,eopiores,condiçõesambientaiselaborais.Os dois casos mais citados como exemplos de efeitos supostamente negativos sobre o ambiente dos acordos comerciais – osdo«atum/golfinhe«camarão/tartaruga»revelamumamelhoria,oumadeterioração, namedidaemqueoutrospaísesadoptaramospadeslegaisdosEstadosUnidospara proteger os golfinhos e as tartarugas.O mesmo se aplica às condições laborais. Os postos de trabalho nas empresas propriedadedeestrangeirosogeralmentemuitoprocurados,porquepagammelhoressaláriose oferecem melhores condições laborais do que as alternativas domésticas.
Aglobalizaçãocriaumacultura norte-americana homogénea em todo o mundo
– É de
 
factoverdade que os Estados Unidos são culturalmente atraentes e que algumas pessoas –geralmenteelitesseopõem a isso. Mas consideremos a moda que tomou todo o mundo, o pequenomagoinglêsHarryPotter,oualoucuraqueseinstalounascriaasde sete anos portodo o mundo há alguns anos com o fenómeno japonês do Pokemon, assim como com otammjaposAnime,ainstriacinematográficaindiana«Bollywood»emuitasoutras contribuiçõesdeoutrasculturas,asquaisnosenriqueceramanóseaoutros.Istosem mencionaracomidatailandesaouacapacidadedepoderouvirmúsicasgravadasem praticamentetodasaslínguasfaladasnoplaneta.Seasculturaspermanecerem 
3

Activity (3)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
Helder Rodrigues added this note
muito bom tava a precisar para um trabalho.
anita_correia_4 liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->