Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
2Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Nova técnica para Inspeção Visual Automática Dimensional em Tempo Real_v7 revisada cristiano secão 6

Nova técnica para Inspeção Visual Automática Dimensional em Tempo Real_v7 revisada cristiano secão 6

Ratings: (0)|Views: 369|Likes:
Published by AbelGuilhermino

More info:

Published by: AbelGuilhermino on Apr 12, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOCX, TXT or read online from Scribd
See More
See less

09/12/2012

pdf

text

original

 
Nova Técnica para Inspeção Visual Automática Dimensional emTempo Real:Sistema Embarcado de Baixo Custo para Detecção de Defeitosem Bordas na Linha de Produção Industrial
Ygo N. Batista
1,2
, Rafael M. Macieira
1
, Ricardo L. Mota
1
, Antonio Vaz
3
,Abel Guilhermino
1
, Cristiano C. Araújo
1
 
1. Centro de Informática, Universidade Federal de Pernambuco, Recife-PE, Brasil  2. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco, Pesqueira-PE, Brasil 3. Optanica Soluções Fotônicas Ltda., Recife-PE, Brasil 
Enviado em xx de Agosto de 2010
Resumo
Este artigo apresenta Uuma nova técnicade IVApara detecção de defeitos em bordas e uma aplicaçãoe uma implementação baseada em microcontrolador desta técnica para esta são apresentadas em detalhes. Os principaisdiferenciais da técnica são a iluminação estruturada, que reduz significantemente o esforço computacional pararealizar a segmentação da imagem
 
e a flexibilidade de aplicação da técnica em diversas arquiteturas (câmeras
 
analógicas ou digitais / microcontroladores, DSPs ou FPGAs).A solução proposta tem menor tempo de resposta,
 
maior compactação e menor complexidade do hardware em relação às soluções apresentadas em outros artigos
 
relevantes relacionados. O estudo de caso apresentado neste artigo é o resultado deA técnica de IVA a
 
implementação propostas foram aplicadas aum problema industrial realonde está sendo proposta um sistema
 
para detecção de irregularidades emonde foram detectados com sucesso defeitos embordas de tubos de creme
 
dentalna em umalinha de produção.A solução proposta tem menor tempo de resposta (melhor desempenho),
 
maior compactação e menor complexidade do hardware em relação às soluções apresentadas em outros artigos
 
relevantes relacionados. Palavras-chave: Sistema embarcado, Inspeção Visual Automática, Detecção de defeitos em bordas.
1
 
Introdução
 
A Inspeção Visual Automática (IVA) é uma das
 
principais aplicações de Avisão de máquinapode
 
fornecer soluções inovadoras para diversos
 
problemas de automação industrial. . Dentre eles, a
 
Inspeção Visual Automática (IVA) encontra-se entre
 
as suas principais aplicações.Com este tipo de
 
inspeção pode-se melhorar a produtividade equalidade na linha de produçãode indústrias, ou seja,
 
fornecer vantagens competitivas para as indústrias
 
que a utilizarem[1]. Por exemplo, com o sistema de
 
IVA realizado por C. Fernandez [2], a classificação desegmentos delaranjas ficou 27 vezes mais rápida e os
 
erros desta foram reduzidos em 65% quandocomparado com a inspeção humana. Sistemas de IVA em geral se baseiam em soluções
 
complexas e necessitam de uma grande capacidade
 
de processamento, sendo necessário a utilização de
 
PCs[REFs]. A complexidade do sistema se apresenta
 
na utilização de iluminação a laser [8][5],projetores
 
de padrão [9][10] e iluminação difusa linear[4][11]. 
 
Porém, é crescente a demanda por sistemas de IVA
 
embarcada[3][6][MAIS REFs].
 
em aplicações mais dedicadas, onde há a
 
necessidade de melhoria de desempenho,
 
portabilidade, custo, tamanho e/ou consumo de
 
energia, o uso de um sistema embarcado dedicado em
 
substituição ao computador também se torna
 
necessário, por exemplo, em verificação de ferrovias
 
[6].Verificar se as dimensões de um objeto estão deacordo com as especificações é uma atividadeconstantemente demandada pela indústria [1]. Estetipo de inspeção é denominada dimensional. Dentre
 
