Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Anatomia de superfície e palpatória do braço e cotovelo - Prof. Me. Leandro Nobeschi

Anatomia de superfície e palpatória do braço e cotovelo - Prof. Me. Leandro Nobeschi

Ratings: (0)|Views: 174|Likes:

More info:

Published by: Charles Bruno Trujillo on Mar 04, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/17/2013

pdf

text

original

 
 
Anatomia de superfície e palpatóriado braço e cotovelo
 
http://www.imagingonline.com.br/
Esse capítulo descreve a anatomia de superfície e procedimentospalpatórios simples aplicados ao braço e cotovelo.
 
2010
 
Autor: Prof. Me. Leandro Nobeschi Apoio: Instituto de Imagem em Saúde - CIMAS 27/10/2010
 
Ilustração do membro superior, evidenciando os músculos do braço e a articulação docotovelo. Fonte:
 
http://www.sketchbookcoalition.com/2009/03/arm-studies.html
 
 
Anatomia de superfície e palpatória do braço e cotovelo
Autor: Prof. Me. Leandro Nobeschi Página 2
2. BRAÇO
 Segmento do membro superior entre o ombro e o cotovelo. Contém o úmero, e doiscompartimentos: anterior (músculos flexores: coracobraquial, bíceps braquial e braquial) eposterior (músculos extensores: tríceps braquial e ancôneo). Os músculos do compartimentoanterior são inervados pelo n. musculocutâneo e, no compartimento posterior a inervação éproveniente do n. radial. Todos os músculos do braço são palpáveis, entretanto, daremosatenção para os mm. bíceps e tríceps braquial.
2.1. MÚSCULO BÍCEPS BRAQUIAL
O m. bíceps braquial possui duas cabeças: longa, com origem no tubérculo supraglenoidal daescápula e; curta, com origem no processo coracóide da escápula. Ambas as cabeças se unemna região distal do braço, para se inserir na tuberosidade do rádio.Estratégia para palpação: para evidenciar as porções do m. bíceps braquial é necessárioposicionar o cotovelo do paciente em semi-flexão, com o antebraço em supinação. Peça paraque o paciente mantenha a posição e, aplique na região anterior e distal do antebraço umaresistência. Com a outra mão, palpe o tendão cilíndrico na fossa cubital e o ventre carnoso dobíceps braquial na região distal do braço. Na porção proximal do braço é possível separa acabeça longa (posicionada lateralmente) da cabeça curta (posicionada medialmente) (figs. 20 e21).
Fig. 20
 –
Palpação do m. bíceps braquial, separando as cabeças longa (1) e curta (2). Fig. 21
 –
1- ventre do m.bíceps braquial. Palpação do tendão do m. bíceps braquial (2).
 
20 21
[LN1] Comentário:
Seu tendão ocpuao sulco intertubercular do úmero eperfura a cápsula articular do ombro,inserindo-se proximalmente notubérculo supraglenoidal. Durante aabdução do braço, o tendão da cabeçalonga do bíceps braquial facilita odeslizamento distal da cabeça do úmerona cavidade glenoidal.
 
Anatomia de superfície e palpatória do braço e cotovelo
Autor: Prof. Me. Leandro Nobeschi Página 3
2.2. ARTÉRIA BRAQUIAL
Continuação da a. axilar (abaixo da margem inferior do m. redondo maior), a a. braquialtermina na fossa cubital, separada da veia intermédia do cotovelo(vaso superficial), pelaaponeurose do m. bíceps braquial. Pode ser palpada na margem medial do m. bíceps braquial(fig.21).
Fig. 21
 –
Palpação da artéria braquial. 1- M. bíceps braquial (cabeça curta).
2.3. MÚSCULO TRÍCEPS BRAQUIAL:
 O m. tríceps braquial possui três cabeças: longa, com origem no tubérculo infraglenoidal daescápula; lateral, inserida na face posterior e proximal do úmero (acima do sulco do n. radial)e; medial, inserida na face posterior do úmero na região medial e distal (abaixo do sulco do n.radial). A inserção comum das cabeças é no olecrano.Estratégia para palpação:
 
com o membro superior pendente ao lado do tronco, solicite aopaciente uma extensão do antebraço. A cabeça longa é visível medialmente, começandolateralmente à prega axilar posterior. Entre a cabeça longa e lateral é possível visualizar umsulco e, a cabeça medial localiza-se na região distal e medial da parte posterior do braço.
1
 
[LN2] Comentário:
 A fossa cubital éuma área triangular e côncava na faceanterior do cotovelo. Limitadasuperiormente por uma linha que liga osepicôndilos (medial e lateral) do úmero;medialmente pelo m. pronador redondoe lateralmente pelo m. braquiorradial.
[N3] Comentário:
 Veia comumenteutilizada para o processo de venopunçãosuperficial.

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->