Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
373Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Apostila - Cura interior

Apostila - Cura interior

Ratings:

4.85

(60)
|Views: 63,235 |Likes:
Published by Lista Modelo dos 12

More info:

Published by: Lista Modelo dos 12 on May 24, 2007
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/05/2013

pdf

text

original

 
CURA INTERIOR – A SALVAÇÃO DAS NOSSAS ALMAS
“O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo sejamconservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.” I Tessalonicenses 5:23
INTRODUÇÃO
1.
Jesus veio para que tenhamos paz! Uma paz que nos faz estar satisfeitos.
I Ts 5:23 – Deus quer salvar-nos completamente (corpo, alma e espírito).
2.
Somos seres tripartidos – Somos um espírito (pronto, reconciliado com Deus),temos uma alma (marcada, mas sendo restaurada) e habitamos num corpo(receberá a incorruptibilidade).
3.
Is 53:5 – A cura da alma tem que ser um resultado da cruz
(“O castigo que nostraz a paz estava sobre Ele...”
). Cura interior é alcançar paz com Deus, comigo ecom meus semelhantes.
4.
 Nós precisamos permitir que Deus mude a nossa mente (maneira comoentendemos o mundo e a vida – 
“Se os teus olhos forem maus, tudo que há em ti será trevas”
– Mt 6:23) – Rm 12:2.
Muitas vezes não conseguimos cumprir o nosso papel (como pais, comoamigos, como ministros de Deus, etc...) porque ainda temos uma almaenferma. Saímos do Egito, mas as experiências do Egito não saíram de nós – Ex: Os dez espias
“Nos vimos como gafanhotos”
).
 Nós temos uma origem e isso muitas vezes está determinando negativamentenossa identidade (
“Tu és Simão, filho de João...”
).
Jesus gastou muito tempo curando pessoas (muitas vezes a palavra usada é“terapie” que fala de alma – não apenas “patos”, doença física).
5.
É através do pecado, nosso ou dos outros, que Satanás mais abre feridas em nossaalma.
5.1.
Is 1:4-9 – 
“Ai desta nação pecaminosa, povo carregado de iniqüidade, raçade malignos, filhos corruptores; abandonaram o SENHOR, blasfemaram doSanto de Israel, voltaram para trás.Por que haveis de ainda ser feridos, vistoque continuais em rebeldia? Toda a cabeça está doente, e todo o coração,enfermo. Desde a planta do pé até à cabeça não há nele coisa sã, senão feridas, contusões e chagas inflamadas, umas e outras não espremidas, nematadas, nem amolecidas com óleo”
 – O pecado traz conseqüências duras paranossa alma.
6.
Moisés é o exemplo de um homem que teve que ser sarado.
Quando ele lança a vara e ela se transforma em cobra, Deus está lhe mostrandoque o que ele tem pode ser usado para o bem ou para o mal.
 
Deus mostra que a sua alma está enferma (leprosa), mas o manda meter novamente a mão no peito e faz uma cura real!
7.
Is 30:26 – 
“A luz da lua será como a do sol, e a do sol, sete vezes maior, como aluz de sete dias, no dia em que o SENHOR atar a ferida do seu povo e curar achaga do golpe que ele deu”
- A glória se multiplicará (sete vezes mais!) quando aIgreja for curada e Deus atar suas feridas.
8.
Jl 2:17-19 - Quando os sacerdotes começarem a chorar, a cura vem a caminho.
DESENVOLVIMENTO
1.
Como saber que preciso de cura?
1.1.
Porque a Palavra de Deus indica isto
– Já temos visto a argumentação paraisso.
1.2.
Quando algo do passado me causa dor
– Se uma lembrança, uma pessoa,um ambiente me causa desconforto, dor, medo, tristeza, isso é um indicador de que a ferida não está cicatrizada – Ex: José colocou o nome de seu filhoManasses – Deus me fez esquecer – Mas quando encontrou seus irmãoschorou tão alto que foi ouvido na casa de Faraó).
1.3.
Quando tenho comportamentos limitadores
- Quando, embora não tenhalembranças desconfortáveis, apresento comportamentos constantes einadequados.
1.3.1.
Pessoas que vivem ameaçando.
1.3.2.
Pessoas que vivem chantageando.
1.3.3.
Pessoas que vivem racionalizando tudo.
1.3.4.
Pessoas que sentem prazer no fracasso do próximo.
1.3.5.
Pessoas que não conseguem ter sonhos.
1.3.6.
Pessoas que desconfiam de todos
1.3.7.
Pessoas ciumentas.
1.3.8.
Pessoas que brincam muito.
1.3.9.
Pessoas que vivem fazendo comparações.
1.3.10.
Pessoas que gastam o que não têm.
1.3.11.
Pessoas que vivem sob angústia.
1.3.12.
Pessoas que sentem-se sem mérito.
1.3.13.
Pessoas que não têm prazer sexual.
1.3.14.
Pessoas que masturbam-se compulsivamente.
1.3.15.
Pessoas que não conseguem desenvolver relacionamentos afetivos.
1.3.16.
Pessoas que apresentam desvios ou distúrbios sexuais:1.3.16.1.Anafrodisia – Falta de desejo sexual.1.3.16.2.Coito psíquico – Não há necessidade de contato (apenas umretrato, peça de roupa ou presença de alguém deflagra grande desejosexual.1.3.16.3.Narcisismo – Admiração exagerada pelo próprio corpo.
 
