Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
4Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
True Blood - Escravos do Amor - Capítulo 6 - A Noviça Rebelde

True Blood - Escravos do Amor - Capítulo 6 - A Noviça Rebelde

Ratings: (0)|Views: 23,736 |Likes:
Published by WE LOVE TRUE BLOOD
Mais um capítulo delcioso de nossa novela mericana.
Mais um capítulo delcioso de nossa novela mericana.

More info:

Published by: WE LOVE TRUE BLOOD on Mar 03, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/26/2013

pdf

text

original

 
Temporada 01 Capítulo 06 
 A Noviça Rebelde
Somewhere out there is a lady who I think will never be a nun.
Eric estava a caminho do escritório para conhecer sua companheira de missão.Perguntava-se o porquê de um parceiro, além do mais uma humana, elemesmo poderia tomar conta de tudo sozinho, humanos só atrapalhavam.Definitivamente não tinha escolha sobre aquilo, pelo menos era uma mulher, oque não era de todo ruim, ele pensou.Escutou vozes do outro lado da porta e resolveu interromper, adorava irritar oprefeito, era seu passatempo favorito. Era uma diversão ver a cara de Bill todavez que ele entrava sem avisar em seu escritório. Ao entrar notou que Bill não estava sozinho, havia uma moça loira de costaspara a porta, ao menos deste ângulo ela parecia apresentável, concluiu Eric. Após a sua entrada triunfal não esperou o que aconteceu em seguida. A talmoça ao escutar sua voz caiu flácida no chão, como uma boneca de pano.Bill não estava entendendo nada, ficou desesperado ao ver Sookita no chãodesmaiada, o que tinha acontecido? Pensou correndo para ela.“Meu deus, Sookita?”.“Oh de La Vega, se acalme, não deve ser nada demais. Eu costumo causar esse tipo de reação nas mulheres. Bom, normalmente é na hora do sexo, essafoi a primeira vez que alguém desmaiou só ao me ver... realmente, souirresistível.”, debochou Eric, tentando não rir da situação. “Você quer que eu aacorde? Posso beijá-la como se fosse A Bela Adormecida...”“Saia de perto de Sookita.”, falou Bill enfurecido.“Sookita? Que diabos de nome é esse?”, perguntou Eric.“Será que dar pra você calar a boca e pegar uma água?”
 
Bill levantou Sookita nos braços e a colocou no sofá do escritório, estava muitopreocupado, será que ela estava doente?Eric não gostava de obedecer a ninguém, muitos menos ao prefeitinho, mas viuque não tinha jeito e não queria estender aquela situação. Por isso pegou umcopo que estava na mesa, caminhou até o lavabo que ficava no cantoesquerdo e encheu com água de torneira.“Vê se acorda logo ela, não tenho a noite toda.”.Bill jogou um pouco de água no rosto de Sookita. A moça abriu os olhosassustada e se sentou rapidamente no sofá, estava processando o que tinhaacontecido.Estava no escritório de Bill quando Eric abriu a porta e invadiu o espaço. Iriaparticipar de uma missão, mas dessa vez seria com outra pessoa. Chegou àconclusão de que a missão seria com Eric Colunga, e ela estava preste adesmaiar novamente. Não merecia isso, estava tudo dando erradoultimamente, pensou.“Você está bem? O que aconteceu?”, perguntou Bill preocupado.“Eu... eu estou bem, me desculpe pelo transtorno... senti uma tontura. Não seio que aconteceu”, tentou explicar ao mesmo tempo em que evitava o olhar intenso de Eric.“Eu sei o que aconteceu.”, disse Eric piscando para a loira.“Eric, já chega!”, Bill disse severamente, se virou novamente para Sookita eperguntou: “Venha, fique de pé, temos muito que resolver. Você acha queconsegue?”.“Já disse que estou bem, Bill”.Ela se levantou alisando sua roupa tentando manter o resto de sua dignidade.“Bem, como eu estava dizendo antes do Sr. Colunga invadir minha sala deforma mal educada...”, disse Bill lançando um olhar de desprezo pra Eric.“Eu não o conheço... nunca vi antes na vida.”, falou apressadamente, commedo de que Eric a reconhecesse e mudou um pouco o tom de voz. Ficou felizpor ter usado peruca e a cara toda borrada naquele dia. Tara até que foi umaboa amiga.
 
“Sim, você não teria motivo para conhecê-lo. Ambos são de níveis deeducação diferentes.”, Bill comentou olhando de lado para o outro vampiro.“Er...Sou Sookita Montenegro”, não ousou olhar para ele, até achou queenrolou para falar seu nome.“O prazer é todo meu
Sookita.
”, disse Eric entoando o nome da moça de formadebochada. “Por favor, me chame de Eric...e já que vamos participar dessamissão juntos, ao meu ver já somos íntimos”, ele se aproximou dela.Sookita sentiu o tom de gozação e mesmo assim não conseguiu deixar de searrepiar quando escutou essa última frase. Estava perdida. Não saberia lidar com esse vampiro. Eric era um galanteador, cínico, debochado e odioso, tudo oque ela mais abominava.“Bill, não acho correto participar de uma missão com um vampiro que malconheço. Como confiar nele?”, se afastou de Eric o quanto pode, praticamenteparou do outro lado da longa mesa de seu namorado.“Você sempre julga as pessoas tão rápido? Por acaso, foi para a escoladominical conhecendo todos os santinhos que lá estudavam?”, ele notou ocrucifixo que ela carregava no peito e lançou um olhar irritado.Ela percebeu para onde foi o olhar dele e segurou com força o colar dado pelaquerida avó.“Todos que conheci na igreja eram pessoas valorosas e corretas.”, Sookitadisse dando de ombros.Eric abriu os braços, olhando em seguida para Bill, falando de maneiraexasperada:“Você me arrumou uma carola para me acompanhar na missão? Até nissovocê quer me ferrar? Não tenho saco pra ser babá de freira.”.“Eu não sou nenhuma freira, só o oposto das garotas que você estáacostumado a sair.”“E como tem tanta certeza disso, Senhorita Montenegro? Por acaso vocêconhece as mulheres com quem saio?”, perguntou Eric, perdendo a paciência.“Não sei, estou supondo, pelo seu jeito...”, ela apontou para ele e searrependeu do que falou anteriormente, não poderia cometer esses deslizes.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->