Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword or section
Like this
4Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Albert Hofmann LSD - Minha Criança Problema

Albert Hofmann LSD - Minha Criança Problema

Ratings: (0)|Views: 867 |Likes:
Published by renato.malik

More info:

Published by: renato.malik on Dec 14, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/11/2013

pdf

text

original

 
 Albert Hofmann:
LSD - Minha Criança Problema
Notas sobre a Tradução do Inglês para o Português.
O conteúdo deste livro foi traduzido mecanicamente através do Globallink Translator Pro pois realmente eu não teria nem a capacidade nem paciência para executar taltarefa. Este processo de tradução não é perfeito, mas acredito que pelo menos cumpre atarefa de possibilitar uma boa compreensão do texto por aqueles com mais dificuldadeno domínio do idioma inglês. Se uma parte do texto se apresentar obscura ou mesmointeligível, tente o original que pode ser obtido em vários locais da Internet. Emwww.mt.cs.cmu.edu/ehn/release/problem-child.htmlfoi de onde eu busquei o textoque foi submetido ao Globallink e emwww.lycaeum.org/books/books/my_problem_childele está formatado em HTML eigualmente serviu de base para formatar o texto traduzido.Se alguém conhecer uma tradução melhor elaborada, por favor me avise para que eusubstitua a minha por um link a ela. Também agradeceria qualquer ajuda no sentido demelhorar esta tradução.<neumart@usa.net> 
Prefácio do Tradutor (do alemão para o inglês)
Foram publicados em inglês, numerosos artigos sobre a descoberta do LSD;infelizmente, nenhum foi completamente preciso. Aqui, afinal, o pai do LSD detalhahistória de sua "criança problema" e de sua longa e frutífera carreira como umquímico de pesquisa. Num sentido real, este livro é a história interior do nascimento daIdade Psicodélica, e não pode ser negado que nós tenhamos aqui um conhecimentoaltamente sincero e pessoal numa das descobertas científicas mais importantes de nossotempo, cuja significância ainda hoje recai sobre a humanidade.Ultrapassando seu valor histórico, é a imensa importância filosófica deste trabalho. Nunca antes teve um químico, perito na mais materialista das ciências, avançado numaCosmovisão de tal natureza mística e transcendental. LSD, psilocybin, e os outrosalucinógenos realmente realizam, como Albert Hofmann afirma, "quebras" no edifícioda racionalidade materialista, quebras que faríamos bem explorar e talvez aprofundar.Como escritor, tenho grande satisfação em saber que, por este livro, o leitor americano,interessado por alucinógenos, será apresentado aos trabalhos de Rudolf Gelpke, ErnstJunger e Walter Vogt, escritores que são todos muito pouco conhecidos por aqui. Comas notáveis exceções de Huxley e Wasson, os outros escritores ingleses e americanossobre experiências alucinógenas são de longe, muito menos distinguidos e eloqüentesque eles.
 
Esta tradução foi cuidadosamente revisada por Albert Hofmann que tornou minha tarefamais simples e agradável. Eu sou grato a R. Gordon Wasson por revisar os capítulossobre "Os parentes mexicanos" do LSD e em "Ska Maria Pastora" por precisão eestilo.Dois capítulos deste livro - "Como Originou o LSD" e "LSD - Experiência eRealidade" foram apresentados anteriormente por Albert Hofmann, durante aconferência internacional "Alucinógenos, Shamanismo e Vida Moderna", em SãoFrancisco, na tarde de sábado, 30 de setembro de 1978. Como parte dos procedimentos da conferência, o primeiro capítulo foi publicado no Diário de DrogasPsicodélicas, Vol. 11 (1-2), 1979.Jonathan OttVashon Island, Washington
Prefácio do Autor
Existem experiências que a maioria de nós hesita em falar a respeito porque elas nãocombinam com a realidade cotidiana e desafiam uma explicação racional. Estas não sãoocorrências externas particulares, mas sim eventos de nossas vidas interiores quegeralmente são refutados como invenções da imaginação e são excluídos da nossamemória. De repente, a visão familiar de nossos ambientes é transformada de ummodo estranho, delicioso, ou alarmante: aparece para nós sob uma nova luz,assumindo um significado especial. Tal experiência pode ser rápida como a luz e passageira como uma respiração de ar, ou pode se imprimir profundamente em nossasmentes.Um encantamento deste tipo, que eu experimentei na infância, permaneceunotavelmente vívido desde então na minha memória. Aconteceu numa manhã de maio- eu esqueci o ano - mas ainda posso apontar o lugar exato onde aconteceu, numcaminho da floresta em Martinsberg perto de Baden, Suíça. Enquanto eu passeava pelos frescos bosques verdejantes, cheios de canções de pássaros e iluminado pelo solda manhã, tudo de uma vez e cada coisa apareceu numa incomum luz clara. Isto eraalgo que eu simplesmente não tinha notado antes? Estava eu descobrindo, de repente,como de fato a floresta da primavera se parece? Brilhava com o esplendor mais bonito,falando ao coração, como se quisesse me cercar de sua majestade. Eu estava repleto deuma indescritível sensação de alegria, identidade, e uma segurança repleta defelicidade.Eu não tenho nenhuma idéia de quanto durou este encantamento. Mas me recordo da preocupação ansiosa que eu sentia enquanto a radiação ia lentamente se dissolvendo eeu nela caminhando: como pôde uma visão, que era tão real e convincente, tãodiretamente e profundamente sumir - como pôde terminar tão depressa? E como eu poderia contar para qualquer pessoa sobre isto, como minha alegria transbordante mecompelia a fazer, já que que eu sabia não haver palavras para descrever o que eu tinhavisto? Parecia estranho que eu, uma criança, tinha visto algo tão maravilhoso, algoque os adultos obviamente não percebem - porque eu nunca tinha ouvido elesmencionarem algo semelhante.
 
