Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
3Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Fiódor Dostoiévski - O Idiota

Fiódor Dostoiévski - O Idiota

Ratings: (0)|Views: 11 |Likes:
Published by MC

More info:

Published by: MC on Feb 25, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/23/2014

pdf

text

original

 
1
 Fiódor DostoiévskiO Idiota
 
Tradução portuguesa por José Geraldo Vieira
 
 
2
 Primeira Parte
 
 
3
 1
 Em dada manhã de novembro, aí pelas nove horas, o rápido de Varsóviase aproximava de Petersburgo em alta velocidade. Estava degelando, e tãoúmido e embaçado que era difícil distinguir qualquer coisa a dez passos dalinha à direita ou à esquerda das janelas dos vagões. Dentre os passageirosalguns regressavam do estrangeiro, mas a maioria dos que lotavam oscompartimentos da terceira classe era gente de condição humilde, vinda não demuito longe, a negócio. Todos naturalmente estavam cansados e friorentos, comos olhos pesados de toda uma noite de viagem, e suas faces pálidas eamarelentas competiam com a cor do nevoeiro.Em uma das carruagens de terceira classe, dois passageiros desde antes deamanhecer estavam sentados diante um do outro, ao lado da janela. Ambosmoços, não muito bem vestidos, viajando com pequena bagagem.Tinham uma aparência de chamar atenção e demonstravam querer encetarconversação. Se houvessem podido saber o que mutuamente possuíam deextraordinário, muito se teriam admirado de o acaso estranhamente os colocarassim frente a frente, em um vagão de terceira classe do rápido de Varsóvia.Um deles era um homem baixo, em uns vinte e sete anos, de cabelos cresposquase pretos e olhos cinzentos, pequenos e ardentes. Um nariz grande e chatoavultava entre os malares proeminentes. Os lábios finos conservavam em suacurva um contínuo sorriso atrevido, de uma ironia maliciosa; mas a fronte bemconformada e alta, redimia As linhas grosseiras da parte inferior do rosto. Oque mais impressionava, apesar do seu vigor, era a palidez mortal que lhe davaao mesmo tempo um aspecto de cansaço e um feitio a bem dizer dolorosamenteardente, que não se coadunava com o insolente sorriso rude nem com aexpressão dura e presunçosa dos olhos. Agasalhava-o um grosso sobretudopreto forrado de pele de carneiro e que não lhe deixara sentir o frio noturno; jáo seu companheiro porém, tinha ficado exposto ao frio e à umidade dessa noitebem russa de novembro, para a qual evidentemente não viera preparado.Trazia este uma capa bem espessa e ampla, com enorme capuz, dessas que,embora muito usadas lá fora, na Suíça ou no norte da Itália, durante o inverno,estão longe, todavia, de servir a quem se propõe uma viagem como a dopercurso entre Eldtkuhnen e Petersburgo. Viável e satisfatória na Itália, longe

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->