Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
diretrizes_nasf

diretrizes_nasf

Ratings: (0)|Views: 59 |Likes:
Published by Jaqueline Pereira

More info:

Published by: Jaqueline Pereira on Feb 24, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/24/2012

pdf

text

original

 
 
DDDIIIEEETTTIIIZZZEEESSS
 
EEE
 
PPP A A A Â Â ÂMMMEEETTTOOOSSS
 
NNNOOOTTTEEE A A ADDDOOOEEESSS
 
DDD A A ASSS
 
 A A AÇÇÇÕÕÕEEESSS
 
DDDOOOSSS
 
NNN
ÚÚÚCCCLLLEEEOOOSSS
 
DDDEEE
 
 A A A
PPPOOOIIIOOO
 
 A A A
 
SSS
 A A AÚÚÚDDDEEE
 
DDD A A A
 
FFF
 A A AMMMÍÍÍLLLIII A A A
 
---
 
N
 
 A
 
S
 
F
 
---
 
CCC
OOOOOODDDEEENNN A A AÇÇǠààÃOOODDD A A A 
 A A A
TTTEEENNNÇÇǠààÃOOO 
BBB
 Á Á ÁSSSIIICCC A A A
 EEE
SSSTTT A A ATTTÉÉÉGGGIII A A A 
SSS
 A A AÚÚÚDDDEEEDDD A A A 
FFF
 A A AMMMÍÍÍLLLIII A A A
 
2.009 
 
 1
IIINNNTTTOOODDDUUUÇÇǠààÃOOO 
O Município de São Paulo conta hoje com 10.998.813 habitantes e 1.224Equipes de Saúde da Família (ESF), distribuídas em 253 Unidades Básicas de Saúde(UBS) das 431 existentes, com potencial de 45% de cobertura populacional.
FIGURA I: Distribuição dos 86 ENASF e 253 UBS/ESF com 1.224 equipes da Estratégia deSaúde da Família do Município de São Paulo
 
 2
O processo de implantação dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família está emconstrução em todo território nacional e contribui para promover a
Integralidade
 das ações das equipes de saúde da família (ESF), associada a uma qualificação daassistência, contemplando e solidificando das Diretrizes do SUS. A implantação do NASF, no Município de São Paulo (MSP), iniciou-se em julhode 2008 com proposta de 86 equipes. Embasadas na
Portaria 154/MS de 24 de janeiro de 2008,
as cinco Coordenadorias Regionais de Saúde (CRS) elencaram ascategorias profissionais para compor os NASF de suas regiões, de acordo com o perfilepidemiológico, quantificação de serviços instalados e estudo das principaisdemandas de cada área. A Coordenação da Atenção Básica da Secretaria (ATB) da Secretaria Municipalda Saúde (SMS), no processo de contratação em conjunto com as CRS e por meiodas Instituições Parceiras, recomendou a priorização de profissionais das áreas desaúde mental, reabilitação, pediatria e ginecologia.Considerando o extenso território do Município e o elevado número de equipesde Estratégia de Saúde da Família (ESF), visualizou-se a necessidade de umprofissional para direcionar e integrar o trabalho dos Núcleos, em consonância comas equipes de ESF apoiadas, criando a figura de COORDENADOR DE NASF.Para a contratação e escolha dos profissionais, realizaram-se diversas reuniõescom CRS, Instituições Parceiras e Assessoria Técnica da ATB, definindo o perfil equalificações dos profissionais a serem contratados, valorizando-se principalmente aexperiência em Saúde Pública, além da avaliação por processo seletivo e entrevistarealizada por técnicos de todos os setores citados inicialmente.Realizada a contratação, implantou-se um cronograma para acolhimento ecapacitação dos profissionais nas Coordenadorias Regionais em conjunto com asInstituições Parceiras. Foi apresentada a região a ser trabalhada em seu perfilepidemiológico, econômico-social, demográfico além dos equipamentos existentes naárea. Em seguida, os profissionais foram encaminhados para os respectivosterritórios para seu reconhecimento. Passado este momento, as CRS realizaram
oficinas de integração
entre profissionais do NASF e da ESF para melhordesenvolvimento das ações.

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->