Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
42Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
JESUS CRISTO, o Exclusivo Caminho para a Salvação

JESUS CRISTO, o Exclusivo Caminho para a Salvação

Ratings:

4.0

(2)
|Views: 11,774 |Likes:
Published by Cristão bíblico
"Disse Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida, NINGUÉM vem ao Pai, SENÃO POR MIM"
(Jo 14:6) [ênfase minha]

Este versículo resume o verdadeiro evangelho, mostrando que só há um Caminho que leva ao Pai, não havendo nenhuma outra possibilidade de salvação, senão pela fé em JESUS CRISTO, pois "... em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos" (At 4:12).
Entretanto, muitas “religiões” inventam outras formas de “salvação”, à sua própria maneira, enganando muitas pessoas que pensam estar no caminho certo (2 Tm 3:13). A Bíblia diz que: “Há um caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte” (Pv 14:12).
"Disse Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida, NINGUÉM vem ao Pai, SENÃO POR MIM"
(Jo 14:6) [ênfase minha]

Este versículo resume o verdadeiro evangelho, mostrando que só há um Caminho que leva ao Pai, não havendo nenhuma outra possibilidade de salvação, senão pela fé em JESUS CRISTO, pois "... em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos" (At 4:12).
Entretanto, muitas “religiões” inventam outras formas de “salvação”, à sua própria maneira, enganando muitas pessoas que pensam estar no caminho certo (2 Tm 3:13). A Bíblia diz que: “Há um caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte” (Pv 14:12).

More info:

Published by: Cristão bíblico on Oct 29, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/16/2013

pdf

text

original

 
1
JESUS CRISTO, O EXCLUSIVO CAMINHO PARA A SALVAÇÃO
"Disse Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida, NINGUÉM vem ao Pai, SENÃO POR MIM"
 
(Jo 14:6) [ênfase minha]
INTRODUÇÃO
Este versículo resume o verdadeiro evangelho, mostrando que só há um Caminhoque leva ao Pai, não havendo nenhuma outra possibilidade de salvação, senão pela fé emJESUS CRISTO, pois
"... em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhumoutro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos"
 
(At 4:12).Entretanto, muitas “religiões” inventam outras formas de “salvação”, à sua própriamaneira, enganando muitas pessoas que pensam estar no caminho certo (2 Tm 3:13). ABíblia diz que:
“Há um caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos damorte”
 
(Pv 14:12).Os Universalistas
[1]
crêem na futura salvação de todo ser humano (e até, talvez,do próprio diabo), pois se baseiam no fato de que Deus é amor. Porém, esquecem queDeus, além de Justo (Jó 4:17; Sl 19:9; 116:5; 119:62, 75, 137: 129:4; 145:17; Is 45:21; Jr 11:20; Dn 9:14; Sf 3:5; Jo 17:25; Ap 16:5), também tem outros atributos, quais sejam: Eleé Perfeito (Dt 18:13; Jó 37:16; Mt 5:48), Soberano (Is 46:10; Dn 4:35; Sl 115:3, 135:6; Ec3:14), Santo (Êx 15:11; Sl 30:4, 145:17; Is 6:3; Hc 1:13; Ap 15:4), um fogo consumidor (Êx24:17; Dt 9:3; Is 30:27, 30; Hb 12:29), etc. O texto de Malaquias 4:1-3 refuta a doutrinapagã da “salvação universal”, pois Deus tem Seu próprio plano de salvação, à Suamaneira e não à maneira dos homens.
[2]
Algumas “religiões” (como o Espiritismo) acreditam na “reencarnação” e, segundoensinam:
“significa a volta do esrito à vida corpórea, mas num outro corpo, semqualquer escie de ligação com o antigo. Usa-se também o termo Palingenesia, proveniente de duas palavras gregas — Palin, de novo; gênesis, nascimento.” 
[3]
A Bíblia refuta a tola idéia da “reencarnação” em várias passagens (2 Sm 12:22-23;Jó 7:9; Ec 12:7; Mt 13:38-43; Lc 23:43; Jo 1:19-21; Hb 9:27-28; Ap 20:11-15).A igreja católica, por sua vez,
 
ensina a herética doutrina da salvação por obras, por interpretar, equivocadamente, o Livro de Tiago, e por basear, em livros apócrifos, suasvãs doutrinas como a “justificação pelas obras” (Tobias 4:7-11; 12:8; Eclesiástico 3:33-34);a “salvação pela sabedoria” (Sabedoria de Salomão 9:18); o “perdão de pecados pelaprática de esmolas e boas obras” (Tobias 12.8, 9; Eclesiástico 3.33), etc.
[4]
Ensina, também, a “orão pelos mortos”, baseando-se num livro apócrifo (2Macabeus 12:43-46), para suporte ao fictício “purgatório”, o tal “fogo purificador” (cânones1030 e 1031), local este inventado pela mente apóstata de seus condutores cegos. Estafalsa religião afirma que:
“Os que morrem na graça e na amizade de Deus, mas não estãocompletamente purificados, embora tenham garantida sua salvação eterna, passam, após
 
