Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword or section
Like this
23Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
22823359 Janet Dailey Caricias Compradas

22823359 Janet Dailey Caricias Compradas

Ratings: (0)|Views: 3,442|Likes:
Published by allexiaaze

More info:

Published by: allexiaaze on Dec 28, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

03/19/2013

pdf

text

original

 
Carícias Compradas (After the storm) JanetDailey
Carícias Compradas
“After the storm”
 
Janet Dailey
Digitalização: Dores Cunha.Correção: Edith Suli.
CAPÍTULO IO céu lá fora estava azul, claro e límpido. O sol brilhava, forte equente. O verde das árvores que sombreavam as ruas era profundo,e os gramados, bem tratados, com seus arbustos rigorosamenteaparados, contrastavam com o asfalto brilhante e escuro.Nas casas de tijolos e madeira morava a sociedade culta, influentee estável, de Denver, Colorado.Lainie MacLeod, com os braços cruzados e mordendo o lábio numgesto nervoso, olhava fixamente pela janela, através da fina cortinade renda branca. Observava os dentes-de-leão amarelos queadornavam a entrada da casa.Suspirou. O que realmente precisava era de um jardineiro quetrabalhasse meio período, mas não havia como esticar o orçamentopara poder pagá-lo. Teria, de alguma maneira, de encontrar tempopara cuidar do jardim, assim como havia feito com as outrastarefas da casa.Não havia necessidade de fingir que o dinheiro andava curto. Lainieestava consciente de que seus vizinhos conheciam sua precáriasituação financeira. Claro que eles haviam notado a constanteremoção de objetos valiosos da casa, apesar de isso ter sido feitocom a mais absoluta discrição. Na verdade, só o orgulho fazia Lainiemanter intata a imponente fachada da construção, pois não queriamostrar a ninguém o estado de quase penúria em que se encontrava.Um conversível brilhante virou a esquina e estacionou à entrada da
- 1 -
 
Carícias Compradas (After the storm) JanetDailey
garagem. A motorista passou a mão nos fartos cabelos castanhos,antes de descer do carro. Sorrindo,Lainie dirigiu-se para a porta, lançando um olhar para a escada quedava para o quarto de sua mãe; a última coisa que desejava era quea campainha a acordasse, pois havia acabado de pegar no sono. Issosignificaria milhares de explicações para justificar a visita deAnn Driscoll, e Lainie não estava com disposição de explicar nada.Sua mãe nunca havia aprovado essa amizade, insistindo em que Annnão possuía nem o berço nem a cultura de Lainie. E isso não eraverdade, pois os pais e o marido de Ann eram pessoas educadas,com boa situação financeira. Mas a sra. Simmons dava exageradovalor à aparência: considerava Ann uma boémia e a tratava como tal.A determinação de Lainie, porém, conseguira fazer com que aquelaamizade se mantivesse.Lainie considerava Ann sua única e verdadeira amiga, e sabia que elaa ampararia em qualquer crise. Assim, quando foi recebê-la naporta, estava feliz. Como sempre, Ann a cumprimentou com alegria;sua emoção se refletia nos lindos olhos azuis, que sempretransmitiam seus sentimentos, fossem eles de felicidade, tristeza,frivolidade ou raiva.Mas, apesar de toda a alegria pelo encontro com sua melhor amiga,Lainie mantinha o ar preocupado, olhando da porta para o alto daescada. Quando as duas se dirigiram para a cozinha, nos fundos dacasa, Ann estudou Lainie com o olhar. Para qualquer estranho, elapoderia parecer uma fascinante mulher assustada, mas para Ann,que a conhecia há mais de dez anos, os sinais de cansaço e tensãoeram bem visíveis.As olheiras escuras realçavam ainda mais os cílios incrivelmentepretos, e os olhos verdes amendoados revelavam noites seguidas devigília. A saia xadrez, branca e marrom, estava larga na cintura e ablusa branca de linho, de mangas curtas, deixava à mostra os braçosmuito finos. Tudo indicava que a perda de peso de Lainie estava lheroubando a energia. Mesmo seus cabelos castanhos, que haviam sido
- 2 -
 
Carícias Compradas (After the storm) JanetDailey
tão bem tratados e costumavam brilhar como cetim lustroso,estavam opacos. Lainie não tinha mais tempo para se importar comisso nem para cuidar de si própria; mantinha-os presos na nuca eafastados do rosto. O estilo severo enfatizava as maçãsproeminentes de seu rosto, mas o resultado não era muito bom.Ann sabia que não adiantaria nada comentar a aparência da amiga;sorrindo, tentou disfarçar sua ansiedade e aceitou o copo deponche que Lainie lhe ofereceu.- Como está sua mãe? O médico já esteve aqui hoje? Ann observou aligeira ruga de preocupação que se formou na delicada testa deLainie, antes que ela respondesse com suavidade:Sim. Ele achou que mamãe estava bem, o que a deixoumuito irritada... - Deu um profundo suspiro, enquanto se sentava àmesa redonda. - Ela se queixa tanto de dores que é difícil saber, naverdade, como está. O coitado do dr. Henderson jura que mamãe lêtodos os livros de medicina de meu pai só para arranjar novossintomas.Mas. . . para hoje à noite está tudo arranjado, não está?- Falei sobre isso ao dr. Henderson. - O olhar questionador de Anncruzou com o olhar indeciso de Lainie. - Ele acha que, desde quealguém competente fique com minha mãe, não haverá problemas.- Quem pode ser mais competente do que uma enfermeira?- disse Ann, animada.- Não sei... não acho isso muito certo... - Lainie batia com os dedosna borda do copo, nervosa. - Mamãe não se sente bem comestranhos. Acho que seria melhor adiarmos para outra ocasião.- - Escute aqui, menina. Não temos feito outra coisa, durante ummês, a não ser falar sobre esse concerto. Está tudo arranjado.Adam já comprou as entradas. Você não pode desistir agora.Ann olhava fixamente para Lainie, que não conseguia encarar aamiga. Preferiu apoiar o cotovelo na mesa e esfregar a testa.- Esperei tanto por esse concerto! Mas não consigo deixar de mepreocupar com mamãe.
- 3 -

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->