Enquanto eu era uma criança, experimentei vários outros destes momentos de profundaeuforia em minhas correrias pela floresta e pelo prado. Estas foram experiências quemoldaram os principais esboços de minha visão do mundo e me convenceram daexistência de uma realidade milagrosa, poderosa, insondável, que estava oculta davisão cotidiana. Naquele tempo, freqüentemente ficava preocupado desejando saber se algum dia euiria, como adulto, poder comunicar estas experiências; se eu teria uma chance paradescrever minhas visões em poesias ou pinturas. Mas sabendo que eu não tinha o dom para ser um poeta ou artista, assumi que teria de manter estas experiências para mimmesmo, importantes como eram para mim.Inesperadamente, por uma rara casualidade, muito mais recentemente e na meiaidade, um vínculo foi estabelecido entre minha profissão e estas experiênciasvisionárias da infância.Porque eu quis aumentar meu conhecimento sobre a estrutura e essência do assunto,tornei-me um químico de pesquisa. Intrigado pelo mundo das plantas desde cedo nainfância, decidi me especializar na pesquisa dos componentes de plantas medicinais. No decorrer desta carreira fui conduzido às substâncias psicoativas e causadoras dealucinação que, sob certas condições, podem evocar estados visionários semelhante àsexperiências espontâneas justamente descritas. A mais importante destas substânciasalucinógenas veio a ser conhecida como LSD. Alucinógenos, como combinaçõesativas de interesse científico considerável, ganharam entrada na pesquisa medicinal, biologia e psiquiatria, e depois - especialmente o LSD - também obtiveram largadifusão na cultura das drogas.Estudando a literatura relacionada com meu trabalho, dei conta do grande significadouniversal da experiência visionária. Representa um papel dominante não só emmisticismo e história da religião, mas também no processo criativo na arte, literatura eciência. Recentes investigações mostraram que muitas pessoas também têmexperiências visionárias na vida diária. A maioria de nós, entretanto, não reconhece seusignificado e valor. Experiências místicas, como essa que marcou minha infância,aparentemente estão longe de serem raras.Há hoje um esforço difundido em relação a experiências místicas para inovaçõesvisionárias, para uma realidade mais profunda, mais abrangente do que percebe anossa consciência racional cotidiana. Estão sendo feitos esforços para transcender nossa visão mundial materialista de vários modos, não só pelos participantes demovimentos religiosos Orientais, mas também por psiquiatras profissionais que estãoadotando tal experiência espiritual profunda como um princípio terapêutico básico.Eu compartilho da convicção de muitos de meus contemporâneos que a crise espiritualque penetra todas as esferas da sociedade industrial Ocidental só pode ser curada por uma mudança em nossa visão mundial. Nós teremos que trocar do materialismo, daconvicção dualista que as pessoas e o ambiente delas são duas coisa separadas, parauma nova consciência de uma realidade toda abrangente que abraça o egoexperimentado, uma realidade na qual as pessoas sentem a unicidade delas comnatureza animada e o todo da criação.

Activity (4)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Amanda Mota liked this
Marcelo Peccioli liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->