Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
P. 1
Poemas de Walt Whitman

Poemas de Walt Whitman

Ratings: (0)|Views: 533 |Likes:
Published by Cicero Bezerra

More info:

Published by: Cicero Bezerra on Mar 06, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/21/2013

pdf

text

original

 
Poemas de Walt Whitman
 
Você, leitor
Você, leitor, que pulsade vida e orgulho e amor,assim como eu:para você, por isso,os cantos que aqui seguem!
 
Uma mulher espera por mim
Uma mulher espera por mim, nela tudo se contém, não falta nada,No entanto faltaria tudo se lhe faltasse o sexo ou a humidade do homem certo.Tudo se contém no sexo, corpos, almas,Significados, provas, purezas, delicadezas, proclamações, efeitos,Ordens, canções, higidez, orgulho, o mistério materno, o leite seminal,As esperanças todas, bens, outorgas, todas as paixões, belezas, amores,os deleites da terra,Todos os governos, juizes, deuses, o cortejo de pessoas da terra,Tudo se contém no sexo como partes de si e justificações de si.Sem pejo o homem de quem gosto sabe e confessa as delicias do sexo,Sem pejo a mulher de quem eu gosto sabe e confessa as do sexo dela.Pois eu me afasto das mulheres insensíveis,Para ficar com a que espera por mim, e com as mulheres de sanguequente que me satisfazem,Eu vejo que elas me compreendem e não me repudiam,Vejo que são dignas de mim e eu serei delas o marido vigoroso.Essas mulheres não são em nada inferiores a mim,Têm o rosto tisnado pelo brilho dos sóis e pelo sopro dos ventos,Há na carne delas, antigas e divinas, agilidade, força,Elas sabem nadar, remar, montar, lutar, atirar, correr, bater,recuar, avançar, resistir, defender-se sozinhas,São supremas por direito próprio - são calmas, límpidas, donas de si mesmas.Puxo vocês para junto de mim, mulheres,Não as posso deixar ir. vou lhes fazer bemExisto para vocês e vocês para mim, não apenas para o nosso bem,mas para o bem dos outros,Envoltos em você dormem grandes heróis e bardos,Eles se recusam a acordar pelo toque de outro homem que não eu.Sou eu, mulheres, abro o meu caminho,Sou severo, cáustico, indissuadível, mas amo vocês,Não as machuco mais que o necessário a vocês mesmas,Derramo a substância geradora de filhos e filhas dignos destesEstados, assedio com músculo pausado e rude,Me firmo eficazmente, não dou ouvido a rogos,Não ouso retirar-me sem depositar o que há de muito acumulei dentro de mim.Através de vocês eu dreno os rios enclausurados de mim mesmoEm vocês concentro mil anos de futuro,Em vocês faço enxerto dos tão amados por mim e pela América,As gotas que em vocês destilo farão medrar moças atléticas e ardentes, novosartistas, músicos, cantores,As crianças que em vocês procrio vão procriar, por sua vez, outras crianças,Exigirei, dos meus dispêndios amorosos, homens e mulheres perfeitos,Eles irão se interpenetrar, espero, como eu e você agora nos interpenetramos,Contarei com os frutos dos generosos aguaceiros deles como contocom os frutos dos aguaceiros que ora entorno.Vou ficar à espera das ternas colheitas do nascimento, vida, morte, imortalidadeQue tão amorosamente planto agora.

Activity (7)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
governof liked this
André Marx liked this
franciscodiniz liked this
Ruan Charles liked this
Quarteto1111 liked this
Carlos da Silva liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->