Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
22Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Apostila de Direito

Apostila de Direito

Ratings:

4.5

(2)
|Views: 1,814 |Likes:
Published by Talita Sousa

More info:

Published by: Talita Sousa on Nov 23, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/18/2012

pdf

text

original

 
Direito
: Lei e Ordem
Direito
: conjunto de regras obrigatórias que garante a convivência social mediante oestabelecimento de limites à ação de cada integrante da sociedade.
Direito
: é a exigência essencial de uma convivência ordenada, pois não há sociedadeque possa subsistir sem ordem, direito e solidariedade.
Direito
: é um fato ou fenômeno social.Em cada comportamento humano existe sempre a presença do fenômeno jurídico.O direito é sempre pressuposto em cada relação do homem que se relacione comoutro homem.Ele garante comportamentos humanos por meio de regras que salvaguardam eamparam a convivência social.
Direito Natural
 É o ordenamento jurídico ideal, correspondente a uma justiça superior e anterior, quederiva da natureza de algo, de sua essência. Trata-se de um sistema de normas que independe do direito positivo, ou seja,independe das variações do ordenamento da vida social que se originam no Estado.É “a liberdade que cada homem tem de usar livremente o próprio poder para aconservação da vida e, portanto, para fazer tudo aquilo que o juízo e a raoconsiderem como os meios idôneos para a consecução desse fim”. (Thomas Hobbes).
Direito Positivo
-
É o ordenamento jurídico em vigor em determinado país e em determinada época -é o direito posto.
-
Conjunto de normas de direito estatuído oficialmente pelo Estado, dependente davontade humana e das garantias dadas pela força coercitiva do Estado.Divide-se em Público e Privado.
Direito Público
-
Regula os interesses ou coisas que se referem ao Estado e traduzem o predomíniodo interesse da coletividade. (Direito Constitucional, Administrativo, Tributário, etc.)
Direito Privado
 
-
Regula as relações que se referem aos interesses do indivíduo em particular.(Direito Civil, Comercial etc.)Cada ramo do direito impõe limites discriminando o que pode, o que deve ou o quenão deve ser feito.Na sociedade se constituem formas de vida, modos de comportamento, que têm forçade
“estruturas sociais obrigatórias”:
são as fontes de direito e seus modelos jurídicos. Trata-se do Direito Objetivo que surge obedecendo à natureza das coisas, às linhaevolutivas imanentes ao fato, mas potencializadas e tornadas efetivas pelo poder desíntese ordenadora que singulariza o espírito humano.
Direito Objetivo
O Direito Objetivo, como conjunto de normas e modelos jurídicos, destina-se a tervigência e eficácia na universalidade de um território; constitui em seu todo, umsistema global que, por meio de um termo italiano, se denomina
ordenamento jurídico
.
-
O
ordenamento jurídico
pode ser visto como um macromodelo, cujo âmbito devalidade é traçado em razão do modelo constitucional, ao qual devemimperativamente se adequar todos os modelos jurídicos.
Direito Subjetivo
-
O homem tem um
“poder de querer” 
que assume, dentre outras formas, a do“poder de querer” segundo as regras de direito, para a realização de fins próprios,numa convivência ordenada.
-
O Direito Subjetivo está vinculado à pessoa humana, como ente racional e volitivo.O Direito Subjetivo é a vontade juridicamente protegida, ou seja, podemos afirmar queDireito Subjetivo é a possibilidade de se exigir, de maneira garantida, aquilo que asnormas de direito atribuem a alguém como próprio.
Espaço e Tempo
O direito, sendo um fenômeno histórico-social, sempre está sujeito a variações eintercorrências, fluxos e refluxos no espaço e no tempo.
 
Natureza e Cultura
-
A coexistência pacífica das relações humanas impõe o estabelecimento de regrasde organização e conduta.
-
As relações são estabelecidas em razão de pessoas ou em função de coisas, tendocom referência a realidade cultural de cada grupo social.
-
A cultura é o conjunto de tudo aquilo que é construído material ou intelectualmentepelo homem, alterando o que lhe é “dado” ou alterando-se a si próprio.
Valores Sociais
-
A partir da sua base cultural, o homem estabelece referências de valor para ocomportamento em sociedade.
-
Quando a norma social se apresenta como essencial para a sociedade, o legisladorimpõe a sua obrigatoriedade, por meio da criação de uma norma ou regra jurídica.
Valores Sociais
Uma das finalidades do direito é preservar valores sociais, sendo a experiência jurídicauma experiência ética, garantindo valores como a liberdade, igualdade e fraternidade.
Direito e Ética
Normas éticas
-
Envolvem juízo de valor sobre o comportamento humano.
-
Culminam com a escolha de uma diretriz considerada obrigatória.
-
O juízo é um ato mental pelo qual atribuímos determinada qualidade necessária aum ser.
-
- O legislador descreve algo como deve ser e suas conseqüências, não se limitandoa descrever um fato como ele é.
-
 Toda norma ética expressa um juízo de valor que se liga a uma sanção.
-
Garante que uma conduta seja permitida ou proibida.
-
Objetivam o bem estar da coletividade.
-
Exemplos de regras ou normas éticas: costumes; trato social; ordem moral; ordem jurídica; ordem religiosa.
Direito e Moral
Normas morais
-
As regras de ordem moral são cumpridas espontaneamente.

Activity (22)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Marcelo Duarte liked this
JUNIOR254 liked this
Anjos Wlamir liked this
Richard Decker liked this
sanabal liked this
CrisRuth liked this
luizpolice12109 liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->