Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
8Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Concretização do direito humano de acesso à justiça: imperativo ético do estado democrático de direito

Concretização do direito humano de acesso à justiça: imperativo ético do estado democrático de direito

Ratings: (0)|Views: 2,416|Likes:
Published by Ivana Lima Regis
Concretização do direito humano de acesso à justiça. Este é o tema central do estudo. Constitui preocupação de todos os povos, em todos os tempos. Inicialmente tratado apenas no plano formal, como a possibilidade universal de acesso à justiça. Após, com a consagração do princípio da igualdade material, o tema passou a ser investigado sob o prisma da possibilidade concreta das populações terem acesso à justiça. Insere-se o acesso à justiça no rol dos direitos humanos prestacionais e examina-se seu conteúdo, definindo-o de modo bem mais abrangente que o simples acesso à jurisdição formal, posto que os mecanismos consensuais de resolução de conflitos, tais como a conciliação, a mediação e a arbitragem, também o integram. Em decorrência de sua caracterização como direto social, defende-se a necessidade do desenvolvimento de políticas públicas e de ações afirmativas de parte do Estado e da sociedade, à garantia do acesso material da humanidade a mecanismos de pacificação social. Examina-se os obstáculos à sua realização – de ordem econômica, cultural, social e legal – e, por fim, apresenta-se propostas de ações para a concretização do direito humano de acesso à justiça.
Concretização do direito humano de acesso à justiça. Este é o tema central do estudo. Constitui preocupação de todos os povos, em todos os tempos. Inicialmente tratado apenas no plano formal, como a possibilidade universal de acesso à justiça. Após, com a consagração do princípio da igualdade material, o tema passou a ser investigado sob o prisma da possibilidade concreta das populações terem acesso à justiça. Insere-se o acesso à justiça no rol dos direitos humanos prestacionais e examina-se seu conteúdo, definindo-o de modo bem mais abrangente que o simples acesso à jurisdição formal, posto que os mecanismos consensuais de resolução de conflitos, tais como a conciliação, a mediação e a arbitragem, também o integram. Em decorrência de sua caracterização como direto social, defende-se a necessidade do desenvolvimento de políticas públicas e de ações afirmativas de parte do Estado e da sociedade, à garantia do acesso material da humanidade a mecanismos de pacificação social. Examina-se os obstáculos à sua realização – de ordem econômica, cultural, social e legal – e, por fim, apresenta-se propostas de ações para a concretização do direito humano de acesso à justiça.

More info:

categoriesTypes, Research, Law
Published by: Ivana Lima Regis on Dec 13, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

02/04/2013

pdf

text

original

 
 
1
FUNDAÇÃO GETULIO VARGASEscola de Direito FGV DIREITO RIOPrograma de Capacitação em Poder JudiciárioTurma 001
MARCELO MALIZIA CABRAL
CONCRETIZAÇÃO DO DIREITO HUMANO DE ACESSO À JUSTIÇA:IMPERATIVO ÉTICO DO ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO
Trabalho de Conclusão de Cursoapresentado ao Programa de Capacitaçãoem Poder Judiciário. FGV DIREITO RIO.Porto Alegre, setembro de 2007
 
 
2
FUNDAÇÃO GETULIO VARGASEscola de Direito FGV DIREITO RIOPrograma de Capacitação em Poder JudiciárioTurma 001
Trabalho de Conclusão de CursoTítulo: Concretização do Direito Humano de Acesso à Justiça: Imperativo Ético doEstado Democrático de DireitoElaborado por Marcelo Malizia CabralAprovado e aceito como requisito parcial para a obtenção do certificado de Pós-Graduação
lato sensu 
, nível de especialização, em Poder JudiciárioSetembro de 2007Prof. Dr. Rogério Gesta Leal - Orientador 
 
 
3
 À minha esposa, Angélica, pelo incentivo, pela compreensão, pelo companheirismo, pela luz que coloca em minha trajetória,dedico este trabalho.

Activity (8)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
tatiana_ramon liked this
antoniodepadua47 liked this
Marcia Prado liked this
paulatg24 liked this
filosofox liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->