Welcome to Scribd. Sign in or start your free trial to enjoy unlimited e-books, audiobooks & documents.Find out more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
36Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
AutÓmatos ProgramÁveis 2

AutÓmatos ProgramÁveis 2

Ratings:

5.0

(1)
|Views: 4,881|Likes:
Published by luisje

More info:

Published by: luisje on Nov 18, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/01/2013

pdf

text

original

 
ESAS/2004 AUTÓMATOS PROGRAMÁVEIS -Introdução
1
DEFINIÇÃO
São equipamentos destinados a controlar e comandar uma enorme variedade de circuitos eléctricos,quer de iluminação quer de força motriz (motores).Por exemplo, numa fábrica, todos os circuitos eléctricos podem ser comandados e controlados por autómatos programáveis.No caso da iluminação as lâmpadas podem ser ligadas e desligadas automaticamente, a horasdiferentes, a iluminação de uma zona da fábrica pode ser reduzida a uma determinada hora, etc.No caso da força motriz, os autómatos podem controlar, sem presença humana, a velocidade deuma passadeira rolante contendo peças, o manuseamento dessas peças por robots, a montagem eembalagem das peças, o funcionamento de um elevador, etc.Esta flexibilidade consegue-se porque os autómatos o programáveis, isto é, como numcomputador, podemos gravar na sua memória a sequência de acções que pretendemos que elefaça. Depois de concluída a programação e ligados os equipamentos, é só correr o programa.
OBJECTIVO
No nosso caso vamos aprender como programar o autómato, de forma a comandarmos a iluminaçãode uma escada de um prédio de 4 andares, mas de forma completamente flexível, ao contrário doque conseguimos com o automático de escada.Por exemplo, podemos querer que :- Por razões de economia, só acendam as lâmpada de 1 andar, à medida que a pessoa vai subindoas escadas e premindo o botão do andar respectivo;- Acendam as lâmpadas da metade dos andares correspondente ao botão premido, como fizemosatravés de 2 automáticos de escada;- O tempo de acendimento das lâmpadas de cada andar (ou grupo de andares) seja diferente;- Outras combinações.Sublinhe-se que esta flexibilidade ainda é acrescida de uma outra vantagem importante: Podemosalterar a forma como queremos que o circuito funcione, mexendo apenas no autómato, maispropriamente na sua programação, enquanto no caso dos circuitos clássicos teríamos de mexer também no circuito (ligar/desligar fios, montar/desmontar aparelhos, etc.)
CAMINHO
- Aprender as Funções Básicas de programação do autómato, necessárias a que possamos atingir os nossos objectivos de comandar a iluminação da escada do prédio;- Programar essas funções no autómato;- Elaborar o programa de comando pretendido;- Testar o programa no autómato;- Aprender como se liga o autómato à aparelhagem do circuito (botões, lâmpadas, etc.);- Programar o autómato com o programa de comando pretendido;- Experimentar.
©
Luis Jerónimo
versão 1.0 – Jan.2004
 
ESAS/2004 AUTÓMATOS PROGRAMÁVEIS -Funções Básicas
2
REPRESENTAÇÃO DE UM PROGRAMA/CIRCUITO
F NI LNesta representação da derivação simples, para a lâmpada (L) acender (ON), temos de ligar (ON) ointerruptor (I). Se o interruptor estiver desligado (OFF), como na figura, a lâmpada está apagada(OFF).Dizemos que o interuptor é a entrada do circuito e a lâmpada, a saída.Isto ainda não é um programa. Para colocar este circuito como um programa de autómatoprogramável, temos 2 hipóteses:- Programação gráfica ou Ladder;- Programação com lista de instruções
1. PROGRAMAÇÃO GRÁFICA OU LADDER
00.01 01.07Os “nomes” do interruptor e da lâmpada têm de obedecer às regras impostas pelo fabricante para asentradas e saídas. Entradas começam por 00.00 e podem ir até 00.15; as saídas começam por 01.00 e podem ir até 01.08
2. PROGRAMAÇÃO COM LISTA DE INSTRUÇÕES
(do mesmo circuito)EndereçoInstruçãoOperando0000LD00.01> Write0001OUT01.07> Write0002END> WritePara já, não nos preocupemos com os “ > Write ” que serão explicados adiante.
FUNÇÕES BÁSICAS
1. FUNÇÃO AND
(“E”, em Português)Suponhamos que agora complicávamos um pouco o circuito. Pretendemos que a lâmpada acenda se 2 interruptores estiverem ligados em simultâneo.Outra forma de dizer isto é que “pretendemos que a lâmpada acenda (ON) apenas quando ointerruptor I1
e
o interruptor I2 estiverem ligados (ON)”. A palavra chave na frase anterior é “e”, daío nome da função.
©
Luis Jerónimo
versão 1.0 – Jan.2004
 
ESAS/2004 AUTÓMATOS PROGRAMÁVEIS -Funções Básicas
3
a) PROGRAMAÇÃO GRÁFICA (OU LADDER)
00.01 00.02 01.07
b) PROGRAMAÇÃO COM LISTA DE INSTRUÇÕES
EndereçoInstruçãoOperando0000LD00.010001AND00.020002OUT01.070003END
2. FUNÇÃO OR
(“OU” em Português)Desta vez, vamos supor que queremos que a lâmpada acenda logo que um dos 2 interruptores docircuito seja ligado ou, dito de outra forma, que “a saída fique activada (ON) se o Interruptor 1
ou
oInterruptor 2 forem activados/ligados (ON)”. Agora, a palavra chave é o “ou”, daí o nome destafunção.
a) PROGRAMAÇÃO GRÁFICA OU LADDER
00.01 01.0700.02
b) PROGRAMAÇÃO COM LISTA DE INSTRUÇÕES
EndereçoInstruçãoOperando0000LD00.010001OR00.020002OUT01.070003END---------------------------------------------------- ----------------------------------------------------------------Apenas com estas 2 funções básicas, podemos construir uma infinidade de circuitos de controlo,através da associação de várias. Vejamos um
exemplo
:
PROGRAMAÇÃO GRÁFICA OU LADDER
00.01 00.05 00.11 01.07
©
Luis Jerónimo
versão 1.0 – Jan.2004

Activity (36)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Anoni Mos liked this
Filipe Quental liked this
joaoxdias liked this
jiferreira liked this
Daniel Neves liked this
joaoesfd6940 liked this
Fábio Carromeu liked this
Hugo Delgado liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->