Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
36Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
História Do Cinema

História Do Cinema

Ratings:

4.0

(1)
|Views: 2,085|Likes:
Published by Nathalis
varios textos contando a historia do cinema.
varios textos contando a historia do cinema.

More info:

Published by: Nathalis on Nov 17, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/13/2013

pdf

text

original

 
História do Cinema
ORIGEM
- Indícios históricos e arqueológicos comprovam que é antiga a preocupação dohomem com o registro do movimento. O desenho e a pintura foram as primeiras formas derepresentar os aspectos dinâmicos da vida humana e da natureza, produzindo narrativasatravés de figuras. O jogo de sombras do teatro de marionetes oriental é considerado um dosmais remotos precursores do cinema. Experiências posteriores como a câmara escura e alanterna mágica constituem os fundamentos da ciência óptica, que torna possível a realidadecinematográfica.Jogos de sombras – Surge na China, por volta de 5.000 a.C. É a projeção, sobre paredes ou telas delinho, de figuras humanas, animais ou objetos recortados e manipulados. O operador narra a ação,quase sempre envolvendo príncipes, guerreiros e dragões.Câmara escura – Seu princípio é enunciado por Leonardo da Vinci, no século XV. O invento édesenvolvido pelo físico napolitano Giambattista Della Porta, no século XVI, que projeta uma caixafechada, com um pequeno orifício coberto por uma lente. Através dele penetram e se cruzam osraios refletidos pelos objetos exteriores. A imagem, invertida, inscreve-se na face do fundo, nointerior da caixa.
Lanterna mágica – Criada pelo alemão Athanasius Kirchner, na metade do século XVII, baseia-se no processo inverso da câmara escura. É composta por uma caixa cilíndrica iluminada a vela, que projeta asimagens desenhadas em uma lâmina de vidro.
PRIMEIROS APARELHOS
- Para captar e reproduzir a imagem do movimento, sãoconstruídos vários aparelhos baseados no fenômeno da persistência retiniana (fração desegundo em que a imagem permanece na retina), descoberto pelo inglês Peter Mark Roger,em 1826. A fotografia, desenvolvida simultaneamente por Louis-Jacques Daguerre e JosephNicéphore Niepce, e as pesquisas de captação e análise do movimento representam umavanço decisivo na direção do cinematógrafo.Fenacistoscópio - O físico belga Joseph-Antoine Plateau é o primeiro a medir o tempo da persistênciaretiniana. Para que uma série de imagens fixas dêem a ilusão de movimento, é necessário que sesucedam à razão de dez por segundo. Em 1832, Plateau inventa um aparelho formado por um discocom várias figuras desenhadas em posições diferentes. Ao girar o disco, elas adquirem movimento.A idéia era apresentar uma rápida sucessão de desenhos de diferentes estágios de uma ação,criando a ilusão de que um único desenho se movimentava.Praxinoscópio – Aparelho que projeta na tela imagens desenhadas sobre fitas transparentes,inventado pelo francês Émile Reynaud (1877). A princípio uma máquina primitiva, composta poruma caixa de biscoitos e um único espelho, o praxinoscópio é aperfeiçoado com um sistemacomplexo de espelhos que permite efeitos de relevo. A multiplicação das figuras desenhadas e aadaptação de uma lanterna de projeção possibilitam a realização de truques que dão a ilusão demovimento.Fuzil fotográfico – Em 1878 o fisiologista francês Étienne-Jules Marey desenvolve o fuzil fotográfico:um tambor forrado por dentro com uma chapa fotográfica circular. Seus estudos se baseiam naexperiência desenvolvida, em 1872, pelo inglês Edward Muybridge, que decompõe o movimento dogalope de um cavalo. Muybridge instala 24 máquinas fotográficas em intervalos regulares ao longode uma pista de corrida e liga a cada máquina fios que atravessam a pista. Com a passagem docavalo, os fios são rompidos, desencadeando o disparo sucessivo dos obturadores, que produzem 24poses consecutivas.Cronofotografia – Pesquisas posteriores sobre o andar do homem ou o vôo dos pássaros levamÉtienne-Jules Marey, em 1887, ao desenvolvimento da cronofotografia a fixação fotográfica de váriasfases de um corpo em movimento, que é a própria base do cinema.Cinetoscópio – O norte-americano Thomas Alva Edison inventa o filme perfurado. E, em 1890, rodauma série de pequenos filmes em seu estúdio, o Black Maria, primeiro da história do cinema. Esses
 