Comment [CA1]:
Verificar se isto estádemonstrado no artigo.
Comment [CA2]:
O que significa maiorcompactação?
Comment [CA3]:
Destaquei as vantagens daproposta após a sua descrição.
Comment [CA4]:
A técnica e implementaçãoforam aplicadas no chão de fábrica? Se não ent é preciso adequar o texto.
Comment [CA5]:Comment [CA6]:
Tentar reduzir o texto seperder o conteúdo.
Comment [CA7]:
Falar de IVA dimensionalintrodução.
Comment [CA8]:
Este parágrafo deve focarnecessidades de IVA embarcada, desafios quanao sistema de iluminação e velocidade dainspeção. Deve citar rapidamente as referênciados trabalhos relacionados.
Formatted:
Indent: First line: 0"
 
suas aplicações, pode-se verificar o diâmetro de umagarrafa produzida [3], a qualidade da soldagem emPCI [4] e as dimensões de um cone de alto-falante [5].A Figura 1 mostra a estrutura de um sistema típico deInspeção Visual Automática incluindo inspeçãodimensional. Primeiro, utiliza-se uma iluminaçãoespecífica sobre o objeto a fim de facilitar a aquisiçãopela câmera das características relevantes para aidentificação da irregularidade. Para a aquisição daimagem, geralmente são utilizadas uma ou maiscâmeras em posições fixas. O computador éresponsável pelo processamento da imagem,classificação e enviar sinais para o controlador doprocesso produtivo.Quando o processo demanda uma restrição detempo mais crítica ou um processamento maisintensivo, utiliza-se um hardware de aplicaçãoespecífica, como um processador digital de sinais(DSP), um circuito lógico programável (FPGA) ou umcircuito integrado de aplicação específica (ASIC) paraauxiliar o processador principal (ver ), por exemplo,na verificação dimensional de garrafas [3].Emaplicações mais dedicadas, onde há a necessidade demelhoria de desempenho, portabilidade, custo,tamanho e/ou consumo de energia, o uso de umsistema embarcado dedicado em substituição aocomputador também se torna necessário, porexemplo, em verificação de ferrovias [6].
Figura 1: Sistema típico de Inspeção Visual Automática
A escolha da melhor solução embarcada paraviabilidade da inspeção visual automática podedepender de vários fatores, tais como: capacidade deprocessamento, precisão, custo do desenvolvimento ede produção, volume da produção, dentre outras. O maior desafio para se desenvolver um sistemade IVA viável é satisfazer a demanda crescente pordesempenho (tempo de resposta, precisão dosistema) e as restrições no uso dos recursosindustriais (financeiros, humanos, físicos,
 
energéticos) [7].
 
Este artigo apresenta uma nova técnica de IVAcujas principais vantagens são o menor tempo deresposta e a utilização mais eficiente do hardware(que pode ter câmeras analógicas ou digitais /microcontroladores, DSPs ou FPGAs).O restante do artigo está estruturado da seguinte
 
maneira. Na seção2 é contextualizada a IVA
 
dimensional. Trabalhos relacionados são discutidosna seção 3.A técnica proposta é apresentada na seção
 
1.Na seção5 é apresentado um estudo de caso
 
industrial. Resultados são discutidos na seção 6 e
 
conclusões e trabalhos futuros na seção 7.
 
Além da técnica, são apresentadas as principais
 
características da inspeção visual automática
 
dimensional, alguns trabalhos relacionados
 
relevantes, um detalhamento da arquitetura
 
proposta, os principais resultados experimentais e
 
uma proposta para trabalhos futuros.
2
 
Inspeção visual automática dimensional
 
Verificar se as dimensões de um objeto estão de
 
acordo com as especificações é uma atividade
 
constantemente demandada pela indústria[1]. Este
 
tipo de inspeção é denominada dimensional. Dentre
 
suas aplicações, pode-se verificar o diâmetro de uma
 
garrafa produzida[3], a qualidade da soldagem em
 
PCI[4]e as dimensões de um cone de alto-falante[5].
 
A mostra a estrutura de um sistema típico de IVA
 
dimensional. Primeiro, utiliza-se uma iluminação
 
específica sobre o objeto a fim de facilitar a aquisição
 
pela câmera das características relevantes para a
 
identificação da irregularidade. Para a aquisição da
 
imagem, geralmente são utilizadas uma ou mais
 
câmeras em posições fixas. O computador é
 
responsável pelo processamento da imagem,
 
classificação e enviar sinais para o controlador do
 
processo produtivo.
 
