Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
25Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Cuidados de Enfermagem Fratura de Femur

Cuidados de Enfermagem Fratura de Femur

Ratings: (0)|Views: 5,897 |Likes:
Published by Ricardo Megetto

More info:

Published by: Ricardo Megetto on Apr 13, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/01/2013

pdf

text

original

 
Cuidados de enfermagem
prescreve os cuidados de enfermagem (CE) descritos a seguir: (DE1) Dor relacionadaà fratura: (CE) Posicionar o membro de maneira adequada, imobilizar o osso fraturado, elevar omembro (se possível), avaliar sinais de infecção; (DE2) Mobilidade física prejudicadarelacionada a dor: (CE2) Elevar e/ou apoiar adequadamente o membro, manter o membro emposicionamento correto; (DE3): Risco para Hemorragia: (CE3) Monitorizar sinais vitais, Avaliarsinais de choque; (DE4): Integridade cutânea comprometida; (CE4) Realizar curativos, Avaliarpontos de compressão (escápulas, região sacra, região poplítea, panturrilha e calcanhar),Manter lençóis sempre secos e esticados, Reposicionar sempre que possível o cliente, Usaraparelhos deproteção pra aliviar compressão em proeminências ósseas; (DE5): Risco paradisfunção neurovascular periférica, relacionada ao retorno venoso comprometido; (CE5):Avaliar frequentemente o estado neurovascular, Elevar o membro, Retirar fatores que podemestar comprimindo o sistema venoso (faixas, bandagens, torniquete), Avaliar dor na flexãopassiva do pé, Avaliar sensações, dormências e mobilidade dos pés e artelos; (DE6): Riscopara infecção; (CE6): Avaliar a presença de sinais flogísticos, Monitorizartemperatura e sinais de infecção, Realizar procedimentos utilizando técnica asséptica; (DE7):Ansiedade relacionado ao estado de saúde e tratamento; (CE7): Explicar cada cuidado a serprestado, Encoraja-lo a participar do seu cuidado; (DE8): Risco para o descontrole emocional;(CE8): Permitir que o paciente expresse sua angustia e medo, Dar apoio emocional; (DE9):Padrão de lazer ineficaz relacionado a dor eimobilidade, (CE10): Incentivar arealização de atividades lúdicas conforme suas possibilidades.Patologia
Fraturaé uma ruptura na continuidade do osso, ocorrendo quando a força aplicada sobre o osso é maior que aforça que ele consegue suportar. As fraturasdefêmur são fraturas gravesegeralmente resultamdeum trauma externo direto, porém tQuando o osso é quebrado, as estruturas adjacentes também são afetadas, resultandoem edemadetecidos moles, hemorragia para dentro dos músculosearticulações, luxações articulares, tendões rompidos, nervos laceradosevasos sanguíneos lesados. Assim, as principais queixas são: dor,incapacidadedemexer o membroedeformidade, embora possa variardeacordo com a localizaçãoeo tipode fratura. O fêmur é um osso longodeforma tubular que articula-se ao nível do quadril com o osso ilíacoese estende até o joelho articulando-se com a patela, a tíbiaea fíbula. Em sua epífise superior podemos observar a cabeça do fêmur,deforma esférica, o coloeduas eminências, os trocânteres maioremenor, para inserções musculares. A diáfise femural é longa, resistente, ligeiramente curvaeretorcida sobre o seu eixo, éconstituída por osso compactoeapresenta um canal medular no seu interior. Na epífise inferior encontramos assuperfícies articulares que formam o joelho: tróclea do fêmur, epicôndilo lateralemedial, côndilomedialelateral, fossa intercondilareface patelar (HERBERT, 2008). O fêmur é bastante vascularizadoeparticipa da locomoçãoesustentação do corpo. Está envolto por grandes massas musculares, dificultando sua exposição óssea em casode fratura, porém, quando ela ocorre, está sempre associada à lesãodepartes moles, especialmente músculos. O conhecimento do tipode fratura defêmuresua causa são importantes para a escolha dotratamento emanuseio do corpo, visando uma recuperação rápidaeeficiente do paciente. Existem diferentes tiposdefraturas que podem acometer o fêmur, onde destacamos as maiscomuns:fratura decabeça do fêmur, colodefêmur, diáfise femural,fraturatranstrocantéricae fraturasubtrocantérica (AAOS/SBOT, 2000)ambém pode ocorrer em conseqüênciadealguma deformidade óssea ou patologiasAs fraturas do fêmur podem ser dividias em 3 grupos: as fraturas proximais, asfraturas da diáfise e as fraturas distais.
As fraturas de quadril e de fêmur ocorrem devido a traumas diversos, tendo como agravante aosteoporose (doença que enfraquece os ossos e predispõe o organismo a sofrer esse dano - vejamais sobre diagnóstico da osteoporose no final dessa notícia). E são classificadas em dois gruposdistintos: o primeiro é o de traumas de baixo impacto, e o segundo os de alto impacto resultantes deacidentes veiculares e similares. Outros fatores de risco são os distúrbios posturais, alterações
 