2
sua morte, por uma purificação, a fim de obter a santidade necessária para entrar naalegria do Céu” 
(Catecismo da Igreja Católica, pg. 290). Ensina, ainda, o absurdo de que:
“As almas do purgatório padecem um tormento muito semelhante ao das almas doinferno, com a única diferença de que as últimas nunca poderão sair do inferno, enquantoque, as do purgatório hão de sair de lá” 
(Concílio de Florença, em 1439).Estes ensinos satânicos como a salvação pelas obras, orações pelos mortos,missas de sétimo dia, velas acesas, purgatório, etc., desviam a humanidade da verdadebíblica da redenção exclusivamente pelo sangue de Cristo, pois,
“... sem derramamento desangue o há remissão
(Hb 9:22b). [Vários textos das Escrituras mostram aimpossibilidade do purgatório: Sl 49:7-8; Ec 12:7; Mt 7:13-14; Lc 16:19-31, 23:43; At10:43; 1 Co 15:55-58; 2 Co 5:6-8; Fp 1:21-23; 1 Ts 4:12-17; 2 Tm 2:11-13; Hb 9:22; 1 Jo1:7; Ap 14:13].A Bíblia deixa claro que a salvação é pela graça, mediante a fé em Jesus Cristo enão por obras:
“Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom deDeus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie”
(Ef 2:8-9). [Vide: Mt 16:26; Rm 3:24-26,28, 4:5, 5:1; Gl 3:11, 24; Tt 3:5-7]. E diz que somente os que crêem em Jesus Cristotornam-se filhos de Deus (Jo 1:12-13; Rm 8:14-16; Gl 3:26, 4:5-7; Ef 5:8; 1 Jo 3:1, 10),sendo salvos; e que, uma vez salvos, sempre salvos! O próprio Senhor disse:
“Na verdade,na verdade vos digo que aquele que crê em mim tem a vida eterna”
(Jo 6:47).
[5]
O sangue de Cristo é a única forma pela qual alcançamos a completa redenção e,pelos méritos dEle (e não pelos nossos), somos justificados diante de Deus:
“Em quemtemos a redenção pelo seu sangue, a remissão das ofensas, segundo as riquezas da sua graça”
(Ef 1:7). [Vide: At 5:31, 13:38, 26:18; Rm 3:24-25, 28; 2 Co 5:21; Gl 2:16, 3:24; Cl 1:14; Hb9:11-15, 10:18; 1 Tm 2:6; 1 Pe 1:18-19; 1 Jo 1:7; Ap 1:5].
E AQUELES QUE MORRERAM SEM OUVIR O EVANGELHO?
Mesmo as Escrituras sendo tão claras, mostrando que a salvação só é possívelpela gra, mediante a em Jesus Cristo, muitos (inclusive alguns que se dizem“crentes”!) acham que haverá uma
“segunda oportunidade de salvação”
(um suposto“plano B” da parte de Deus) para aqueles que morreram sem ter ouvido a mensagem doevangelho; seja por terem vivido em locais inacessíveis ou não alcançados pelo trabalhomissionário (como algumas tribos isoladas, por exemplo), ou por terem sido pessoas"boas" (segundo os padrões humanos) que faleceram “sem terem tido tempo” deconhecer o verdadeiro evangelho e que (na opinião deles) “mereciam ir para o céu”.Não sabem que
outra chance = outro evangelho
(2 Co 11:4; Gl 1:6-9; 1 Tm 6:3-5)e que boas obras não salvam ninguém! Eles estão crendo em salvação por obras, assimcomo os católicos, os espíritas, adventistas, etc.A Bíblia diz que, se a pessoa morreu sem ouvir o evangelho, ela não nasceu denovo (Jo 3:3, 5) e, conseqüentemente, está condenada eternamente (Is 38:18; Mc 16:15-16; Jo 3:16-18, 36, 5:24; At 4:12; Rm 2:4-8; 2 Co 6:2; 2 Ts 2:10; Hb 3:7-9, 9:27; 1 Jo 5:12;Ap 20:11-15, 21:8). Após a morte, o destino de todos os homens é selado, uns para aperdição eterna, outros para a salvação eterna:
“Quem crê nele não é condenado; mas quemnão crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus”
(Jo 3:18).A conhecida Parábola sobre o Rico e Lázaro (Lc 16:19-31) prova a impossibilidadeda mudança da situação de um ímpio, após a morte, pois, neste estado, não há maischance de arrependimento ou salvação; haja vista que:
“... está posto um grande abismoentre nós
 
[os salvos quando morrem]
 
e vós
 
[os perdidos quando morrem]
,
de sorte que osque quisessem passar daqui para vós não poderiam, nem tampouco os de lá passar para cá”
 