filmes não são projetados em uma tela, mas no interior de uma máquina, o cinetoscópio – tambéminventado por Edison um ano depois. Mas as imagens só podem ser vistas por um espectador decada vez.Cinematógrafo – A partir do aperfeiçoamento do cinetoscópio, os irmãos Auguste e Louis Lumièreidealizam o cinematógrafo em 1895. O aparelho – uma espécie de ancestral da filmadora – é movidoa manivela e utiliza negativos perfurados, substituindo a ação de várias máquinas fotográficas pararegistrar o movimento. O cinematógrafo torna possível, também, a projeção das imagens para opúblico. O nome do aparelho passou a identificar, em todas as línguas, a nova arte (ciné, cinema,kino etc.).
Auguste Lumière (1862-1954) e Louis Lumière (1864-1948) nascem em Besançon, na França. Filhos deum fotógrafo e proprietário de indústria de filmes e papéis fotográficos, eram praticamente desconhecidosno campo das pesquisas fotográficas até 1890. Após freqüentarem a escola técnica, realizam uma série deestudos sobre os processos fotográficos, na fábrica do pai, até chegarem ao cinematógrafo. Louis Lumièreé o primeiro cineasta realizador de documentários curtos. Seu irmão Auguste participa das primeirasdescobertas, dedicando-se posteriormente à medicina.
CINEMA MUDO
- A apresentação pública do cinematógrafo marca oficialmente o início dahistória do cinema. O som vem três décadas depois, no final dos anos 20.
A primeira exibição pública das produções dos irmãos Lumière ocorre em 28 de dezembro de 1895, noGrand Café, em Paris. A saída dos operários das usinas Lumière, A chegada do trem na estação, O almoçodo bebê e O mar são alguns dos filmes apresentados. As produções são rudimentares, em geraldocumentários curtos sobre a vida cotidiana, com cerca de dois minutos de projeção, filmados ao ar livre.
PRIMEIROS FILMES
- Pequenos documentários e ficções são os primeiros gêneros docinema. A linguagem cinematográfica se desenvolve, criando estruturas narrativas. NaFrança, na primeira década do século XX, são filmadas peças de teatro, com grandes nomesdo palco, como Sarah Bernhardt. Em 1913 surgem, com Max Linder – que mais tardeinspiraria Chaplin –, o primeiro tipo cômico e, com o Fantômas, de Louis Feuillade, o primeiroseriado policial. A produção de comédias se intensifica nos Estados Unidos e chega àInglaterra e Rússia. Na Itália, Giovanni Pastrone realiza superproduções épicas e históricas,como Cabíria, de 1914.DOCUMENTÁRIO - Em 1896 os Lumière equipam alguns fotógrafos com aparelhos cinematográficose os enviam para vários países, com a incumbência de trazer novas imagens e também exibir as quelevam de Paris. Os caçadores de imagens, como são chamados, colocam suas câmeras fixas numdeterminado lugar e registram o que está na frente. A Inglaterra, O México, Veneza, A cidade dosDoges passam a integrar o repertório dos Lumière. Coroação do Czar Nicolau II, filmado em Moscou,é considerado a primeira reportagem cinematográfica.FICÇÃO - Os rudimentos da narração e da montagem artística são desenvolvidos pelo americanoEdwin Porter, em 1902, em Vida de um bombeiro americano, e consolidados, um ano mais tarde,com O grande roubo do trem, o primeiro grande clássico do cinema americano. O filme inaugura owestern e marca o começo da indústria cinematográfica. Despontam, então, dois grandes nomesdos primórdios do cinema: Georges Méliès e David Griffith.Georges Méliès (1861-1938), diretor, ator, produtor, fotógrafo e figurinista, é considerado o pai daarte do cinema. Nasce na França e passa parte da juventude desenvolvendo números de mágica etruques de ilusionismo. Depois de assistir à primeira apresentação dos Lumière, decide-se pelocinema. Pioneiro na utilização de figurinos, atores, cenários e maquiagens, opõe-se ao estilodocumentarista. Realiza os primeiros filmes de ficção – Viagem À Lua (Voyage dans la lune, Le /Voyage to the Moon - 1902) e A Conquista do Pólo (Conquête du pôle, La / Conquest of the Pole -1912) – e desenvolve diversas técnicas: fusão, exposição múltipla, uso de maquetes e truquesópticos, precursores dos efeitos especiais.
David W. Griffith (1875-1948), nascido nos Estados Unidos, é considerado o criador da linguagemcinematográfica. Antes de chegar ao cinema, trabalha como jornalista e balconista em lojas e livrarias.
 
