Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
12Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
A Influência da Família na Aprendizagem Escolar

A Influência da Família na Aprendizagem Escolar

Ratings: (0)|Views: 4,010|Likes:
Published by Mário Augusto
Como a aprendizagem é influenciada pela família.
Como a aprendizagem é influenciada pela família.

More info:

Categories:Types, School Work
Published by: Mário Augusto on Dec 26, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOC, TXT or read online from Scribd
See More
See less

04/20/2013

pdf

text

original

 
10
INTRODUÇÃO
A participação dos pais na vida escolar dos filhos representa um papelmuito importante em relação ao seu bom desempenho em sala de aula.Também o diálogo entre a família e a escola favorece sobremaneira para aconstrução do conhecimento por parte do aluno, o que denota que a criança eseus genitores mantêm entre si e com a aprendizagem uma ligação muito íntimae profícua.Não é possível deixar de lado o fato de que os professores são extremaimportância no processo ensino aprendizagem e, portanto, das ações escolares,incluindo aquelas relativas ao relacionamento escola família. Numa visãoconstrutivista, o aluno tem a sua relação com o objeto mediada pelo professor ecom ele mantém vínculos positivos, que impulsionam a aprendizagem, ounegativos, que proporcionam um afastamento das situações de aprendizagem.Envolver a família na educação escolar dos filhos pode significar, para oseducadores, que eles tenham que conhecer melhor os pais dos alunos e realizar um trabalho conjunto com eles para criar, entre outros fatores, uma atmosferaque fortaleça o desenvolvimento e a aprendizagem das crianças.Quando escola e família têm uma linguagem comum e posicionamentosadotados colaborativamente no trato de aspectos da educação das crianças eda sua escolarização, é possível que os educandos consigam ter umaaprendizagem mais significativa, um percurso acadêmico mais tranqüilo e umdesenvolvimento intelectual e emocional mais harmonioso, o que não pode ser desprezado. Assim, percebe-se que a influência da família precisa ser bemrecebida pela escola, sem preconceitos, orientando suas falhas e aplaudindoseus acertos.Assim sendo, consciente dessas verdades e crendo que a família exerceuma relevante influência na vida escolar dos seus filhos, propus-me a elaborar apresente monografia, tendo por base experiências e práticas realizadas emescolas desta cidade. E, para a realização do meu trabalho, pude contar tantocom a colaboração de colegas educadores como de alunos e comunidade emgeral, os quais não se eximiram em prestar a sua parcela de colaboração no
 
11
desenvolvimento das pesquisas, estudos bibliográficos e demais metodologiasque permitiram que a presente monografia se concretizasse.Assim, além de consultas bibliográficas a teóricos e demais leituras sobreo assunto em questão, entrevistei cinco professores e cinco alunos distribuídosentre as escolas nas quais realizei as minhas práticas. A partir das respostascoletadas pude compreender melhor a realidade desses espaços de ensino e,em extensão, da própria realidade da educação brasileira no que tange ainfluência da família no processo de construção do saber por parte dos alunos.Após a análise dos dados coletados e demais estudos realizados,sintetizei o conhecimento colhido e o expus nesta monografia, a qual seapresenta dividida em três capítulos principais: no primeiro trato da influência dafamília e da escola no processo ensino-aprendizagem, tecendo comentáriossobre a responsabilidade de cada qual no referido processo, bem como arespectiva importância de cada parte envolvida.Por sua vez, no segundo capítulo, falo da necessidade da família e daescola unirem forças, aproximarem-se através do diálogo e de outras ações emfavor da construção do conhecimento por parte dos educandos, num efetivoestabelecimento de parcerias. Por fim, no terceiro e último capítulo, abordo opapel da família, da escola e dos alunos quanto à aprendizagem destes últimos,procurando criar a conscientização sobre a necessidade de se instaurar umclima de afetividade, transparência e cristalinidade em sala de aula envolvendotodos estes elementos.Na expectativa de prestar a minha parcela de contribuição quanto aoassunto tratado neste trabalho, procuro compartilhar o resultado de minhaspesquisas e estudos com colegas, alunos e seus familiares, deixando a suadisposição à monografia que ora tem início. 
1 - O PAPEL DA FAMÍLIA E DA ESCOLA NA APRENDIZAGEM ESCOLAR
 
12
1.1 Afinal, educar é responsabilidade de quem?
Entendo que os conceitos e visões acerca das categorias escola, família,aluno e aprendizagem consistem numa tentativa de compreensão einterpretação do quanto à falta de participação dos pais no processo educacionalconstitui um fenômeno abrangente e complexo. A análise destes elementos tema proposição de apreender e codificar o fenômeno da falta de participação dafamília na vida escolar dos seus filhos, bem como conhecer as influências destefenômeno no referido processo.Aliás, a aprendizagem não se resume necessariamente ao processo deensino, como tantos imaginam. Não existe um processo único de “ensinoaprendizagem” como muitas vezes se diz, mas dois processos distintos: o deaprendizagem, que é o desenvolvimento do aluno, e o de ensino, protagonizadopelo professor.São dois momentos que se comunicam, mas que não se confundem: osujeito do processo de ensino é o professor, enquanto do processo deaprendizagem é o aluno. Todavia, fica claro que o processo de ensino devedialogar com o processo de aprendizagem. Através de minhas práticas pudeperceber que um complementa o outro, e que ambos não podem se desenvolver isoladamente.O que se observa cada vez mais, nos dias de hoje e em diferentescontextos, é que a freqüência das crianças com pouca idade em ambientessocializadores, como creches e escolas de Educação Infantil não é incomum, oque acarreta sua permanência por mais tempo fora de casa do que convivendocom os membros de sua família.Com isso o papel socializador da família passa a ser mais difuso e aresponsabilidade da educação dos filhos mais dividida, principalmente com aescola e com parentes como avós, tios e iros. Essas modificões naestrutura e forma de educar os filhos vai se refletir na conduta dos alunos dentroda escola assim como nas relações mantidas entre família e espaço de ensino,influenciando tanto os processos de ensino quanto os de aprendizagem.Entendo que, para oferecer um leque diversificado de saberes, o currículoescolar necessita ser organizado com a participação dos estudantes, dos pais e

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->