Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Bem-Estar - Você Pratica Alguma Atividade Autotélica - Renato Miranda - Psicologia Do Esporte

Bem-Estar - Você Pratica Alguma Atividade Autotélica - Renato Miranda - Psicologia Do Esporte

Ratings: (0)|Views: 228|Likes:
Published by vemchegando

More info:

Published by: vemchegando on Dec 04, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/09/2014

pdf

text

original

 
Bem-estar: Você pratica alguma atividadeautotélica?
Psicologia do EsporteEntenda a relação entre corpo, mente, saúde e bem-estar 
Por 
Renato Miranda
,Nos dias atuais a luta por emprego, qualificação e bons saláriosparecem ser os resumos para a dita vida de sucesso. Emconseqüência, há uma tendência exagerada das pessoas seesforçarem em fazer apenas as coisas que claramente trarão algumproveito imediato.
"A palavra autotélica originou-se da união de duas palavrasgregas: auto, que significa por (ou de) si mesmo, e telos, quesignifica finalidade. Portanto, uma experiência autotélicarefere-se a uma atividade sem a expectativa de algum benefícioimediato ou futuro, a finalidade da tarefa está nela mesma. Ouseja, a realização da tarefa é a própria recompensa" 
Já escutei várias vezes pessoas de meia-idade, por volta dos 40 anos, afirmarem que não praticam esporte porque não vão ganhar nada com isso, apenas lesões e aborrecimentos, já que “seu tempo” para praticar esporte já se foi. Outras, vão mais longe edizem que a atividade física “rouba” um tempo de dedicação aotrabalho irrecuperável e mesmo considerando que a atividade físicaé benéfica, não há como se dedicar a um programa de exercíciosfísicos.
Além disso, existem aqueles que querem usufruir dos benefícios edos “ganhos” do exercício físico imediatamente. Em outraspalavras, se pretendem emagrecer, que isso seja de imediato.Em texto publicado anteriormente pelo Vya Estelar sobre Flow-feeling (clique aqui), escrevi a respeito da característica autotélicana realização de tarefas e como ela é positiva para nossas vidas.Ao entender o significado de uma atividade ou experiênciaautotélica nós acreditamos proporcionar uma oportunidade para aspessoas se motivarem a praticar esportes e exercícios físicos “atroco de nada” (para usar uma expressão do “mundo estressante”).
 
A palavra autotélica originou-se da união de duas palavras gregas:auto, que significa por (ou de) si mesmo, e telos, que significafinalidade. Portanto, uma experiência autotélica refere-se a umaatividade sem a expectativa de algum benefício imediato ou futuro,a finalidade da tarefa está nela mesma. Ou seja, a realização datarefa é a própria recompensa.A princípio, é óbvio que a prática de exercícios físicos, por exemplo,tenha um objetivo específico (por ex. emagrecer). E isso éimportante, afinal de contas, nos sentimos motivados ao buscarmosobjetivos próprios. No entanto, a atividade quando é autotélica nosfaz liberar energia psicofísica (ex. concentração) para o momentoespecífico da execução da tarefa e não perdemos tempo empreocupações ou projeções futuras, que podem desviar nossaconcentração e gerar ansiedade.Portanto, as conseqüências ou resultados não são objetos daconcentração da pessoa. Toda energia psicofísica despendida éliberada exclusivamente para a execução da atividade. Isso nãoquer dizer que os objetivos a serem alcançados não sejamimportantes, acontece que o envolvimento (esforço) da pessoa coma experiência não dá “espaço” em sua mente para preocupaçõescom os resultados futuros. Com isso, executar a tarefa presente é oque realmente importa. As conseqüências serão os produtos desseesforço. Logo, nossos objetivos são atingidos espontaneamente enaturalmente.É por isso, que quando perguntamos uma criança por que ela gostade jogar bola ou andar de skate durante horas, ela simplesmenteresponde: “porque eu gosto!” E mesmo para aquele atleta quetreina exaustivamente para se tornar um campeão, no fundo omotivo principal que o mantém em treinamento é sua satisfação empraticar esporte e é isso que o absorve em sua rotina. Sediariamente ele ficar pensando em seu futuro ou como se tornar umcampeão ele possivelmente irá desistir.Em minhas palestras e consultorias para atletas ou mesmo parapessoas não-atletas, tento conscientizá-los que o prazer desenvolvido na execução das tarefas e os esforços dedicados aestas, são nossos maiores incentivadores e tudo que pretendemosatingir é uma conseqüência natural de nosso envolvimento.Assim, se quero emagrecer, não fico liberando energia psíquica

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->