Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
6Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Exercicios de Interpretacao de Texto

Exercicios de Interpretacao de Texto

Ratings: (0)|Views: 504 |Likes:
Published by Lidiane Carvalho
Exercicios de Interpretacao de Texto
Exercicios de Interpretacao de Texto

More info:

Categories:Types, School Work
Published by: Lidiane Carvalho on Jan 10, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/18/2013

pdf

text

original

 
PORTUGUÊS: INTERPRETAÇÃO DETEXTOS - GRAMÁTICA
2.298 EXERCÍCIOS, COM GABARITO.
Pesquisados na
Internet 
, em centenas de
SITES
com exercícios e provasda Língua Portuguesa.
TEXTO.
 
 A Filosofia
teve
o
ig
em
 
n
a
tent 
a
a hu
m
a
n
a
e
 
e
scapa
pa
a u
m
 
m
u
n
do
em
qu
e
 
n
ada
m
udass
e.
Pla
o,
 
fu
n
dado
e
ssa á
re
a da cul 
u
a qu
e
hoj 
e
cha
m
a
m
os Filosofia, supu
n
ha qu
e
 a dif 
erenç 
a
entre
o passado
e
o fu
u
o s
er 
ia
mín
m
a
.
 
Foi so
mente
qua
n
do co
meç 
a
a
m
a
ev 
a
a His
tór 
ia
e
o
tem
 po a sé
io qu
e
 os fil 
ó
sofos coloca
a
m
suas
e
sp
er 
a
nç 
as qua
nt 
o ao fu
u
o d 
e
s
te
 
m
u
n
do
n
o luga
 a
nte
s ocupado po
s
e
u d 
e
s
e
 jo d 
e
co
n
h
e
er 
u
m
ou
tr 
o
m
u
n
do
.
  A
tent 
a
a
e
ev 
a
o
tem
 po a sé
io co
meç 
ou co
m
e
g
e
l, qu
e
fo
rm
ulou
ex 
 plici 
a
mente
suas dú
idas
 
qua
nt 
o à
tent 
a
a pla
tôn
ica d 
e
 
e
scapa
do
tem
 po
e
 
me
s
m
o qua
nt 
o ao
e
sfo
rç 
o d 
e
Ka
nt 
 
em
acha
co
n
di 
çõe
s
 
a-his
tór 
icas d 
e
possibilidad 
e
e
enômen
os
tem
 po
ais
.
A Filosofiadis
a
n
ciou-s
e
da qu
e
s
o "O qu
e
so
m
os?" 
 
 pa
a focaliza
"O qu
e
pod 
erí 
a
m
os
a s
er 
?" 
 1. Assinale a opção concordante com as idéias do texto.A. Platão não só foi o filósofo que superou as formulações de Hegel e Kantrelativas aos fenômenos temporais como foi o que cogitou na idéia de futuro.B. Inicialmente, em suas origens, a Filosofia se interessou pelas condiçõesnão-históricas das transformações temporais a que os seres humanos se
 
sujeitam.C. Os filósofos sempre se preocuparam prioritariamente com a questão dapassagem do tempo e das conseqüentes mudanças históricas.D. Hegel inaugurou, na Filosofia, as cogitações relativas ao tempo e àscondições históricas dos fenômenos temporais.E. A Filosofia nasceu marcada pelo interesse do homem em sondar assuas próprias possibilidades de transformação e mudança no tempo e naHistória.
 
TEXTO.
 
Q
ua
n
do a jus
ç 
a
entr 
a
em
co
n
fli 
o co
m
a l 
e
aldad 
e
 ,
e
ssa úl 
m
a g
er 
al 
mente
 
ev 
a a
me
lho
r.
Mui 
os d 
e
 
s ali 
ment 
a
m
os
e
p
o
te
g
em
os
n
ossas fa
mí 
lias a
nte
s
e
pod 
erm
os p
en
sa
 
n
as
ne
e
ssidad 
e
s
e
 
n
ossos
izi 
n
hos
.
Mui 
os
e
 
s
e
s
a
m
os
m
ui 
o
m
ais i 
ntere
ssados
n
o b
em
-
e
s
a
dos
n
ossos co
m
 pa
tr 
io
as doqu
e
 
n
a si 
ua
çã
o das p
e
ssoas do ou
tr 
o lado do
m
u
n
do
.
 2. Em relação às idéias do texto, assinale a opção
incorreta
.(A) O senso de justiça entre indivíduos de povos diferentes é superior àlealdade que se dispensa aos familiares mais próximo.(B) A lealdade geralmente prevalece sobre a justiça quando há conflitoentre as duas forças.(C) O pensamento relativo às necessidades dos nossos conhecidos ésecundário em relação às preocupações com os familiares.(D) O interesse pelas causas nacionais é prioritário em relação aoscontextos do exterior.(E) A solidariedade entre pessoas de uma mesma nacionalidade sobrepõe-se à solidariedade para com povos estrangeiros.
TEXTO.
 
