Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Orientacoes Gerais Exames rio 2012

Orientacoes Gerais Exames rio 2012

Ratings: (0)|Views: 23 |Likes:
Published by suselgaspar

More info:

Published by: suselgaspar on Feb 25, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/25/2012

pdf

text

original

 
 
1
 
AVALIAÇÃO EXTERNADA APRENDIZAGEM
Exames Nacionaise Provas de Aferição
de Exames
úri
Nacional
20 1 1
Relatório
Certificar com Equidade
 
CONDIÇÕES ESPECIAIS DE REALIZAÇÃODE PROVAS DE EXAME
Orientações Gerais 2012
 Alunos com Necessidades Educativas EspeciaisEnsino Secundário
 
 
--------------------------------------------------
Página em Branco
----------------------------------------------------
 
 3
ORIENTAÇÕES GERAIS PARA APLICAÇÃO DE CONDIÇÕESESPECIAIS DE EXAME
2012
A leitura deste guião não dispensa a consulta do Regulamento das Provas e Exames doEnsino Básico e do Ensino Secundário e das Normas 01/JNE/2012 e 02/JNE/2012
 
SECÇÃO I
ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAISDE CARÁCTER PERMANENTE
Alunos abrangidos pelo Decreto-Lei n.º 3/2008, de 7 de janeiro
1.
 
Que candidatos podem ser enquadrados no Decreto-Lei n.º 3/2008, no âmbito daeducação especial?
 
São os alunos que apresentam necessidades educativas especiais resultantes delimitações significativas ao nível da atividade e da participação num ou váriosdomínios de vida, decorrentes de alterações funcionais e estruturais de carácterpermanente, resultando em dificuldades continuadas ao nível da comunicação, daaprendizagem, da mobilidade, da autonomia, do relacionamento interpessoal e daparticipação social, que implicam a mobilização de serviços especializados parapromover o seu potencial de funcionamento biopsicossocial, exigindo a adaptação deestratégias, recursos, conteúdos, processos, procedimentos e instrumentos, bemcomo tecnologias de apoio.
 
Os alunos com necessidades educativas especiais de carácter permanenteenquadradas pelo Decreto-Lei n.º 3/2008, de 7 de janeiro, e pelos DecretosLegislativos Regionais n.ºs 15/2006/A, de 7 de abril, e 33/2009/M, de 31 dedezembro, no caso dos alunos das Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira,respetivamente, de acordo com as especificidades e terminologia adotadas nosreferidos diplomas, podem realizar os exames finais nacionais, com condiçõesespeciais, sob proposta do conselho de turma
 
A adoção de qualquer condição especial de exame exige que os alunos comnecessidades educativas especiais de carácter permanente tenham sido abrangidos

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->