P. 1
OS INSTRUMENTOS E TÉCNICAS: MITOS E DILEMAS NA FORMAÇÃO PROFISSIONAL DO ASSISTENTE SOCIAL NO BRASIL - Claudia Monica dos Santos

OS INSTRUMENTOS E TÉCNICAS: MITOS E DILEMAS NA FORMAÇÃO PROFISSIONAL DO ASSISTENTE SOCIAL NO BRASIL - Claudia Monica dos Santos

Ratings: (0)|Views: 4,255 |Likes:
Published by Luis Eduardo Acosta
Esta tese versa sobre os instrumentos e técnicas na formação profissional do Assistente Social no Brasil. Constato que a lacuna existente na formação profissional advém da incorporação equivocada do que seja teoria e prática no materialismo histórico-dialético e da relação de unidade que as mantém. Tal equívoco gera mitos na categoria profissional que deságuam em duas afirmativas recorrentes: 1) na prática a teoria é outra e 2) o movimento de “intenção de ruptura” não se viu acompanhar de um arsenal de instrumentos e técnicas próprios. Defendo a tese de que de um referencial teórico não se deriva de imediato instrumentos e técnicas para a intervenção. Na concepção do materialismo histórico-dialético, há uma relação de unidade entre teoria e prática, mas na diversidade. Toda prática é constituída por determinações que refletem uma lei, essa, todavia, não se expressa na aparência do objeto. Somente quando se tem um procedimento teórico sobre a prática é que ela poderá expressar uma teoria que só poderá modificar a prática quando utilizada para projetá-la e avaliá-la. Para a teoria se transformar em prática, são necessárias as definições dos fins e a busca dos meios os quais implicam uma dimensão ético-política e técnico-operativa. Aponto, nesse processo, tanto a unidade entre as dimensões aqui privilegiadas, quanto as diferentes funções desses elementos na efetivação da ação, detendo-me nos instrumentos enquanto elementos que fazem parte dos meios. Assim, a formação profissional deve contemplar os conhecimentos necessários a essas dimensões, quais sejam, um conhecimento teórico, um conhecimento ético-político e conhecimentos procedimentais.
Esta tese versa sobre os instrumentos e técnicas na formação profissional do Assistente Social no Brasil. Constato que a lacuna existente na formação profissional advém da incorporação equivocada do que seja teoria e prática no materialismo histórico-dialético e da relação de unidade que as mantém. Tal equívoco gera mitos na categoria profissional que deságuam em duas afirmativas recorrentes: 1) na prática a teoria é outra e 2) o movimento de “intenção de ruptura” não se viu acompanhar de um arsenal de instrumentos e técnicas próprios. Defendo a tese de que de um referencial teórico não se deriva de imediato instrumentos e técnicas para a intervenção. Na concepção do materialismo histórico-dialético, há uma relação de unidade entre teoria e prática, mas na diversidade. Toda prática é constituída por determinações que refletem uma lei, essa, todavia, não se expressa na aparência do objeto. Somente quando se tem um procedimento teórico sobre a prática é que ela poderá expressar uma teoria que só poderá modificar a prática quando utilizada para projetá-la e avaliá-la. Para a teoria se transformar em prática, são necessárias as definições dos fins e a busca dos meios os quais implicam uma dimensão ético-política e técnico-operativa. Aponto, nesse processo, tanto a unidade entre as dimensões aqui privilegiadas, quanto as diferentes funções desses elementos na efetivação da ação, detendo-me nos instrumentos enquanto elementos que fazem parte dos meios. Assim, a formação profissional deve contemplar os conhecimentos necessários a essas dimensões, quais sejam, um conhecimento teórico, um conhecimento ético-político e conhecimentos procedimentais.

More info:

Categories:Types, Research
Published by: Luis Eduardo Acosta on Dec 13, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/19/2013

pdf

text

original

 
Universidade Federal do Rio de JaneiroCentro de Filosofia e Ciências HumanasEscola de Serviço SocialOS INSTRUMENTOS E TÉCNICAS: MITOS E DILEMAS NA FORMAÇÃOPROFISSIONAL DO ASSISTENTE SOCIAL NO BRASILCláudia Mônica dos Santos
 
2006
 
 
 
Santos, Cláudia Mônica dos.Os instrumentos e técnicas: mitos e dilemas na formaçãoprofissional do assistente social no Brasil. – Rio de Janeiro: UFRJ,2006ix, 247f; 29,7 cm.Orientadora: Yolanda Aparecida Demétrio GuerraTese (doutorado) – UFRJ/Escola de Serviço Social/Programa dePós-graduação em Serviço Social, 2006.Referências Bibliográficas: f.238-247.1. Instrumentos e técnicas: intenções e tensões na formaçãoprofissional do assistente social. 2. Os instrumentos e técnicas nanova proposta de formação profissional (1996). 3. Na prática a teoriaé outra? 4. As dimensões teórico-metodológicas, ético-políticas etécnico-operativas da prática profissional: unidade na diversidade enão na identidade. I. Guerra, Yolanda. II. Universidade Federal doRio de Janeiro, Escola de Serviço Social, Programa de Pós-graduação em Serviço Social. III. Os instrumentos e técnicas: mitose dilemas na formação profissional do assistente social no Brasil.
 
 ii
INSTRUMENTOS E TÉCNICAS: MITOS E DILEMAS NA FORMAÇÃOPROFISSIONAL DO ASSISTENTE SOCIAL NO BRASILCláudia Mônica dos SantosTese de Doutorado apresentada ao Programa dePós-graduação em Serviço Social da Escola deServiço Social, da Universidade Federal do Rio deJaneiro, como parte dos requisitos necessários àobtenção do título de doutor em Serviço Social.Orientadora: Professora Drª Yolanda AparecidaDemétrio GuerraRio de JaneiroJunho de 2006

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->