Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
0Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Botafogo Vence e Vai a Semfinal

Botafogo Vence e Vai a Semfinal

Ratings: (0)|Views: 0|Likes:
Published by queimadasacontece

More info:

Published by: queimadasacontece on Apr 09, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/09/2012

pdf

text

original

 
 
Botafogo vence e vai a semfinal
Botafogo bate o Friburguense e está na semifinal da Taça Rio
 Alvinegro conta com o empate do Resende com o Volta Redonda para antecipar a suaclassificação no Grupo A do segundo turno do Carioca A apresentação deixou muito adesejar, mas a vitória de 3 a 1 sobre o Friburguense, neste domingo, no Engenhão, comgols do ídolo Loco Abreu, que voltava ao time após três jogos, e dois de Herrera, que osubstituiu no segundo tempo, valeu muito para o Botafogo. Afinal, além dos três pontosconquistados, o empate do Resende com o Volta Redonda, em 1 a 1, garantiu aoAlvinegro a classificação antecipada para a semifinal da Taça Rio. Por outro lado, oFriburguense não tem mais qualquer aspiração na competição, nem corre risco derebaixamento.O Botafogo, que chegou a 17 pontos, um a menos que o Flamengo e quatro a mais que oResende, ocupa o segundo lugar no Grupo A. A equipe serrana ficou com cinco pontosno Grupo B. Na última rodada, o Botafogo lutará pela primeira colocação da chavecontra o Boavista, em São Januário, no próximo domingo, às 16h (de Brasília), enquantoque no mesmo dia e horário, o Flamengo pega o Americano, no Engenhão. OFriburguense fecha sua participação no estadual contra o desesperado Bonsucesso, noestádio Eduardo Guinle, em Nova Friburgo.
 
 A configuração inicial da partida mostrava um ataque contra defesa. Mas o Botafogo, otime ofensivo em campo, jogava com pouca velocidade e pouco criava, quando aos noveminutos o Friburguense, que esperava o momento do bote, quase abriu o marcador. Jefferson fez grande defesa, abafando chute à queima-roupa de Ricardinho. A respostaalvinegra só veio cinco minutos depois em chute forte e com efeito de Elkeson, que ogoleiro Marcos defendeu parcialmente. A partir daí, o Botafogo passou a encurralar oadversário, mas falhava muito no último passe. Isso durou até a parada técnica, aos 20.Loco Abreu comemora o seu gol. Renato chega para cumprimentá-lo (Foto: FernandoSoutello / AGIF)Na volta, o Friburguense conseguiu um pênalti equivocadamentemarcado pelo árbitro Eduardo Cordeiro Guimarães de Marcelo Mattos em Jorge Luiz,aos 23. O volante alvinegro ainda recebeu cartão amarelo. Mas na cobrança feita porRomulo, Jefferson mais uma vez salvou o Botafogo, com bela defesa no seu canto direito.A equipe visitante parece ter se dado conta de que poderia se arriscar mais e passou afrequentar mais o campo adversário. No entanto, quando o Botafogo já começava airritar sua pequena torcida presente ao estádio (apenas 4.452 presentes - 2.824pagantes - para uma renda de R$ 43.220,00), veio o gol. Andrezinho tentou servir MárcioAzevedo, que penetrava na área pela esquerda, Sergio Gomes cortou, mas acabou dandoum passe açucarado para Loco Abreu, que voltava ao time, só empurrar para o gol.O jogo ficou mais aberto e logo depois de o Friburguense ter uma boa chance com JorgeLuiz, que chutou fraco em cima de Jefferson, de dentro da área, Antônio Carloscabeceou bem após cobrança de escanteio da direita e Marcos a fez segura defesa no seucanto direito, aos 40. Dois minutos depois, Elkeson deu um passe perfeito para FellypeGabriel, que livre diante de Marcos, ajeitou o corpo para tocar com estilo e marcar, mas jogou a bola para fora. Aos 45, Elkeson disparou uma bomba de fora da área e o goleirodo time serrano fez grande defesa.Herrera entra no lugar de Loco e faz dois golsEm desvantagem e ainda com (remotas) chances de classificação para a semifinal da Taça Rio, o Friburguense voltou para a etapa final com o time mais avançado. oBotafogo retornou com o mesmo ritmo lento do início do jogo. Elkeson era o melhor emcampo e o que mais procurava a bola em busca do gol, que quase veio aos 12, quandorecebeu livre na área de Andrezinho e chutou a bola na trave esquerda de Marcos. Norebote, Loco Abreu isolou a bola. Logo em seguida, o uruguaio saiu para a entrada deHerrera, que seria importantíssimo para o time.A atuação alvinegra na etapa final não era das mais animadoras, mas o time da Serratinha imensas dificuldades para criar boas chances de gol. Com isso, a partida ficoumodorrenta, principalmente por parte da equipe da casa, que chamava o adversário parao seu campo. Mesmo com suas limitações, o Friburguense criou duas boasoportunidades seguidas: aos 24, com Romulo chutando de dentro da área e obrigando Jefferson a tirar com a ponta dos dedos para escanteio, e logo depois com cabeçada deSergio Gomes por cima, depois de belíssima jogada de Flavinho pela esquerda.
 
