Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Apontamentos de Filosofia

Apontamentos de Filosofia

Ratings: (0)|Views: 10 |Likes:
Published by SecondHand Closet

More info:

Published by: SecondHand Closet on Dec 19, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/05/2012

pdf

text

original

 
Pré-socráticos
Sócrates
Platão
Parménides O Mestre Autor da “Alegoria
 
Protágoras “Só sei que nada sei.” da Caverna”
 Talos de Mileto séc. IV e V a.C. Discípulo de SócratesAnaximandro Nasce o AntropocentrismoPitágorasAnaxímenes(alguns dos pensadores queapareceram antes de Sócrates)
Como surgiu a Filosofia?
As belas artes, o drama, a música, as ciências, as manifestações culturais e osfestivais são expressão de cultura. Porém, o sentido da Filosofia (cultura) é muito maisamplo e profundo. A Filosofia inclui o passado, constrói o presente e forma o futuro.Curiosidade, desejo, pensamento, raciocínio, consciência, vontade, energia criativa edesenvolvimento é o que o Homem tem adquirido através dos séculos.
A Filosofia existe em todas as nossas actividades. E a “pedia”, a palavra grega
para o conhecimento e a atitude perante a vida. É um modo de estar. A Filosofiaencontra-se em tudo, pois está presente na nossa vida política, social e económica.
Como bem observou Neil Postman, educador, “quando as crianças vão para aescola, são pontos de interrogação; quando saem, são frases feitas.”
 
Os Primeiros Filósofos
 –
Naturalistas
 
Tentam encontrar um elemento do Cosmos que explique a formação doUniverso
 –
preocupações de ordem físicaTalos de Mileto
 –
o elemento primordial era a
água
;Anaximandro
 –
o elemento primordial era a
arché
, o apeiron, ou seja, o indeterminado;Anaxímenes
 –
o elemento primordial era o
ar 
;Heráclito
 –
o elemento primordial era o
 fogo
. Criou a Filosofia do devir (movimento);Pitagóricos
 –
o elemento primordial eram os
números
(essência imutável);Parménides
 –
o elemento primordial era o
ser 
(reflexão pura).
 
Essência
é a natureza de qualquer coisa, é o que faz com que uma coisa seja o que é.A essência do Homem é o
pensamento
.Essência
ExistênciaExistência
 –
existimos como corpoPré-Socráticos/1ºs Filósofos
perspectiva cosmológica
 –
elemento físico explicativo do UniversoSócrates e Platão
perspectiva antropológica
 –
o Homem está no centro do Universo
Atenas: o predomínio das questões antropológicas
A Filosofia que emergiu na Jónia, e que depois se expandiu pelo Sul de Itália,passando pela cidade de Abdera, onde o atomismo encontrou um lugar de eleição,conheceu a partir do século V a.C., em Atenas, um excepcional desenvolvimento. Nestacidade apareceram um conjunto de pensadores que determinaram de uma formadecisiva a evolução do pensamento ocidental. Entre eles destacam-se Pitágoras,Sócrates, Platão, Aristóteles e Epicuro. Alguns factores de natureza histórica podem-nosajudar a compreender este fenómeno.
Platão (428
– 
347 a.C.)
Um dos mais célebres filósofos de todos os tempos, abordou temas e problemasque ainda hoje desafiam a nossa imaginação e o nosso intelecto (ex: a imortalidade daalma, a existência da Atlântida, etc.). Viveu em Atenas, mas viajou muito pelo mundoentão conhecido. Deriva do seu nome a expressão muito conhecida «platonismo» por selhe atribuir, erradamente, a defesa da ideia segundo a qual o mundo físico não é real.
 
Defensor e inovador da Teoria dos 2 mundos:
o
 
Mundo das sombras = mundo corpóreo, da ilusão (mundo dos sentidos)
o
 
Mundo das ideias/mundo inteligível = dos arquétiposPlatão era um idealista, porque sobrevalorizava o mundo inteligível ao mundo
 
das ideias. Segundo este filósofo, este era o verdadeiro mundo e o que nosproporcionava o verdadeiro conhecimento (conhecimento da ciência, do pensamento edos objectos matemáticos) e valorizava o mundo das sombras ao mundo físico, que é omundo dos objectos físicos, mundo da opinião (doxa). O mundo das sombras é o mundoda imaginação e das crenças.
A “Alegoria da Caverna” de Platão é tirada d’ A República, célebre livro de Platão,
pertencendo ao livro sétimo.
Cognoscível
 
 –
o que se pode conhecer
 
Incognoscível
 
 –
o que não se pode conhecer(mundo dos sentidos) (Deus, alma)Para haver conhecimento tem que haver:Um sujeito Um objecto(cognoscente) (cognoscido)Tem sempre um papel activo Tem um papel activoA Teoria da Participação em Platão faz a ligação entre o mundo sensível e omundo inteligível. Surge para estabelecer a relação do mundo sensível com o mundointeligível.
As ideias segundo o Platão pertencem ao “mundo i
nteligível que é o mundo
superior, que são imutáveis” (não mudam, são eternas).
 A participação é a presença da ideia do mundo sensível.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->