Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
2Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Quais são os recursos marítimos mais importantes

Quais são os recursos marítimos mais importantes

Ratings: (0)|Views: 1,896|Likes:
Published by AEESGP

More info:

Published by: AEESGP on Feb 29, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/29/2012

pdf

text

original

 
Quais são os recursos marítimos mais importantes?
 
Os oceanos concentram uma riqueza e diversidade biológicas únicas,constituindo uma herança comum de toda a população.O mar sempre teve uma importância decisiva em território português:Passado: expansão marítimaPresente: ao constituir a área mais atractiva para a localização da população e das suasactividades económicas.Nos arquipélagos as áreas litorais também foram igualmente as preferidas dapopulação, visto assegurarem a sua subsistência e porque o mar constituía até hápoucos anos o único meio de comunicação das diversas ilhas entre si e com o resto domundo.O mar disponibiliza uma série de recursos que têm sido explorados e nemsempre de uma forma adequada.
1.
 
R
ecursos Piscícolas:
O peixe é o recurso marítimo mais explorado. O peixe dá origem a uma série deactividades económicas importantes como:
y
 
Pesca:
A actividade piscatória, apesar de se encontrar em decréscimo, continua ater uma importância significativa em algumas regiões do litoral português.
 
y
 
Aq
uicultura:
Apesar de ser uma actividade já praticada pelos romanos e chineses,só na década de 60 do século XX, a aquicultura começou a se práticageneralizada, sobretudo nos países mais desenvolvidos.
 
Esta actividade realiza-se normalmente em tanques de terra, reaproveitamentomuitas vezes dos tanques das antigas salinas e pode ser feita em regime extensivo esemi-intensivo ou industrial.A arquitectura em Portugal pratica-se quase exclusivamente em água salgada,com excepção da cultura da truta que é feita em água doce.
y
 
I
ndústria Conserveira:
A indústria de conservas (sobretudo sardinhas e atum) foidas actividades mais rendíveis em Portugal; a primeira fábrica de conservas surgiuem Setúbal, em 1880.
 
 
2
.
 
Sal
A extracção de sal, noutros tempos presente em toda a costa portuguesa,apresenta-se hoje praticamente restrita ao Algarve, cuja produção de 2002representou 94% do total, sendo a restante repartida entre a ria de Aveiro (3%), oestuário do Mondego (1,6%) e o estuário do Sado (1,4%).
3
.
 
A
lgas
A exploração de algas, que tradicionalmente serviam de fertilizante agrícola,poderá constituir uma potencialidade enquanto matéria-prima para a indústriacosmética, farmacêutica e bioquímica.
4
.
 
A
ctividade Turística
O turismo em Portugal encontra no litoral um dos seus locais privilegiados. Ascaracterísticas do clima associadas à extensão e beleza da costa portuguesa sãofactores atractivos para grande parte dos turistas que escolhem Portugal comodestino.
5
.
 
R
ecursos Energéticos
A energia das marés foi das primeiras a ser aproveitada em Portugal, atravésdos moinhos de maré, mas hoje é considerada pouco rendível e não estão a ser feitosgrandes investimentos.
y
 
Energia das ondas 
até há pouco tempo era raramente utilizada; o projecto dailha do Pico foi um bom exemplo, mas já se encontra desactivado. Actualmenteestão em estudos novos projectos para a costa portuguesa.
 
y
 
Energia eólica 
o vento é uma óptima fonte de energia primária para a produçãode electricidade, apresentado custos baixos, prevendo-se que, a curto prazo,entre 2005 e 2010, possa competir com a energia produzida a partir doscombustíveis fósseis.
Quais são as recursos potencialidades e os constrangimentos do litoralportuguês nos recursos marítimos?
T
I
POS DE COST
A
 
Portugal tem uma extensa
linha de costa
sujeita a uma importante
acçãomarinha
, que modela os seus actuais contornos através dos
processos de erosão
,
transporte
e
acumulação
. A acção do mar sobre a linha de costa desencadeia uma
 
modificação constante, originando paisagens litorais muito variadas. Existem 2 tipos decosta:
 
Costa de
A
rriba:
costa alta e habitualmente escarpada, resulta da abrasão marinhasobre rochas de grande dureza e resistência (granitos, xistos, calcários, etc.).
 
Costa de Praia:
costa baixa, resulta da acumulação de areias pelo mar,transportadas ao longo da costa pela corrente de deriva litoral.Nos arquipélagos da Madeira e Açores, dada a natureza vulcânica do seurelevo, a dureza das respectivas rochas e o défice de elementos finos transportadospelas ribeiras, cerca de 98% da costa é arriba.A
natureza das rochas
é considerada o factor principal que determina o tipo decosta, mas existem outros factores que também influenciam as suas características,designadamente os movimentos das águas do mar (as corrente marítimas, as marés, asondas, etc.), a diversidade dos fundos oceânicos e acção das águas fluviais junto à foz.Da conjugação dos factores referidos resulta uma costa diversificada, mas aanálise comparativa dos dois mapas evidencia a importância do tipo de rocha naevolução da linha de costa.As acções humanas têm cada vez mais capacidade de transformação daNatureza e também da linha de costa.De entre elas, destacam-se a extracção descontrolada de areias, a destruiçãode dunas e falésias ou a construção nessas áreas.O litoral português é uma área sob constante ameaça. Sobre o litoral fazem-sesentir consequências negativas de diferentes fenómenos. Entre eles, o aquecimentoglobal do planeta que desencadeia uma subida do nível médio das águas do mar e aconstrução de barragens, onde fica retida grande quantidade de sedimentos, que emcondições naturais seriam transportados até ao mar.Como consequência, o mar está a avançar sobre o litoral em grande parte dacosta portuguesa. O perigo real do aumento do nível médio das águas do mar faz comque as praias, locais de acumulação natural de sedimentos, estejam hoje expostas àerosão e consequente diminuição.

Activity (2)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->