Field Code ChangedComment [CA9]:
Reescrever as frases doparágrafo de tal maneira a eliminar os espaçosbranco tão grandes no final do parágrafo.
Comment [CA10]:
A introdução sempretermina com um parágrafo descrevendo o quevisto em cada seção do artigo.
Field Code ChangedComment [CA11]:
A figura mostra o hardwde processamento de imagem mas não há textosobre isto. Sugestão, eliminiar o hardware deprocessamento de imagem desta figura.
Comment [CA12]:
Figura mostra o sistemanão apenas de IVA mas de atuação também(sistema de controle) faz sentido no contexto dartigo?
 
 
Figura1: Sistema típico de Inspeção Visual Automática
A Figura 2Figura 2Figura 2 mostra as etapas de um processo típico de IVA. Este processo pode serdividido em três etapas distintas. A primeira,processamento de baixo nível, inclui a aquisição daimagem e o pré-processamento. A aquisição se referea converter o sinal luminoso em sinal elétrico e o pré-processamento ajuda a melhorar a qualidade daimagem removendo distorções e ruídos indesejáveise/ou acentuando as características de interesse.Podem ser utilizadas diferentes tecnicas deiluminação; laser [8][5],projetores de padrão [9][10]  e iluminação difusa linear[4][11].Com relação ao pré-processamento pode-se utilizar um filtromediana para remover ruídos impulsivos [12]. 
Figura 2: Etapas de um sistema típico de IVA
 
A etapa intermediária envolve a segmentação,representação e a descrição da imagem. Asegmentação é uma das atividades mais importante ecomplexa em todo o processamento da imagem.Nesta atividade as áreas de interesse sãoidentificadas. Em seguida, podemos representar aregião de interesse em termos de suas característicasinternas (pixels que compõem a região) oucaracterísticas externas (bordas).Vários métodoscomo limiarização [8][15],segmentação baseada em regiões[12], 
 
ligação entre pontos que configurem
 
uma curva de uma determinada forma [8] e detecção de borda[3][14] podem ser utilizados.
 
A próxima tarefa é descrever a região baseado narepresentação escolhida. Por exemplo, uma regiãopode ser representada por sua borda e descrita pelotamanho e/ou número de concavidades da borda.O reconhecimento de padrões é a primeiraatividade no processamento de alto nível. Oreconhecimento é a classificação da descriçãoquantitativa ou estrutural do objeto de interesse emuma imagem. A última tarefa da IVA é a interpretaçãoda imagem, que consiste em atribuir um significadoaos diversos elementos reconhecidos na imagem. Aofinal da etapa de alto nível, o sistema deverá sercapaz de tomar decisões, tais como controlar umprocesso produtivo (ex.: guiar um braço robótico),propagar características do objeto sob teste paraoutras etapas do processo (ex.: classificar de peças) edetectar defeitos ou faltas (ex.: descartar peçasquebradas)[1][1][1]. 
 
A seguir são apresentadas as principais tecnologias
 
relacionadas às atividades foco (aquisição, pré-
 
processamento e segmentação) da técnica proposta
 
neste artigo.
 2.1Tecnologias de aquisição da imagem na IVAdimensional 
A etapa de aquisição dos dados geralmente érealizada utilizando iluminação estruturadaintegrada com uma ou mais câmeras CMOS ou CCD. Ocircuito de digitalização do sinal da imagem énormalmente integrado na câmera. A iluminaçãoestruturada pode ser realizada utilizando laser,projetores de padrão, iluminação difusa spot e linearmultiplexada no tempo e/ou no comprimento deonda da luz (cor).A iluminação a laser pode ser observada nos sistemasde localização de frutas em árvores[8]e de detecçãode defeitos em cones de alto-falantes[5].Nestessistemas foram observados a fragilidade das partesmecânicas (que contém espelhos e motores) e o longotempo para aquisição da imagem (25s para detecçãodas frutas nas árvores e 3s para verificação de umcone).A utilização de projetores de padrão, especificamentede linhas, foi vista nos sistemas de digitalização demoldes dentários[9]e de medição de objetos 3D[10].Observa-se que esta técnica é precisa (na ordemde micrômetros) e mais rápida que a laser (0,5s para
 
Comment [CA13]:
Numerar as etapas doprocesso na figura.
Formatted:
Caption
Comment [CA14]:
Trazido da introdução.
Formatted:
Portuguese (Brazil), Highlight
Formatted:
Portuguese (Brazil)
Formatted:
Portuguese (Brazil), Highlight
Formatted:
Portuguese (Brazil), Highlight
Formatted:
Indent: First line: 0"
Formatted:
Indent: Left: 0", First line: 0"
Formatted:
Bullets and Numbering
Formatted:
Indent: First line: 0"

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->