musculoesqueléticas, diminuição da capacidade visual e auditiva, ingestão de medicamentos quealteram a cognição, gerando desequilíbrio e quedas.
i 
diagnostico
exame físicoexame clinico e radiologicos
TratamentoOtratamentopode ser conservador atravésderedução fechada, imobilização por gessoetração esquelética, ou cirúrgico atravésdeosteossíntese, fixação externa, fixação interna com haste intramedular, fixação porplaca, artroplastia parcialeartroplastia total. As complicações podem ser precoces ou tardias. As complicaçõesprecoces incluem choque, síndrome compartimental, tromboembolia, coagulopatia intravasculardisseminadaeinfecção. Já as complicações tardias compreendem união tardia, não união, necrose avascular,reação dos aparelhosdefixação interna, osteoartrose, distrofia simpática reflexaeossificação heterotrófica (AAOS/SBOT, 2000). O enfermeiro como parte da equipedesaúdetem papel fundamental no processodecuidado. Ao avaliar cada o estado clínico, físicoea história do trauma que ocasionou afraturano fêmuresuas complexidades,
O tratamento da maioria destas fraturas é cirúrgico, sendo o conservadorreservado somente a algumas fraturas incompletas ou sem desvio. Acirurgia visa a redução e fixação estável da fratura, utilizando os maisvariados métodos de osteossíntese
Processo de Enfermagem
 – 
Cuidado pós-operatório dopaciente que sesubmete à cirurgia ortopédica
Durante as primeiras 24 a 48 horas, o alívio da dor e
 
prevenções de complicaçõesconstitui prioridades.A enfermeiradeve continuar com o plano de cuidado. Neste período sãoreavaliadasas necessidades do paciente em relação à dor,estado neurovascular, promoção da saúde,mobilidade e auto-estima. (SMELTZER & BARE, 2004)
 
 
O trauma esquelético, a cirurgia realizada nos ossos, músculos earticulações podem produzir dor significativa durante osprimeiros dois dias de pós-operatório.Encorajar a respirão
 
profunda, tosse e exercícios de flexão do pé a cada 1 a2horas.Administração de antibióticos profiláticos endovenososprescritos.A perfusão tecidual deve ser monitorizada de pertoporque o edema e osangramento para dentro dos tecidos podem comprometer a circulão e resultar em ndromecompartimental.A inatividade contribui para a estase venosa e desenvolvimento daTVP.Meias de compressão elástica até um ponto
 
elevado na coxa e os aparelhos decompressão pneumáticasão utilizadas para prevenir a estase venosa. (SMELTZER &BARE,2004)Um travesseiro é colocado entre as pernas paramanter abdução e alinhamento, bemcomo fornecer o suportenecessário para a rotação do corpo.Histórico das funçõesrespiratórias, gastrintestinal e urinária fornece dados sobre afunçãodessessistemas.Anestesia, analgesia e imobilidade podem resu
 
ltar em funcionamento alterado dessessintomas.Aenfermeira deve observar os limites prescritos para amobilidade e avaliaracompreensão das restrições da mobilidade por parte do paciente (método para oreposicionamento do cliente). (SMELTZER & BARE,2004)Avaliar e monitorizar o paciente para os problemas potenciais relacionados àcirurgia. O freqüentehistórico dos sinais vitais, nível de consciência, estado

Activity (25)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Carla Angeloni liked this
Alberto Veloso liked this
Deyvison52 liked this
Mayara Locatelli liked this
Gyy Fagundes liked this
Lyninha Lyndi liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->