Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword or section
Like this
18Activity

Table Of Contents

0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Fertilidade Do SoloApostila

Fertilidade Do SoloApostila

Ratings: (0)|Views: 3,472 |Likes:
Published by Henrico Puente

More info:

Published by: Henrico Puente on Mar 01, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/31/2013

pdf

text

original

 
 
APRESENTAÇÃO
A análise de solo ocupa lugar de destaque como instrumento de diagnoseda fertilidade, bem como é base para recomendação de corretivos e fertilizantes.O uso eficiente de corretivos e fertilizantes, juntamente com outras práticasde manejo, constituem-se fatores da maior importância para o aumento daprodutividade, a modernização e a racionalização da agricultura.Entretanto, para que esses objetivos sejam atingidos, torna-se necessárioque o agricultor utilize, de forma racional, os vários instrumentos de diagnose dafertilidade do solo, destacando-se a análise do solo e a análise foliar.Com este objetivo foi elaborado este módulo que, além de discutir algunsconceitos básicos de fertilidade do solo, utiliza-os na solução de problemaspráticos do dia-a-dia daqueles que atuam nesta importante área da ciência dosolo.Nesta sistematização de informações estão incluídas: orientação básicapara coleta de amostras de solo, interpretação dos resultados e recomendação decorretivos e fertilizantes.
 
8 UFLA/FAEPE
 –
interpretação de análise de solo e manejo da adubação
 
INTRODUÇÃO
No processo de recomendação de corretivos e fertilizantes é indispensávela utilização dos resultados das análises de solo da maneira mais eficientepossível.O ponto de partida para uma correta avaliação da fertilidade do solo é aanálise de uma amostra representativa do solo da área a ser cultivada. Estaprática é indispensável quando se pensa em efetivamente aumentar aprodutividade das mais diversas culturas e, como conseqüência, a produção e oslucros.Infelizmente, esta tecnologia simples, barata e de crucial importância, não éutilizada pela maioria dos agricultores brasileiros.Apenas por meio da análise do solo é possível definir as doses maisadequadas de calcário e de fertilizante para atingir a Produtividade MáximaEconômica (PME).De certa forma, o processo de análise química do solo pode ser dividido emtrês etapas: amostragem do solo, análise em laboratório e interpretação dosresultados, até se chegar ao uso deste método de avaliação da fertilidade pararecomendação de práticas corretivas e ou de adubação.Para uma correta recomendação, o técnico tem um importante papel emtodas as três etapas, notadamente na amostragem do solo e na interpretação dosresultados.
 
Furtini Neto, Tokura e Resende9
11..CCOONNCCEEIITTOOSSBBÁÁSSIICCOOSSEEMMFFEERRTTIILLIIDDAADDEEDDOOSSOOLLOO 
Solos são o meio no qual as culturas desenvolvem-se para alimentar eabrigar o mundo. Entender a fertilidade do solo é compreender a necessidadebásica para a produção vegetal.A fertilidade do solo é vital para a produtividade, mas um solo fértil não énecessariamente um solo produtivo. A má drenagem, os insetos, a seca e outrosfatores podem limitar a produção, mesmo quando a fertilidade é adequada.Para compreender a produtividade do solo, é preciso conhecer as relaçõessolo-planta existentes. Certos fatores externos controlam o crescimento dasplantas: ar, calor (temperatura), luz, suporte mecânico, nutrientes e água. A plantadepende do solo, pelo menos em parte, para obtenção de todos estes fatores,com exceção da luz.Para aumentar a eficiência do trabalho de diagnose de problemas defertilidade do solo, é necessário que o técnico esteja familiarizado com conceitosbásicos sobre o assunto e como estes podem ser utilizados de uma forma maisabrangente.Dessa forma, uma recapitulação sobre alguns conceitos básicos emfertilidade do solo permite trabalhar melhor os resultados de análises de solo naproposição de soluções para os problemas de fertilidade.
1.1 NUTRIENTES ESSENCIAIS PARA AS PLANTAS
A essencialidade de certos elementos químicos às plantas está relacionada,em resumo, ao fato de o elemento ser constituinte de um metabólito essencial ouser requerido para ação de um processo metabólico, por exemplo, para ação deuma enzima (Arnon e Stout, 1939).Dezesseis elementos químicos são chamados essenciais para ocrescimento das plantas. Eles são divididos em dois grupos principais: os nãominerais e os minerais.Os nutrientes não minerais são: o carbono (C), o hidrogênio (H) e o oxigênio(O), encontrados na atmosfera e na água.Os treze nutrientes minerais fornecidos pelo solo são: nitrogênio (N), fósforo(P), enxofre (S), potássio (K), cálcio (Ca), magnésio (Mg), ferro (Fe), manganês(Mn), cobre (Cu), zinco (Zn), molibdênio (Mo), boro (B) e cloro (Cl).Os nutrientes supridos pelo solo não são exigidos em iguais quantidadespelas plantas. O principal fator que controla o teor de nutrientes nas plantas é opotencial de absorção, que é geneticamente fixado.

Activity (18)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
André Ferreira liked this
Carol Bonini liked this
dulusga liked this
Victor Alex liked this
Leandro Alves liked this
Vitor Campos liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->