Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
6Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Banco de Portugal

Banco de Portugal

Ratings:

5.0

(3)
|Views: 5,138 |Likes:
Published by ricardorebelo

More info:

Published by: ricardorebelo on Oct 29, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/08/2012

pdf

text

original

 
A VERDADE
Newsletter de informação
Nº 3 - Janeiro / 2008
Editorial: Crise? Qual crise?
Imagine que tinha conseguido um emprego em que lhepagavam um salário de 300 000,00 € por ano, lhe atribuíam umpotente BMW 530D com motorista para passear, e o Estado aindalhe concedia crédito bonificado para comprar casa!Era caso para perguntar:
Crise? Qual crise? 
Perguntará o leitor onde é que existem empregos desses.Pois a verdade é que esses empregos existem mesmo. Aqui emPortugal!Enquanto a maioria aperta o cinto, um pequeno grupo deprivilegiados consegue levar uma autêntica vida de nababo!Este número d’A VERDADE vai-lhe revelar quem são, o que fazem,e quem paga os salários destes portugueses
 
 A VERDADE
003 Jan/2008 |
2
Pagos a peso de ouro!
O Banco de Portugal
Fig. 1
- Filial do Banco de Portugal na Praça da Liberdade, no Porto
.
História e funções
O
Banco de Portugal
é o bancocentral da República Portuguesa. Foi fundadoem 19 de Novembro de 1846, em Lisboa,onde é a sua sede. Surgiu da fusão do Bancode Lisboa e da Companhia ConfiançaNacional. Fundado com o estatuto desociedade anónima, até à sua nacionalização,em 1974, era maioritariamente privado.Foi o banco emissor de notasdenominadas na moeda nacional - o real até1911, o escudo de 1911 até 1998 e o eurodesde 1999. Integra o Sistema Europeu deBancos Centrais que foi fundado em Junhode 1998.De acordo com a sua Lei Orgânica, oBanco de Portugal prossegue os objectivos eparticipa no desempenho das atribuiçõescometidas ao SEBC.Compete ao Banco a supervisãoprudencial das instituições de crédito e dassociedades financeiras.O Banco emite notas de euro e põeem circulação as moedas metálicas, embora oBCE detenha o direito exclusivo de autorizara sua emissão.Compete-lhe ainda regular, fiscalizare promover o bom funcionamento dossistemas de pagamentos, gerir asdisponibilidades externas do País e agir comointermediário das relações monetáriasinternacionais do Estado, bem comoaconselhar o Governo nos domínioseconómico e financeiro.Cabe ao Banco a recolha e elaboraçãodas estatísticas monetárias, financeiras,cambiais e da balança de pagamentos.
 
 A VERDADE
003 Jan/2008 |
3
Administração
O actual Governador é
VítorConstâncio
, os Vice-Governadores são
Joséde Matos
e
Pedro Duarte Neves
, sãoadministradores
José Silveira Godinho
,
Manuel Sebastião
e
Vítor Pessoa
.
O GovernadorFig. 2
- Vítor Constâncio, Governadordo Banco de Portugal
Vítor Manuel Ribeiro Constâncio
(Lisboa, 12 de Outubro de 1943) é umpolítico e economista português.Foi secretário-geral do PartidoSocialista de 1986 a 1989. Foi candidatoderrotado a primeiro-ministro.Foi governador do Banco dePortugal, entre 1985 e 1986, tendo sidodepois renomeado para as mesma funções emFevereiro de 2000.Vítor Constâncio é licenciado emEconomia pelo Instituto Superior de CiênciasEconómicas e Financeiras de Lisboa.Foi secretário de Estado doPlaneamento nos dois primeiros GovernosProvisórios, entre 1974 e 1975. Foi aindaSecretário de Estado do Orçamento e doPlano no VI Governo Provisório em 1976.Em 1976, foi eleito deputado à Assembleiada República, tendo sido também eleito em1980 e 1987. Em 1977, subiu à presidênciada Comissão para a Integração Europeia,cargo que voltaria a ocupar em 1979. MárioSoares fez dele seu ministro das Finanças edo Plano, no II Governo Constitucional em1978.No Banco de Portugal, foi director deEstatística e Estudos Económicos em 1975.Em 1977, é vice-governador, cargo queocupou também em 1979, e de 1981 a 1984.Entre 1995 e 2000, trabalhou nosector privado, como administrador doBanco Português de Investimento e daElectricidade de Portugal (actual EDP).Academicamente, ficou célebre por
nunca ter terminado o doutoramento
quecomeçou, mas
chegou a professorcatedrático convidado
do Instituto Superiorde Economia e Gestão em 1989. (Afinal nãoé só o Sócrates!)
Quanto ganham os membros do Conselho de Administração
O conselho de administração do Banco de Portugal custa mais de 1,5 milhões de euros porano. Administradores acumulam pensões do Banco de Portugal.Apenas cinco nomes, onde se inclui o do próprio Constâncio, conseguem arrecadar
1,532milhões de euros em salários
durante um ano de trabalho no Banco de Portugal (BdP).Traduzindo em escudos, trata-se de qualquer coisa acima de 305 mil contos por cada anocivil. Tudo permitido por lei. Vítor Constâncio lidera um dos conselhos de administração mais bempagos do país.Da próxima vez que Vítor Constâncio à saída de qualquer encontro, com qualquerPresidente da República, invocar os conhecidos "chavões" de contenção salarial e reformaestrutural das negociações salariais, haja algum repórter que lhe
lance na cara
estes números.Acresce ainda que todos têm direito a
carro de alta cilindrada
e a
motorista
próprio.Sempre que foi instado a revelar os valores exactos auferidos o Governo remeteu-se ao

Activity (6)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Serafim Ricardo liked this
Yonara Da Costa liked this
passejafer liked this
sir merlin liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->