Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
3Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Sao Francisco Um Homem Original

Sao Francisco Um Homem Original

Ratings: (0)|Views: 91 |Likes:

More info:

Published by: Jean Marconi Carvalho on Mar 21, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/17/2014

pdf

text

original

 
O FRANCISCO DE ASSIS, UM Ilq,MEMORIGINAL1.- No dia 26 de setembro de 1.182.Todos.- Nasceu S~o Francisco em Assis, na It~lia.2.- Filho de Pedro Bernardorie, um rico comerciante.1.- E de Dona Pica, m~e santa e dedicada. 2.-
No
dis'04 de outubro de 1.226 faleceu' são Francisco emSanta Maria dos Anjos, junto àPorci~ncula.Todos.- são Franc~sco de Assis, 800 anos depois, ainda temuma grande mensagem para nós.1.- Jovem ou adulto"2.- Idoso ou criança,1.- Pai ou mãe,2.- Sábio ou''ignorante.''rodos.- S~o Francisco' de Assis, o homem do segundo milênio,tem muito a nos ensinar. ----------;;;...--------
1,.-
Jovem, cercado de companheiros, andava pelas ruas e p~a-ças, cantando, entregue a benquetes e festas.2.- Mas es teve sobre el.e
á .
m~o do Senhor que o transformou,levando-o ao camjnho da convero.
c
O N V E R SÃO
-
,
1.- A conversa0 e um ,processo constante que parte da iniciativade Deus e leva a pessoa a dar uma outra direç~o ~ suB vida.Todos.- A convero foi levando Fráncisco ao radicaliSmo evan-lico, no seguimento de Cristo.2.- Áos 22 anos, S~o Francisco é ~cometido por uma enfermidademisteriosa que o. levaa'parar, pensar e avaliar.1.- Aos 23 anos,ouve a voz do Senhor em sonhos que o leva a mo-dificar seus planos.2.-Com 24 anos acontece o encontro com o leproso, que marcoudefinitivamente a sua vida.'l'odos.-J~ tom 25 anos, em 1.207, é
O
Crucificado de S~o Dami~oque lhe fala: "Francisco, vai, repa.ra a minha casa que, Que,como s, est~ toda destruida"(2Cel 10).1.- Desde essa hora em que o seu Amado se dirigiu a ele, sua al-ma se derreteu.2.-Desde essa época foi incapaz de deixar de chorar.Todos.- Enchia os caminhos de gemidos, lembrando~se das chagasde Cristo (2 Cel 11).
I
SÃO FRANCISCO ABANDONA O MUNDO
,
1..,.-Escrcv.e no Testamento:"Depois disto, demorei so bem pouco cabandonei o mundo".Todos.- Abandbnar:o mundo significa n~o ser do mundo.2.- Luta contra toda sensualidade (1 Cel 22).1.- Desprezo da vã glória (1 Cel: 5).2.- Henúncia a toda propriedade, fonte dê morte (1 Cel 8).1.- Conformidade com a vontade de Deus, com aS palavras doEvangelho (1 Cel 22).'2.- Negar a própria vontade (1 Cel 29).T~dos.- A fURa do mundo n~o ~ o fim supremo de,Francisco, mas acondão indispenvel para seguir melhor o I:;;vanp.;elho(lCcl22).
 
O' FIU\NCISCO FUND1\J)On
1.-
um dos mais originais Fundadores de Ordem.2.- V~-s~ claramente que ele n~o tinha ,nenhuma pretens~o de fun-dar alguma Ordem.Todos.- A'preocupaç~o de16, depois de convertido, era.vive~' oEvangelh~ na pr~pria vida, com toda a fidelidade.1.- Mas começaram vir a l"rancisco muitas peBsoas do povo: nobres,plebeus, crigos e leigos.
,2.-
A todos propunhá uma nova vida e demonstrava o caminho da sal-v~o conforme o Evangelho.'l'odos.- Hespondendo ao chamado de Cristo, susci tou uma vida evan-lica, vivida por religiosos, religiosas e leigos.1.- "Hcparou a casa do Senhoril.
2.,-
Hestauraç~o que ainda hoje deve ser levada a efei to pela fa-mília franciscana.'1'odos.-A família franciscana
é
composta da 1ª .Qrdem dos Frades;2ª Ordem das Clarissas e a 3ª Ordem Regular de Frades e Irm~sfranciscanas e e,Ordem Secular de le~gos.CARISMA ' FRANCISCANO
, ,
l.~
O'Carisma rranciscano e riquissimo.~.- 1\s colünas mestras da sua espiritualidade podembs reduzi-lasas seguintes:A P O liR E Z A
L.-
A pobreza para Francisco era a primeira pedra da Ordem,o fun-damento de todo o edifício (S.Boav.).) Pobrez~ material
é
sinal da pobreza espiritual: despojamento,esvaziamento. no seguimento de Cristo.dos.- O
desapego
dos bens materiais
é
sinal pro.tico das reali-dades futuras, lembra a peregrinaç~o terres~re em demanda daceleste. .~ a primeira das bem-aventuranças do Evangelho.'odos.- Pobreza de espiri to leva a superar o egoismo, a idolatriado pr~prid"eutl da escravidão dOlleulI(lAdm.).
, .,0,
Para Francisco, Pobreza e- vencer a si mesmo,. - renunciar ~'prbpria vontade,odos-atribuir a Deus o que
é
de Deus,ser disponíveis 'rioservo,
ser desapegados, ~.
n~o perturbar-se por nada,viver alegre; nas priv~es,conservar-se humildes em toda situaç~o,odos-cv
i
tar"preocupações.A M I N O R I D A
D
EMinoridadc
é
mais que uma virtude,'
é
uma maneira de ser.- Disp~e a pessoa a servir, àberta ao diálogo,à comunhão,a conviver com toda realidade.Jdos.- são Francisco quis que sua Ordem fosse ORDEM DOS
FHI\.-
DES MENORES. ',Ser menor significa para
sio
Francisco:
despojamento total de si,- assumir alegre e sereno a situação humana,
- a idellt:i.rlcação como Verbo Enc~r"nado. :
Jdos.-
I\.
rnlnoridade deve expressar-se em atitudes: i~m~os detodos, <:tcolhimen to, mansidão, ar l;ifices da paz, subinisso~:;"servos'de Lodos.
 
