Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
3Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
A concepção anarquista do sindicalismo_N. Vasco.pdf

A concepção anarquista do sindicalismo_N. Vasco.pdf

Ratings: (0)|Views: 152|Likes:
Published by Anarcoteca
Uploaded from Google Docs
Uploaded from Google Docs

More info:

Published by: Anarcoteca on Mar 15, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/12/2012

pdf

text

original

 
A Concepção Anarquista do Sindicalismo – Neno Vasco
Escrito por Neno VascoSáb, 09 de Agosto de 2008 04:49 - Última atualização Qui, 15 de Janeiro de 2009 20:56
A Concepção Anarquista do Sindicalismo – Neno Vasco
 
Introdução -
 
Como iremos nos ater em dois capítulos específicos – Anarquismo eSindicalismo e O Automatismo Sindical, será necessário um intróito paracontextualizar a época de feitura da obra e sua importância ao sindicalismo atual,com uma importante referência dentro do movimento anarquista.
 
Segue então.
 
1-Notas iniciaisA Concepção Anarquista do Sindicalismo foi feito por Gregório NazianzenoMoreira de Queirós Vasconcelos, cujo o pseudônimo era Neno Vasco, mas não oterminou, vindo a falecer em 1920 por tuberculose, em Portugal. Sua obrainacabada levou três anos para ser publicada, apenas em 1923, em Lisboa, peloEditorial d'A Batalha.E foi umas das melhores contribuições ao movimento operário português e emmenor instância, no Brasil.Em uma retrospectiva geral sobre Neno Vasco, ele ficou no Brasil de 1900 até1911, retornando a Portugal. No Brasil, foi editor de vários jornais e trocavacorrespondência direta com Malatesta, de grande impacto em suas obras. Comoum indivíduo de seu tempo, escreve sobre o movimento sindical e sua relaçãointima com o anarquismo, que neste período está em crescimento, sendo a única
1 / 16
 
A Concepção Anarquista do Sindicalismo – Neno Vasco
Escrito por Neno VascoSáb, 09 de Agosto de 2008 04:49 - Última atualização Qui, 15 de Janeiro de 2009 20:56
referência concreta de luta para os trabalhadores em sua jornada emancipatória.As características básicas do livro: levanta questões sobe o sindicalismo comomovimento social e o anarquismo como ideologia e sua relação, já observando osprocessos revolucionários que isso acarreta.A concepção de Neno Vasco é anarquista, isto é sem dogmas, sem doutrinação,mas não há consenso sobre esse assunto, há diversidades de opiniões.O sindicalismo como tática para o anarquismo, e é muito mais que isso, é umaescolha estratégica por excelência, de importância para o projeto detransformação social. É uma instância de transformação de longo prazo; dedimensões sociais incomparáveis e assume um papel transformador por si sódentro do movimento social. Na história, toda vez que os anarquistas deixavam omovimento operário, igualmente as perspectivas concretas de revolução socialdeixa de ser prioridade.A concepção de Neno Vasco : formaliza e teoriza prática das ações dominantesna época (década de XX) – fase expansiva do sindicalismo de influênciaanarquista que desde a década de 90 do século XIX, na França, Italia, Espanha,Portugal, Suécia, Estados Unidos, Argentina e em países em industrializaçãoinicial, é preponderante o método anarco sindical. O sindicalismo revolucionário:ações coletivas e de iminência revolucionário. No Brasil é que forja suasconvicções anarquistas e amplia seu ideário com o pensamento de Malatesta, edescrer das idéias de Kropotkin vindas da França, principalmente por causa daguerra e da Revolução Russa e do papel que Kropotkin assumiu.Conceitos de Neno: Malatesta, com quase nenhuma divergência. Forma deescrita visando contextualização da prática e ideário anarquista. Certa rigidez depensamento (ortodoxia) o que dificulta entender novas situações, e nem sempreé capaz de responder as exigência prática da ação política. Característica maisética do que política, típica dos anarquistas.
2 / 16
 
A Concepção Anarquista do Sindicalismo – Neno Vasco
Escrito por Neno VascoSáb, 09 de Agosto de 2008 04:49 - Última atualização Qui, 15 de Janeiro de 2009 20:56
Sobre o livro: introdução com apresentação da teoria anarquista, com destaqueno anarquismo comunista (baseado em Malatesta e Kropotkin), de forma a citaros outros expoentes anarquistas de forma periférica.A vertente anarquista mais considerada: a que mais marcou politicamente ahistória de seu tempo, oriundo do socialismo da 1ª AIT, vigorosa nos paíseslatinos. Qualificada de revolucionária por excelência (não é educacionista,reformista, individualista). O que Anarco comunismo propõe: socialização daeconomia, dos meios de produção e de troca, e também a socialização do poderpolítico: seu desaparecimento como centro de decisão governamental e suadissolução por todo corpo social. Objetivo fundamental e como alcança-lo? Açãoe organização direta das massas: aprender agir sem chefes nem intermediários.Fazer hoje, já anarquia.Para Neno Vasco e Malatesta: o movimento sindical é anárquico desde o berço.A AIT foi essa grande mobilização de associações profissionais coligadas empromover o programa socialista. Os anti-autoritários na AIT lutaram para manter aautonomia e soberania das associações de base contra a tutela de teóricos edirigentes.Neno Vasco: “O que no sindicalismo é essencial é organização e ação de classedo proletariado, é o movimento sindical.” A necessidade de defenderem contra aexploração patronal é o que agrupam os operários. Não há ideais socialistasnisso. É pura autodefesa e sobrevivência. A luta direta contra os patrões, viagreve ou outros meios de ação direta. A primazia da experiência imediata dosexplorados como meio de auto-aprendizagem dum processo libertador é centralno anarquismo comunista, como já o era na vertente anti-autoritária da AIT.Limitação da ação sindical:-Tentativa da Internacional fundir agrupamentos de ideias com grupos deinteresse;
3 / 16

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->