Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword or section
Like this
73Activity
P. 1
Max Lucado - Nas Garras da Graça

Max Lucado - Nas Garras da Graça

Ratings:

4.87

(38)
|Views: 12,457 |Likes:
Published by Riva Moutinho
Minha única qualificação para escrever um livro sobre a
graça é a roupa que uso. Deixe-me explicar.
Durante anos, possui um elegante terno, com paletó, calça, e
até um chapéu. Considerava-me totalmente garboso nesse
conjunto, e estava certo de que os outros eram da mesma opinião.
As calças, talhei-as do tecido de minhas boas obras,
fortemente urdido de trabalhos realizados e projetos completados.
Alguns estudos aqui, alguns sermões ali. Muita gente elogiava
minhas calças, e, confesso, eu tinha a tendência de puxá-las em
público para que as pessoas pudessem notá-las.
Minha única qualificação para escrever um livro sobre a
graça é a roupa que uso. Deixe-me explicar.
Durante anos, possui um elegante terno, com paletó, calça, e
até um chapéu. Considerava-me totalmente garboso nesse
conjunto, e estava certo de que os outros eram da mesma opinião.
As calças, talhei-as do tecido de minhas boas obras,
fortemente urdido de trabalhos realizados e projetos completados.
Alguns estudos aqui, alguns sermões ali. Muita gente elogiava
minhas calças, e, confesso, eu tinha a tendência de puxá-las em
público para que as pessoas pudessem notá-las.

More info:

Published by: Riva Moutinho on Dec 08, 2007
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/19/2013

pdf

text

original

 
 
NNaassGGaarrrraassddaaGGrraaççaa 
Max Lucado
CPADDigitalizado por BlackNight www.portaldetonando.com.br/forumnovo/ 
 
 
Sumário: 
RECONHECIMENTOS
 
INTRODUÇÃO
 
1. A PARÁBOLA DO RIO
 
I PARTE - QUE DESORDEM!
 
2. A GRACIOSA IRA DE DEUS
 
3. VIDA ÍMPIA
 
4. JULGAMENTO ÍMPIO
 
5. RELIGIÃO ÍMPIA
 
II PARTE - QUE DEUS!
 
6. CHAMANDO OS CADÁVERES
 
7. ONDE O AMOR E A JUSTIÇA SE ENCONTRAM
 
8. CRÉDITO ONDE CRÉDITO NÃO É DÍVIDA
 
9. A LIGA PRINCIPAL DA GRAÇA
 
10. O PRIVILÉGIO DOS INDIGENTES
 
III PARTE - QUE DIFERENÇA!
 
11. A GRAÇA FUNCIONA
 
12. VOLTANDO-SE A SI MESMO
 
13. A GRAÇA É SUFICIENTE
 
14. A GUERRA CIVIL DA ALMA
 
15. O PESO DO ÓDIO
 
16. A VIDA A BORDO DO BARCO DA COMUNHÃO
 
17. O QUE REALMENTE QUEREMOS SABER
 
CONCLUSÃO: “NÃO SE ESQUEÇA DE CUIDAR DE MIM”
 
Reconhecimentos
Deixe-me dizer uma palavra de agradecimento a:Karen Hill: Minha assistente e amiga, que dádiva é você!Steve e Cheryl Green, e a equipe editorial UpWords: Obrigado porserem tão fiéis.Charles Prince: Nosso erudito residente. Apreciamos seus
inputs.
 Charles Swindoll: Suas palavras publicadas nas interseçõesmantiveram-me no mais alto caminho.Anciãos, ministério e membros da Oak Hills Church of Christ: Nãohá outra igreja onde eu prefira servir.
 
Steve Halliday: Obrigado por mais um excelente guia de estudo.Nacy Norris: Minha especial saudação a você, pelas muitas páginasque tem suportado e aperfeiçoado em todos esses anos. Obrigado!Sue Ann Jones: Possa sua tinta vermelha fluir. Obrigado por suacuidadosa revisão.Meus companheiros da Word Publishing: Vocês conseguiram denovo! Bom trabalho.Dr. John Stott e seu criterioso livro
Romans: God’s Good News for the World.
Sua sabedoria me foi inestimável enquanto escrevia estelivro. Jenna, Andrea, Sara: Sinto muito por todos os papais que não po-dem tê-las como filhas.E para Denalyn, minha esposa: Depois da graça de Deus, você é amelhor coisa que me aconteceu.E a você, leitor: Tenho orado por você. Antes que você pegasse estelivro, pedi a Deus que lhe preparasse o coração. Posso pedir-lheque também ore por mim? Poderia fazer a oração de Colossences
4.4 
em meu favor? Obrigado. Sou honrado por você ler estaspáginas.Possa Deus segurá-lo firmemente nas garras da sua graça.
Introdução
Minha única qualificação para escrever um livro sobre agraça é a roupa que uso. Deixe-me explicar.Durante anos, possui um elegante terno, com paletó, calça, eaté um chapéu. Considerava-me totalmente garboso nesseconjunto, e estava certo de que os outros eram da mesma opinião.As calças, talhei-as do tecido de minhas boas obras,fortemente urdido de trabalhos realizados e projetos completados.Alguns estudos aqui, alguns sermões ali. Muita gente elogiavaminhas calças, e, confesso, eu tinha a tendência de puxá-las empúblico para que as pessoas pudessem notá-las.O paletó era igualmente impressionante; tecido de minhas

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->