Admirador de Edgar Allan Poe, também escreve poesias. No cinema, é o primeiro a utilizar dramaticamente o close, a montagem paralela, o suspense e os movimentos de câmera. Em 1915, com Nascimento de Uma Nação (The Birth of a Nation), realiza o primeiro longa-metragem americano, tidocomo a base da criação da indústria cinematográfica de Hollywood. Com Intolerância (Intolerance), de1916, faz uma ousada experiência, com montagens e histórias paralelas.
ASCENSÃO DE HOLLYWOOD
- Com o recesso do cinema europeu durante a 1a GuerraMundial, a produção de filmes concentra-se em Hollywood, na Califórnia, onde surgem osprimeiros grandes estúdios. Em 1912, Mack Sennett, o maior produtor de comédias docinema mudo, que descobriu Charles Chaplin e Buster Keaton, instala a sua KeystoneCompany. No mesmo ano, surge a Famous Players (futura Paramount) e, em 1915, a FoxFilms Corporation. Para enfrentar os altos salários e custos de produção, exibidores edistribuidores reúnem-se em conglomerados autônomos, como a United Artists, fundada em1919. A década de 20 consolida a indústria cinematográfica americana e os grandes gêneros– western, policial, musical e, principalmente, a comédia –, todos ligados diretamente aoestrelismo.Star system – O desenvolvimento dos grandes estúdios proporciona o surgimento do star system, osistema de "fabricação" de estrelas que encantam as platéias. Mary Pickford, a "noivinha daAmérica", Theda Bara, Tom Mix, Douglas Fairbanks e Rodolfo Valentino são alguns dos nomes maisexpressivos. Com o êxito alcançado, os filmes passam dos 20 minutos iniciais a, pelo menos, 90minutos de projeção. O ídolo é chamado a encarnar papéis fixos e repetir atuações que o tenhamconsagrado, como Rosita, de 1923, com Mary Pickford.COMÉDIA - Baseada na sátira de pequenas cenas do cotidiano, a comédia americana dos anos 20privilegia lugares, situações e objetos que retratam a vida urbana e a "civilização das máquinas".Recorre com freqüência ao "pastelão" e ganha impulso com o produtor e diretor americano MackSennett. Destacam-se os tipos desenvolvidos por Ben Turpin, Buster Keaton, Harold Lloyd e CharlesChaplin.Charles Chaplin (1889-1977), diretor, produtor e ator, passa uma infância miserável em orfanatos,na Inglaterra. Emprega-se nos music halls em 1908 e adquire algum sucesso como mímico.Contratado por um empresário norte-americano, vai para os Estados Unidos em 1913 e, um anodepois, realiza seu primeiro filme - Carlitos Repórter (Making a Living - 1914). Seu personagem,Carlitos, o vagabundo com bengala, chapéu-coco e calças largas, torna-se o tipo mais famoso docinema. Entre seus principais filmes estão O Garoto (Kid, The - 1921), Em Busca do Ouro (The GoldRush - 1925), Luzes da Cidade (City Lights - 1931), Tempos Modernos (Modern Times - 1936) e OGrande Ditador (The Great Dictator - 1940).
Buster Keaton (1895-1966), Joseph Francis Keaton nasce nos Estados Unidos e estréia no palco aos 3anos, acompanhado de seus pais, num número de acrobacia. Recebe o apelido de Buster (demolidor) por sua resistência aos tombos. Em 1917 começa no cinema, fazendo pontas. Três anos depois, passa àdireção. Torna-se famoso com a criação de um tipo inesquecível - o cômico que nunca ri - consagrado emA General (The General - 1927) e Marinheiro de Encomenda (Steamboat Bill, Jr. - 1928), entre outros. Éconsiderado um dos maiores nomes do cinema humorístico, comparável a Chaplin.
CINEMA FALADO
- O advento do som, nos Estados Unidos, revoluciona a produçãocinematográfica mundial. Os anos 30 consolidam os grandes estúdios e consagram astros eestrelas em Hollywood. Os gêneros se multiplicam e o musical ganha destaque. A partir de1945, com o fim da 2a Guerra, há um renascimento das produções nacionais – os chamadoscinemas novos.PRIMEIRAS EXPERIÊNCIAS - As primeiras experiências de sonorização, feitas por Thomas Edison,em 1889, são seguidas pelo grafonoscópio de Auguste Baron (1896) e pelo cronógrafo de Henri Joly(1900), sistemas ainda falhos de sincronização imagem-som. O aparelho do americano Lee deForest, de gravação magnética em película (1907), que permite a reprodução simultânea deimagens e sons, é comprado em 1926 pela Warner Brothers. A companhia produz o primeiro filmecom música e efeitos sonoros sincronizados - "Don Juan" (Don Juan - 1926), de Alan Crosland, oprimeiro com passagens faladas e cantadas - "O Cantor de Jazz" (The Jazz Singer - 1927), também

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->