Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
101Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Governança de TI

Governança de TI

Ratings:

4.75

(4)
|Views: 14,091|Likes:
Published by Tiago Macedo

More info:

Published by: Tiago Macedo on Dec 12, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOC, TXT or read online from Scribd
See More
See less

08/17/2013

pdf

text

original

 
 
•Anna Conolly• Marcelo Nascimento• Paulo Rogério• Tiago Macedo
 
Governança de TI
Conceito:Governança de TI:A especificação dos direitos decisórios e do
 framework 
de responsabilidades paraestimular comportamentos desejáveis na ultilização da TI.O EquívocoGrandes equívocos de definição tem ocorrido freqüentemente, onde se conceitua GTI como um painelde indicadores, ou como um processo de gestão de portfólio dos projetos estratégicos.Conceito de que com a implementação de alguns processos baseados em apenas uma das melhores práticas ou modelos (como Balanced Scoredcards (BSC), CobiT, ou ITIL) por si só, garantem aGovernança, entretanto este conceito está incorreto.Conceito:“Governança de TI é um conjunto de práticas, padrões e relacionamentos estruturados, assumidos por executivos, gestores, técnicos e usuários de TI de uma organização, com a finalidade de garantir controles efetivos, ampliar os processos de segurança, minimizar os riscos, ampliar o desempenho,otimizar a aplicação de recursos, reduzir os custos, suportar as melhores decisões e conseqüentementealinhar TI aos negócios.”Professor da FGV Sr. João R. PeresDentro destes conceitos, uma GOVERNANÇA DE TI eficaz deve tratar de três questões:1.Quais decisões devem ser tomadas para garantir a gestão e o uso eficaz de TI?2.Quem deve tomar essas decisões?3.Como essas decisões serão tomadas e monitoradas?Por que a Governaça de TI é importante?Porque a estrutura em Governança de TI irá garantir que os objetivos acordados para TI, controles de gestão e efetivo monitoramento do desempenho para manter os resultados sobre controle e evitar resultados indesejados estejam implantados.As organizações requerem uma boa estrutura para gerenciar estes e outrosdesafios como:
Arquétipos da Governança de TI para a Alocação de Direitos Decisórios
Para compreender como as empresas governam, descreveu-se os arranjos de governança de 256empresas pesquisadas. Eram empresas de grande porte com investimento médio de 8% de suasdespesas totais em Tecnologia da Informação e empregava 850 profissionais de TI.
 Arquétipos (Modelos, padrão..)
 
Foram utilizados arquétipos políticos (monarquia, feudalismo, federalismo, duopólio e anarquia) paradescrever as combinações de pessoas que têm direitos decisórios ou que contribuem para a tomada dedecisões de TI.Um desses arquétipos pode descrever como a empresa toma uma ou mais das cinco decisões-chave deTI ou contribui com os tomadores de decisão
Monarquia de Negócio
Os altos executivos de negócios tomam decisões de TI que afetam a empresa como um todo.Tipicamente, as Monarquias de Negócios aceitam contribuições de muitas fontes para as decisões-chave. Por exemplo, decisões de investimentos em TI recebem contribuições dos subordinados diretosdo CIO (chief Information Officer – Gestor de TI), dos líderes de TI das unidades de negócios, do processo de gestão de orçamento da empresa, e etc.
Monarquia de TI
Profissionais de Tecnologia da Informação tomam as decisões de TI. As empresas implementammonarquia de TI de muitas maneiras diferentes. Um exemplo é um grupo de arquitetura de TI comrepresentações de todas as regiões, de todas as unidades de negócios estratégicas que propõe “regras”de arquitetura para a equipe da alta gerência de TI formada pelo CIO corporativo e pelos CIOs dasmaiores unidades de negócios. Essa equipe é responsável pela clareza dessas regras e detém o poder de impor as normas de arquitetura de TI.
Feudalismo
Baseado nas tradições da Inglaterra feudal, onde os príncipes e as princesas ou os cavaleiros por elesescolhidos, tomavam suas próprias decisões otimizando suas necessidades locais.
No caso daGovernança de TI a entidade feudal é tipicamente a unidade de negócio, a região ou a função
.De modo geral, esse modelo não se mostrou muito comum, porque a maioria das empresas estava em busca de sinergia (inter-relação) entre as unidades de negócio.
Esse modelo não facilita a tomada de decisão da empresa como um todo
.
Federalismo
Esse modelo tem uma longa tradição nos governos. Arranjos federalistas tentam equilibrar asresponsabilidades e cobranças de múltiplos órgãos de governo, como país e estados. Sua utilidade estáem negociar tanto os interesses da organização central (tipicamente a sede) como também os interessesdas unidades de negócios.Os representantes das unidades no modelo federalista podem ser os seus líderes ou os detentores de processos de negócios. Líderes de TI em nível corporativo e/ou das unidades de negócios também podem envolver-se como participantes adicionais.Este modelo é, sem dúvida, o mais difícil arquétipo para a tomada de decisões, pois os líderes dasempresas tem preocupações diferentes das dos líderes de unidades de negócios.Geralmente, as unidades de negócios maiores e mais poderosas ganham mais atenção e tem maior influência sobre as decisões. Consequentemente, as unidades menores estão sempre insatisfeitas e por vezes se separam da união para atender suas próprias necessidades.As empresas que adotam estruturas de governança federalista costumam fazer uso de equipesadministrativas e comitês executivos para resolver conflitos inerentes.
Duopólio de TI
É um arranjo entre duas partes e as decisões representam um consenso bilateral entre executivos de TIe algum outro grupo.O duopólio difere do federalismo no sentido de que o arranjo federalista tem sempre representaçãotanto corporativa como local, ao passo que o duopólio tem uma ou outra, mas nunca as duasrepresentações, e inclui, invariavelmente, profissionais de TI.Mais de um terço das 256 empresas consultadas utilizava duopólios nos processos de decisões nos trêsdomínios menos técnicos da TI: os princípios de TI, as necessidades de aplicações de negócios e os

Activity (101)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
nildonc liked this
Carlos Magalhaes liked this
Thiago Sperandio liked this
Felipe Kuhn liked this
rodrigopom liked this
Felipe Oliveira liked this
Ivan Carlos liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->