Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Respostas Lista de exercícios - nº 3 2012 1 A Economia

Respostas Lista de exercícios - nº 3 2012 1 A Economia

Ratings: (0)|Views: 104 |Likes:
Published by Priscilla Masioli

More info:

Published by: Priscilla Masioli on Apr 10, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/10/2012

pdf

text

original

 
Lista de exercícios nº 3 - RespostasExercício 1:
a)
H
0
para hipótese nula; H
1
para hipótese alternativa.
 b)
α
= erro do tipo I e
β
= erro do tipo II.
c)
A probabilidade de cometer um erro do Tipo I, é representado por alfa (
α
), éidentificada como nível de significância do teste estatístico.
d)
O complemento da probabilidade de um erro do Tipo I, (1 -
α
), é conhecido comocoeficiente de confiança. Ao ser multiplicado por 100%, o coeficiente de confiançaresulta no nível de confiança, que foi estudado ao serem construídos intervalos deconfiança. Portanto, representa a probabilidade de que seja concluído que o valor dopametro, conforme especificado na hipótese nula, é plausível quando ele éverdadeiro.
e)
A probabilidade de cometer um erro do Tipo II, é representado por beta (
β
),depende da diferença entre o valor constante da hipótese e os verdadeiros valoresdo parâmetro da população.
f)
É a probabilidade de que você venha rejeitar a hipótese nula quando ela é falsa edeve ser rejeitada
Exercício 2:
H
0
) O acusado é culpado; H
1
) O acusado é inocente. Um erro do Tipo I seria nãocondenar uma pessoa culpada. Um erro do Tipo II seria condenar uma pessoa inocente.
Exercício 3:
Como Z = +2,21 > 1,96, rejeitar a hipótese nula.
Exercício 4:
Rejeitar a hipótese nula se Z < -2,58 ou se Z > 2,58.
Exercício 5:
0,0456 e 0,1676.
Exercício 6:
H
O
)
µ
= 3,0; H
1
)
µ
 
3,0 / Z
calculado
= 1,2 / Não há evidências para rejeitar H
O
.
Exercício 7:
H
O
)
µ
= 115; H
1
)
µ
 
115 / t
calculado
= 0,6708 / Não há evidências para rejeitar H
O
.
 
Exercício 8 - Resolução:
a)
H
O
) p = 0,6H
1
) p
0,6
 b)
A distribuição de probabilidade da proporção é dada por:P ~ (0,6; ((0,6)*(0,4))/1.000) = (0,6; 0,00024).
c)
O teste é bilateral com
α
= 0,05,
α/2
= 0,05/2 = 0,025. Portanto, os valores críticosde Z são -1,96 e +1,96. A região de rejeição é: Z < -1,96 ou Z > 1,96. A região de nãorejeição é -1,96 < Z < 1,96.A proporção da população é 0,6 e a proporção da amostra é dada por 530/1000 = 0,53.Calculando o Z temos:
52,4000.124,007,0000.1)6,01(6,0 6,053,0 )1(ˆ
====
n p p p p Z 
Comparando o Z calculado com o tabelado temos que o Z = -4,52 < -1,96, portantorejeitamos a hipótese nula.Outra forma de resolver depois de calcular o ZPodemos resolver esse exercício pela abordagem do
p-value 
.A probabilidade de um valor abaixo de -4,52 é zero (consultando a tabela da normal). Aprobabilidade de um valor abaixo de +4,52 é um (consultando da tabela da normal). Nessecaso, a probabilidade de um valor acima de +4,52 é 1-1 = 0. O
p-value 
para esse testebicaudal é 0 + 0 = 0. Zero < 0,05, portanto você rejeita a hipótese nula.
Exercício 9:
 a) H
O
)
µ
= 70; H
1
)
µ
 
70 / Z
calculado
= -1,80 / Não rejeita H
O
;b) p-value = 2 * (0,0359) = 0,0718. A probabilidade de se obter uma amostra de 49 peças queresulte em uma média aritmética de resistência de rompimento mais distante da médiaaritmética da população formulada na hipótese do que essa amostra é 0,0718 ou 7,18%;c) Z
calculado
= -3,60 \ Rejeitar H
O
;d) Z
calculado
= -2,00 \ Rejeitar H
O
;
Exercício 10:
Z = + 2,33 e Z = -2,33
Exercício 11:
p-value = 0,0228 e p-value = 0,0838

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->