(Lc16:26). [ênfases minhas]As Escrituras registram que a salvação sempre foi pela FÉ, inclusive nos temposdo A.T., pois aquelas pessoas não foram salvas à parte do evangelho, mas, tiveram seus
 
3
pecados perdoados pela FÉ no Messias que viria (Gn 5:24; 2 Sm 12:23; Sl 16:11, 17:15,23:6; Ec 12:7; Lc 9:30-31; Jo 8:56; Rm 3:30, 4:1-23; Gl 3:8; 1 Co 10:1-4; Hb 11).
Não existe meio de mudar o destino de alguém após a sua morte
. Quandomorremos, o que nos aguarda é o juízo; pois,
“... aos homens está ordenado morrerem umavez, vindo depois disso o juízo”
(Hebreus 9:27). Chegará um momento, em que a “porta” (apossibilidade de salvação) estará fechada e o Senhor responderá aos que morreram semsalvação:
“... Não sei de onde vós sois”
 
(Lc 13:25b).Com relação à “porta”, é interessante notarmos o que Jesus Cristo disse:
 
“Entraipela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitossão os que entram por ela; e porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, epoucos há que a encontrem”
(Mt 7:13-14). Ele explicou a qual “porta” Se refere:
“Eu sou aporta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens”
(Jo 10:9).Entretanto, muitos têm se baseado em passagens obscuras das Escrituras, taiscomo: 1 Co 15:29; 1 Pe 3:18-20, 4:6; etc., criando doutrinas heréticas, devido aparticulares interpretações (2 Pe 1:20, 3:16), com a falsa idéia de que existe apossibilidade daqueles que morreram sem a salvação (por não terem ouvido o evangelhoenquanto viveram), terem uma “segunda oportunidade de ouvir o evangelho, mesmo apósa morte”, e virem, assim, a ser salvos (sic).
[6]
O conhecido autor Russel N. Champlin (o “místico inrprete do N.T.”), oadmirado por pastores e seminários evangélicos, é um dos que abrem brecha a este tipode “interpretação” (assim como fazem o Mormonismo, o Catolicismo Romano, etc.). Ele,inclusive, é admirado até pelos ‘espíritas’ (sic), pois chega ao cúmulo de apoiar o heréticoensino da “reencarnação”, declarando que tal conceito
“está sendo estudado por algunscristãos como uma maneira lógica para explicar o problema do mal”.
Esta declaração, por si só, já deveria ser um sinal de alerta contra tal autor!
[7]
Em outra obra sua
[8]
, ao comentar Ef 1:10, ele chega ao ponto de dar a entender que o Lago de Fogo não é eterno, contrariando a Bíblia (Mt 18:8, 25:41, 25:46; Mc 3:29;Lc 16:24; Jd 1:7; Ap 20:15), ao declarar que os o-salvos serão “restaurados”:
“Arestauração envolverá todos os seres e todas as coisas. A redenção, por sua parte, atingesomente os eleitos... os não-eleitos restaurados formarão uma espécie completamentediferente... os perdidos terão uma glória e uma utilidade maiores, a serviço de JesusCristo (porquanto eles provavelmente comporão muitas sociedades bem dispersas, ondeCristo será ativamente glorificado), do que a maioria dos homens agora pensa ser odestino dos eleitos.
” (p. 539)Comentando Ef 4:9 (e, também, a 1 Co 15:29 e a 1 Pe 3:18-20), este autor alegaque Cristo foi ao Hades para “pregar o evangelho aos mortos” e declara:
“A maioria dos pais da igreja viam, nessa descida ao Hades, a oferta de plena salvação aos perdidosque ali se encontravam. Noutras palavras, Cristo transformou o Hades em um campomissionário”.
(p.599).Quanto à 1 Pe 4:6, ele diz:
“As Santas Escrituras em parte alguma ensinama condenação eterna daqueles que morreram como pagãos ou não-cristãos;antes, em muitas passagens, deixam entendido que o perdão pode se possível além do sepulcro, porquanto estabelecem a decisão não por ocasiãoda morte (física), mas por ocasião do Dia de Cristo (...) Pedro por iluminaçãodivina, afirma claramente que os caminhos da salvação de Deus não terminam juntamente com a vida terrena, e que é o evangelho pregado além dosepulcro, no caso daqueles que partiram desta vida sem ter o conhecimentodo mesmo.“
(p. 153)
 
se pode concluir que, no nimo, este ‘famosoautor o conhece asEscrituras! Ele demonstra, claramente, não crer na suficiência da Bíblia, pois, diversasvezes, apóia-se em livros extrabíblicos para justificar suas teses (tal qual o Livro de

Activity (42)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
fiuza-carlos liked this
Adriana Silva added this note
Jesus é tudo em Todos
Matheus Souza liked this
Arley Cezar liked this
Glaikea Silva liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->