Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
3Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
[ Intrigas as 03 ] - As Nupcias - Day Leclaire

[ Intrigas as 03 ] - As Nupcias - Day Leclaire

Ratings: (0)|Views: 672|Likes:
Published by Lais Carvalho

More info:

Published by: Lais Carvalho on Jan 29, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/27/2012

pdf

text

original

 
 As N  As N úpciasúpcias
The royal wedding night The royal wedding night 
 Day Leclaire Day Leclaire
 INTRIGAS PALACIANAS 03
Três linhagens poderosas. Somente uma subirá ao trono.
Era uma vez uma audaciosa princesa de cabelos de ébano. Seu nome era MiriMontgomery, e ela era apaixonada pelo príncipe Brandt Von Folke, do reino vizinho. Noentanto, pelo bem de seu reino, Brandt iria se casar com outra princesa. Inconformada, Miritomou parte em um plano perigoso: no dia da cerinia, a verdadeira noiva seriaseqüestrada e seu u roubado. Assim, Miri poderia entrar na igreja ocultando seuverdadeiro rosto... e se casar com Brandt! Conta-se que seu plano deu certo, e que opríncipe não descobriu a farsa até depois de suas núpcias reais. Uma noite que diz-se ter sido bastante ardente! Mas será que Miri teria outros planos, além de se casar com o amor de sua vida?
Digitalização:
Silvia
Revisão e formatação:
Aliane
 
 As núpcias Day Leclaire As núpcias Day Leclaire
Querida leitora,
Miri Montgomery aceitou participar de um plano arriscado: tomar o lugar da noiva deBrandt Von Folke quando esta fosse seqüestrada por seu irmão. Ela jamais pensara emse envolver nas arriscadas disputas pela coroa da Verdônia, mas, dessa vez, havia muitomais em jogo. Miri lutaria não apenas pelo bem de seu país, mas por Brandi, o amor desua vida... especialmente depois de descobrir que ele, na verdade, jamais a esquecera...
Equipe Editorial Harlequin Books
Day LeclaireTradução Maria VianaHARLEQUINBOOKS2009
PUBLICADO SOB ACORDO COM HARLEQUIN ENTERPRISES II B.V./ S.à.r.l.
Todos os direitos reservados. Proibidos a reprodução, o armazenamento ou atransmissão, no todo ou em parte.Todos os personagens desta obra são fictícios. Qualquer semelhança com pessoas vivasou mortas é mera coincidência.
Título original:
THE ROYAL WEDDING NIGHTCopyright © 2007 by Day Totton SmithOriginalmente publicado em 2007 por Silhouette DesireArte-final de capa: Núcleo i Designers AssociadosEditoração Eletrônica:ABREU'S SYSTEMTel.: (55 XX 21) 2220-3654/2524-8037Impressão:RR DONNELLEYTel.: (55 XX 11) 2148-3500www.rrdonnell ey.com.br  Distribuição exclusiva para bancas de jornais e revistas de todo o Brasil:Fernando Chinaglia Distribuidora S/ARua Teodoro da Silva, 907Grajaú, Rio de Janeiro, RJ — 20563-900Para solicitar edições antigas, entre em contato com oDISK BANCAS: (55 XX 11)2195-3186/2195-3185/2195-3182Editora HR Ltda.Rua Argentina, 171, 4° andar São Cristóvão, Rio de Janeiro, RJ — 20921-380Correspondência para:Caixa Postai 8516Rio de Janeiro, RJ — 20220-971Aos cuidados de Virginia Riveravirginia.rivera@harlequinbooks.com,br 
22
 
 As núpcias Day Leclaire As núpcias Day Leclaire
Capítulo Um
Principado de Avernos, Verdônia. Como tudo começou...— Não. É impossível, de jeito nenhum. Você não vai fazer isso, Miri. Não importa oque diga, ou o que faça, não quero vê-la envolvida nesse assunto.Ela despiu o manto e revelou o vestido de noiva que usava. Não se amedrontavadiante do tamanho dele: não recuaria. Seu outro meio-irmão, Lander, era conhecido comoo "Leão de Mount Roche", mas Merrick lhe lembrava mais um leopardo que o rei dosanimais, talvez porque fosse paciente, flexível e mortalmente silencioso até a hora deatacar. Sem falar na rapidez e na agilidade sem igual.— É tarde demais, Merrick. Já estou envolvida.Ele apertou os lábios ao ver o vestido de noiva e lhe dirigiu um olhar impiedoso.— Isso porque você ouviu uma conversa particular — ele inclinou a cabeça demaneira sugestiva. — Sim, você deveria se envergonhar. Diabos, Miri. Sou o chefe daForça Real de Segurança da Verdônia. Se eu encontrasse outra pessoa qualquer fazendoo que você fez, eu a jogaria na cela mais funda e escura que encontrasse. Pior ainda: seoutra pessoa, em posição de autoridade, descobrisse que você estava espionando, euseria obrigado a tomar uma atitude drástica. Minha própria irmã!— Você precisa da minha ajuda — ela insistiu com teimosia.Ele a agarrou pelos ombros e a sacudiu com carinho.— Escute, querida. Isto é sério. Seqüestrar uma mulher. Pode significar a prisãopara todos os envolvidos.— Então, será a prisão — ela lhe deu um olhar feroz, reunindo o máximo deargumentos lógicos que conseguia, em meio às emoções torturantes que a consumiam.— Pense bem. Você planeja seqüestrar a princesa Alyssa, alguns minutos antes docasamento. Não acha que o noivo vai perceber quando ela não aparecer? Você precisade alguém que assuma o lugar dela no altar, que engane a todos por tempo suficientepara que você fuja.Merrick passou a mão pelos cabelos mechados, em tons que iam do louro aocastanho.— A palavra-chave aqui é fugir. Eu fujo, meus homens fogem. Alyssa foge, mesmocontra a vontade. Você ficará à mercê de Von Folke. O que acha que irá acontecer quando ele levantar o véu, literalmente, e descobrir que você não é a princesa AlyssaSutherland, sua aliada política? Quando ele souber que casou com a princesa MiriMontgomery, irmã de seu adversário político? Será que você esqueceu que Von Folke eLander estão disputando o trono da Verdônia?Miri ignorou a questão com um gesto displicente.— Claro que não esqueci, mas você acha mesmo que o príncipe Brandt vai mandar me prender, que vai me jogar na prisão? Como isso iria repercutir, apenas cinco mesesantes da eleição do próximo rei?Von Folke o vai ficar nada satisfeito respondeu Merrick, antes deacrescentar num resmungo: — Esta é a maneira mais suave de descrever a situação.Não duvido que ele irá descontar seu desagrado em alguém. Não quero que seja emvocê.— Brandt não me faria mal. Pelo menos, não do modo como você pensa.— Você não tem certeza — disse Merrick, batendo na mesma tecla. — Ele podeachar um outro jeito de vingar o rapto de sua noiva. Não vou admitir que ele use você comesse objetivo. Não quando o culpado sou eu.Ela ficou parada, usando a cópia do vestido de noiva de outra mulher, e tremia, nummisto de fúria e paixão.
33

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->