rever 
o fu
u
o é
o a
rr 
iscado qu
e
 , pod 
en
do s
em
 p
re
 
err 
a
 , é p
re
eríve
err 
a
p
e
lo o
m
is
m
o
.
 
há boas
az 
õe
s pa
a s
er 
o
m
is
a qua
nt 
o à
em
oc 
acia
.
 Nos úl 
m
os 20 a
n
os, dob
ou ou
tr 
iplicou o
n
ú
mer 
o d 
e
p
e
ssoas qu
e
 
o
vem
 
em
di 
adu
a
.
 
al 
ve
 z s
e
 ja d 
em
ais cha
m
a
Uc 
rân
ia ou
S
al 
ado
hoj 
e
e
 
s
ados d 
em
oc 
á
icos,
m
as c 
ert 
a
mente
há b
em
 
m
ais lib
er 
dad 
e
 
ne
ss
e
s pa
í 
s
e
s ou
n
o B
asil, ap
ó
s a qu
e
da do co
m
u
n
is
m
o
e
das di 
adu
as apoiadas p
e
lo p
me
o
m
u
n
do, do qu
e
ha
ia
em
1980
.
A co
n
 ju
nt 
u
a
m
u
n
dial 
o
rn
a dif 
í 
cil o
en
á
iousual, qu
e
 
er 
a a
igo
osa
re
 p
re
ss
ã
o a
nte
o a
a
nç 
o d 
e
 
re
n
dica
çõe
s popula
re
s
.
 
3. Em relação ao texto, assinale a opção correta.a) Pode-se inferir do texto que atualmente não há clima favorável àrepressão de movimentos populares.b) Até há pouco tempo não havia restrições às demandas e reivindicaçõesde segmentos insatisfeitos da sociedade.c) A expressão ³tão arriscado que´ pode ser substituída por tão arriscadoquanto sem prejuízo para a correção do texto.d) Se a palavra ³certamente´ vier entre vírgulas o texto transgride asnormas de pontuação.e) A vírgula após ³usual´ indica que a oração a seguir é restritiva.
TEXTO.
 
 
O quad 
o g
er 
al
e
apazigua
ment 
o ab
re
 
e
spa
ç 
o pa
a a
ex 
 pa
n
s
ã
o da
em
oc 
acia
.
Mas
re
s
a
m
ui 
o po
faz 
er.
Mais qu
e
 
udo, é p
re
ciso d 
e
s
env 
ol 
ver 
a
 
idéia d 
e
qu
e
a
em
oc 
acia
o é s
ó
u
m
 
re
gi 
me
pol 
ít 
ico,
m
as u
m
 
re
gi 
me
e
 
ida
.
 
Q
u
er 
diz 
er 
qu
e
o
m
u
n
do dos af 
et 
os
eve
s
er 
em
oc 
a
izado
.
É p
re
ciso
em
oc 
a
iza
o a
m
o
 , s
e
 ja pa
tern
al ou filial; a a
m
izad 
e
; o co
nt 
a
o co
m
o
e
sco
n
h
e
cido:
udo o qu
e
 
n
a
m
od 
ern
idad 
e
e
 z pa
rte
da
ida p
ada
.
É p
re
ciso
em
oc 
a
iza
as
re
la
çõe
s d 
e
 
tr 
abalho, hoj 
e
 
u
te
ladas p
e
la p
op
e
dad 
e
p
ada
.
  A
em
oc 
acia s
ó
 
ai s
e
co
n
solida
 , o qu
e
pod 
e
 
a
da
décadas, qua
n
do passa
 das i 
n
s
ui 
çõe
s
e
e
o
ais pa
a a
ida co
idia
n
a
.
É cla
o qu
e
isso sig
n
ifica
m
uda
 ,
e
 