1.3.16.4.Exibicionismo – Obsessão por exibir o corpo e órgão genitais.1.3.16.5.Fetichismo – Fixação do interesse sexual em uma parte do corpoou objeto.1.3.16.6.Bestialismo – Desejo sexual por animais.1.3.16.7.Masoquismo – Prazer sexual estimulado pelo sofrimento.1.3.16.8.Pedofilia – Atração sexual por crianças.1.3.16.9.Homossexualismo – Atração sexual por pessoas do mesmo sexo.1.3.16.10.Transexualismo – Indivíduo que não aceita o seu sexo e quer mudá-lo.
2.
Como surgem as feridas emocionais?
2.1.
Através de rejeição (sentimento de que não somos amados) – 
Atitudes deoutros que nos levaram a sentir-nos sem valor ou não amados.
2.1.1.
Morte, separação, abandono, crítica, indiferença, ausência ou violência por parte dos pais.
2.1.2.
Rejeição no ventre (gravidez indesejada) ou ao nascer (se esperava umamenina).
2.1.3.
Preferência dos pais por outro filho.
2.1.4.
Rejeição no casamento (adultério, desprezo por causa do peso).
2.1.5.
Palavras destrutivas liberadas por pessoas amadas (“Você é burro, feio,gordo...”).
2.1.6.
Gozações por causa do nome (Novalgina de Oliveira) ou aparência(orelhudo, narigudo, negão...).
2.2.
Através da auto-rejeição (quando nós mesmos não nos amamos) – 
Quando nós mesmos não aceitamos nossa condição (raça, classe social, profissão, aparência física, etc...).
2.3.
Através da culpa (quando cometemos erros ou fomos envolvidos e nãoconseguimos superar) – 
O pecado abre feridas na alma.
2.3.1.
Ter induzido alguém a abortar.
2.3.2.
Ter matado ou participado da morte de alguém.
2.3.3.
Ter abusado sexualmente de alguém.
2.3.4.
Ter sido molestado ou violentado sexualmente.
2.3.5.
Ter vivido uma vida de promiscuidade.
2.3.6.
Ter sido apontado como “responsável” pela morte ou destruição dealguém (morte da mãe no parto, alcoolismo do pai por desgosto, suicídiode algiuém...)
3.
Como podemos ser curados?
3.1.
Admitir que precisamos de cura – 
Os que se acham sãos nunca procuram osmédicos. Ex: Jesus e o paralítico: “Queres ficar são???”
3.2.
Crer que há cura em Deus – 
É preciso apropriar-se dos benefícios da cruz.
3.3.
Entrar em contato com as lembranças dolorosas – 
Muitas vezes seránecessário externar (colocar para fora, através da confissão, do choro, daexpressão) velhos sentimentos escondidos. – Ex: Jesus e o homem da mãomirrada / O segredo é:
“Lembra de onde caíste”
.

Activity (373)

You've already reviewed this. Edit your review.
Clauver Sousa added this note
Uma grande benção para o povo de Deus.
Isac Silva liked this
Solimar Rosa liked this
1 hundred thousand reads
Jailma Tanajura liked this
Mayra Lima liked this
Júnior Renato liked this
Marcos André liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->