,
.
A F R AT E RN I DADE1. - são Franciscc;? escreve no Testament~"o Senhor me deu irrn.os"'.
2. -
Fra ternismo e", qUé;:,di:'stingue o',.:>°Franciscatli smo'",!odos. - Não há superf~ri.d~Ú:le oHde',~-xist,e amo]'. Não há humilhaçãono servi.ço ,ao irma:o~ ,'o",1.- Fraternidade exige acolhimento e estima,~
2.-
responsabilidade,'e
i
c'e1ridade,'fodos. - respei to pe:t-b outro, conhecimento reçiproco, con;frater-nização e ajuda. mútua.o FRANCISCO,.OHOMEME OSANTO1.- são Francisco foi em~'primei.ro lu"!;>'":,,umhomemde sua epoca.
2.-
Aos vio~lentos respondeu icomamor ..;:;;. ' )1. - Aos lep.f?sos, com G~ú'.i,nhoadmrráv'el ..
2.-
Aos gariâncioso's,n'r
a
total pobr,e.zá.'1.-
f
Aos ~et~~~s,com'~e~p~ito e compreeno.Todos.- A ~ída de Sin F~àncisco fo~'umacontestação pacifica,gritànt~~;:o .'.-~
'i'
2.-
A todoS'amava, '."1. - A todos ácolh.
.0,
2.-
A todc)s êbmpre'~na.iâ. _Todos. - Paói 'todos. tinfía tempo ,a.monpe compreensao.1. - Foi umohomemoriginal ~
.i
2.-
Não fr'~quentou ,UIi.í.versidade.Todos. - E' lo:i uma ra~a sabedoria.; ~.'1. - Irmão
d'e
todos'.es homens.Todos. - E i.riTc{de,.todas as cri~tur'as .':'
2.-
A criaç'e'ra para' são Francisco:1. -
a
linguâgem de De:us,_
2.-
reflexo' do':C'riador,1.~ escada para chegar a Deus.Todos.- Avo~ e a b~leza do único e ~raride. Artista, que fizera ouniverso; habitação agradável pa.ra
o
homem.
2.-
Resid~ncia nobre, para a conviv~ncia hu~ana.1. - Lugar _pâra conos.t-ruir a p.az e o amor. .,'Todo~.- Paz~. Am9r.'
, , 1.
o:, FRANCISCO/ PATRQNO,DA.ECOLOÇIA
.
.
.~
" :
< . ' " , , . ~ " , ' - '
'1 " ~, ,;
2:-
Foi muit<»'sensi\iel ao maravilhoso espetaculo da natureza.1~-, V;H)ra~él"'deOp~p.'zér éalegria:~ian;tedas paisagens. ' ,Todos ~'~'Louvado,.; .sejas, meu Senho'r, POEtoda~a.s criaturas.
2. - .
D{an't~' 'doS"';montes', dos'vales .e doso,~:rios., o.1~- Adtn:lrava:"â
i
be1:eza:,
das flores e das' 'aves}ccantando hinos.Todos ..:...:LQuvadPiseq'~' meu' Senhor, pe,lo. irm.~;Qsol e irmã lua!
2.-
O.Pàpa }0~(').Pat11o<~II,em
1979,
proclamQt,l,são Francisco, pa=trorw dos"ECOLOGIstAS'1. - Porque .Jarçirizoü "'natureza como umdommar?vilhoso de De,us.
2.-
Porque
càntou
g,qúele belissimo canto daq,c{'iaturas.Todos. ~,Al tissimÓ ;Oriipotente, bomSenhor, te,Us. são os louvores,a g16ri~, ~sh6rira e toda a b~nçio. 'SÂO FRANCISCO',<AoMEMDISPONÍVEL
'"
',~.
"
.
1:- Procura, ~onsolar ~ais' que ser consolado ..
2. -
Compreender', dô' que Ser comprendido.
'i,
1.- Amar, do' que ser amado.Todos.- Pois'~ da~do~ue se recebe, ~ morrendq que se vivepara a vida eterna.1. - Francisc'o 'não conseguia ocuI tar a felicid'ap2 em que vivia.
2. -
Comunicava-se a todos, dizendo: "PAZE BEM'!','Todos.- PAZE BEM!
 \
'

Activity (3)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Thaiane Maroto liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->