m
ui 
o, o qu
e
sig
n
ifica d 
em
oc 
acia
.
Cada
ve
 z 
m
ais
e
la
ter 
á a
ver 
co
m
 o
re
sp
e
o ao ou
tr 
o
.
 4. Assinale a opção que está em desacordo com as idéias do texto.a) A noção de regime político é mais restrita que a noção de regime devida.b) Pode-se inferir que as relações de trabalho tuteladas pela propriedade
 
privada não são suficientemente democráticas.c) A proposta de ampliação do conceito de democracia transcende asquestões públicas e políticas e invade o universo individual e privado.d) A consolidação da democracia tem como condição a abrangência dasquestões da vida cotidiana.e) A mudança do conceito de democracia é uma transformação que estáocorrendo na sociedade e seus resultados serão vistos brevemente.
TEXTO.
 
Na p
e
squisa pa
a a
alia
a g
e
s
o
n
as
em
 p
re
sas
em
 
re
la
çã
o à qualidad 
e
 
 
n
o s
et 
o
e
sof 
tw 
a
re
 , fo
a
m
co
n
sid 
er 
ados os s
e
gui 
nte
s fa
o
re
s: a
e
labo
a
çã
o d 
e
  pla
n
os
e
s
tr 
a
égicos, a i 
n
clus
ã
o
e
 
met 
as co
n
sis
tente
s, a col 
et 
a
e
n
dicado
re
s p
re
cisos, a co
nt 
abilidad 
e
ad 
e
quada d 
e
cus
os, a i 
m
 pla
nt 
a
çã
o
e
p
og
a
m
as
e
 qualidad 
e
 
o
al 
e
a c 
ert 
ifica
çã
o dos sis
tem
as
.
 
O
re
lacio
n
a
ment 
o das
em
 p
re
sas co
m
s
e
us
em
 p
re
gados foi aco
m
 pa
n
hado a pa
rt 
e
asp
e
os da pa
rt 
icipa
çã
o dos
me
s
m
os
n
a solu
çã
o
e
p
obl 
em
as, suasa
isfa
çã
o
e
opo
rt 
u
n
idad 
e
s
e
ap
er 
e
ç 
oa
ment 
o p
ofissio
n
al 
.
O
re
lacio
n
a
ment 
oco
m
o
mer 
cado
er 
a a
aliado co
n
sid 
er 
a
n
do-s
e
a
re
aliza
çã
o
e
p
e
squisas d 
e
 
 
ex 
 p
e
a
a
e
e
sa
isfa
çã
o ju
nt 
o aos cli 
ente
s; a
ex 
is
tên
cia d 
e
 
e
s
tr 
u
u
as
e
 a
ten
di 
ment 
o; a
re
solu
çã
o
e
 
re
cla
m
a
çõe
s
e
o uso d 
e
ss
e
s
ipos d 
e
dados
n
a
rev 
is
ã
o d 
e
p
oj 
et 
os ou
n
a
e
sp
e
cifica
çã
o d 
e
 
n
o
os p
odu
os
e
s
erv 
ç 
os
.
 
oc 
e
di 
ment 
os
e
sp
e
í 
ficos pa
a qualidad 
e
 
em
sof 
tw 
a
re
fo
a
m
 
me
didos po
 
n
dicado
re
s
re
erente
s à ado
çã
o
e
 
m
é
odos d 
e
 
en
g
en
ha
ia pa
a p
revençã
o ou
ete
çã
o
e
e
e
os, à u
iliza
çã
o
e
err 
a
ment 
as au
o
m
a
izadas d 
e
 
e
s
env 
ol 
ment 
o
e
ao
ipo d 
e
docu
ment 
a
çã
o ado
ada
.
Adicio
n
al 
mente
 ,
odo u
m
 co
n
 ju
nt 
o
e
asp
e
os foi l 
ev 
a
nt 
ado
i¬sa
n
do à ca
ac 
ter 
iza
çã
o das
em
 p
re
sas
e
 
 
do sof 
tw 
a
re
e
s
env 
ol 
ido
n
o B
asil 
.
 5. Em relação ao texto, assinale a opção correta.a) As escolhas sintáticas e lexicais do texto são apropriadas para um textode relatório.

Activity (6)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
susa182 liked this
Adriana Lavorato liked this
Marley Mesquita liked this