Herrera, abraçado a Fellype Gabriel, comemora um de seus gols (Foto: FernandoSoutello / AGIF)O pouco interesse do time em campo fez a torcida alvinegra se irritarprofundamente, em especial com o lateral-direito Lucas, que, vaiado, acabou sendosubstituído aos 30 pelo xará Zen. Apesar disso, num raro momento de velocidade, oBotafogo fez o segundo. Fellype Gabriel recebeu na direita, em posição de impedimento,avançou à linha de fundo e cruzou bem para Herrera completar para marcar.O gol animou o Alvinegro, que quase fez o terceiro, em cabeçada de Antônio Carlos.Animou tanto, que o zagueiro relaxou numa saída de bola errada e Douglas seaproveitou para diminuir, contando com a sorte, já que a bola tocou em Fábio Ferreira eenganou Jefferson. Quando todos pensavam que o Botafogo passaria sufoco nosminutos finais, Herrera aproveitou com perfeição uma boa jogada de Lucas Zen peladireita para fazer o seu segundo e o terceiro do time, acabando com as esperanças doFriburguense, que ainda teve uma chance em nova falha da defesa adversária, mas afalta de categoria dos seus atacantes não permitiu: a bola foi para fora após Ziquinha seenrolar com ela e, na sobra, Marcelo dar um chute torto de fora da área.Após o apito final, o técnico Oswaldo de Oliveira reuniu todos os seus jogadores e saiude braços dados com eles para o vestiário.Botafogo bate o Friburguense e está na semifinal da Taça Rio Alvinegro conta com oempate do Resende com o Volta Redonda para antecipar a sua classificação no Grupo Ado segundo turno do Carioca Por GLOBOESPORTE.COM Rio de Janeiro A apresentaçãodeixou muito a desejar, mas a vitória de 3 a 1 sobre o Friburguense, neste domingo, noEngenhão, com gols do ídolo Loco Abreu, que voltava ao time após três jogos, e dois deHerrera, que o substituiu no segundo tempo, valeu muito para o Botafogo. Afinal, alémdos três pontos conquistados, o empate do Resende com o Volta Redonda, em 1 a 1,garantiu ao Alvinegro a classificação antecipada para a semifinal da Taça Rio. Por outrolado, o Friburguense não tem mais qualquer aspiração na competição, nem corre riscode rebaixamento.O Botafogo, que chegou a 17 pontos, um a menos que o Flamengo e quatro a mais que oResende, ocupa o segundo lugar no Grupo A. A equipe serrana ficou com cinco pontosno Grupo B. Na última rodada, o Botafogo lutará pela primeira colocação da chavecontra o Boavista, em São Januário, no próximo domingo, às 16h (de Brasília), enquantoque no mesmo dia e horário, o Flamengo pega o Americano, no Engenhão. OFriburguense fecha sua participação no estadual contra o desesperado Bonsucesso, noestádio Eduardo Guinle, em Nova Friburgo.A configuração inicial da partida mostrava um ataque contra defesa. Mas o Botafogo, otime ofensivo em campo, jogava com pouca velocidade e pouco criava, quando aos noveminutos o Friburguense, que esperava o momento do bote, quase abriu o marcador. Jefferson fez grande defesa, abafando chute à queima-roupa de Ricardinho. A respostaalvinegra só veio cinco minutos depois em chute forte e com efeito de Elkeson, que ogoleiro Marcos defendeu parcialmente. A partir daí, o Botafogo passou a encurralar oadversário, mas falhava muito no último passe. Isso durou até a parada técnica, aos 20.Loco Abreu comemora o seu gol. Renato chega para cumprimentá-lo (Foto: Fernando

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->