Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Consciência Negra - SH

Consciência Negra - SH

Ratings: (0)|Views: 7 |Likes:
Published by ecos_sexualidade

More info:

Published by: ecos_sexualidade on Apr 18, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/25/2013

pdf

text

original

 
O
Projeto Segurança Humana SH 
tem como uma desuas missões apoiar propostas direcionadas para a igualdadee equidade racial e de gênero. Assim, neste ano, o projeto sealia às pessoas e organizações que deendem o fm de todo equalquer tipo de preconceito e discriminação contra as pessoasem geral, a população arobrasileira e as mulheres.Desde 2008, a comunidade de Itaquera, em São Paulo,organizada por meio de um grupo de representantes deorganizações governamentais e não-governamentais,associações e pessoas da comunidade, chamado
GrupoNuclear
, tem se reunido sob a coordenação da
ECOS
,recebendo ormações, trocando saberes, e preparando-se parapromover ações que atendam às demandas da comunidade.O
Grupo Nuclear do Projeto Segurança Humana
 vem exercendo o importante papel de protagonizar, debatere realizar eventos e ofcinas com uma ênase especial noenrentamento de situações de desigualdade de gênero, raça/etnia, geracional e orientação sexual. Já tendo executado diversas ações no passado, neste anoe neste momento, uma das propostas do
Grupo Nuclear doProjeto Segurança Humana – Eixo Comunidade
para as regiõesde Itaquera, José Boniácio, Cidade Líder e Parque do Carmoé participar das ações do
Dia da Consciência Negra
e divulgaramplamente a
Lei nº 10.639/2003
que instituiu o ensinoobrigatório de história e cultura arobrasileiras nas escolas,enatizando a importância dessa população nas áreas social,econômica e política na história do Brasil.Para tanto, um dos instrumentos para acelebração do
Dia da Consciência Negra
é adivulgação dessa Lei e este boletim traz textose inormações importantes para enrentarmosas situações de preconceito e discriminaçãoainda tão presentes em nosso país.
Vamos divulgar!
 
 Projeto Segurança Humana.
Começo de conversa
 2 0 1 0
 N o v . / D e z . 
 
No dia 20 de novembro é celebrado noBrasil, o Dia Nacional da Consciência Negra.Nesse dia, o líder guerreiro Zumbi, símboloda resistência do Quilombo de Palmares, oiassassinado.A criação desta data possibilita ummomento de conscientização e reexão sobrea importância da cultura e do povo aricanona ormação da cultura brasileira. Valelembrar que, a população de origem aricanaé constitutiva do povo brasileiro e ez a nossahistória, tanto nos aspectos políticos, sociais ereligiosos quanto na gastronomia, na dança,na música e na arte. Vale dizer também quesempre ocorreu um destaque dos personagenshistóricos de cor branca. Como se a história doBrasil tivesse sido construída somente peloseuropeus e seus descendentes.Portanto, dia 20 de novembro é ,pois, um dia que devemos comemorarnas escolas, nos espaços culturais e emoutros locais, a importância da culturaarobrasileira.Nesse sentido, passos importantes já oram dados. No entanto, aindahá muita coisa para se azer, tendoem vista a persistência do racismo emnossa sociedade.
Dia da Consciência Negra
Grupo Nuclear
Associação de Moradores do Conjunto Habitacional Casa Branca; Associação Rede Corrente Viva; Centro de Cidadania daMulher de Itaquera; Conselho de Segurança Comunitário – Conjunto José Boniácio; EE Pro. Ruth Cabral Troncarelli; FalaNegão/Fala Mulher; Núcleo de Deesa e Convivência da Mulher Viviane dos Santos – AVIB; Obras Conveniadas Dom Bosco;Portal Dom Bosco; Rede de Prevenção e Enrentamento da Violência contra a Mulher da Zona Leste; União Brasileira deGuardas Mirins, Conselho de Segurança Comunitário e Grupo Nômade.
Grupos Articuladores Locais
Aricanduva:
Associação Amigos do Jardim Ipanem, Casa do Cristo RedentorIgreja Segunda Chance, ONG NADHU – Núcleo de Assistência ao Desenvolvimento Humano.
Parada XV de Novembro:
Associação Cultural e Educativa Ética e Arte na Educação. Associação Esportiva ComunidadeProgresso, Associação Lojistas da Parada XV, CEI Parada XV, Comunidade Progresso, E.E.Comendador Mario Reis, E.E. GalileuMenon, E.E.Jd.Beatriz, E.E.Júlio Diniz, Fórum para o Desenvolvimento da Zona Leste, Grupo Cultural Filosófca, Grupo NovaAliança, UBS XV de Novembro, UNICASTELO.
AE Carvalho:
Associação Aposentados e Pensionistas Zona Leste, Associação de Mulheres Tulipas, Associação Flecha Douradade Guaianazes, Associação Lazer Nosso Sonho, Associação Paz e Amor, CESI, Instituto Consegui, Rosinha Futebol Clube, ONGUBE, União de Todos Esportes Amadores, União Social Brasil Gigante, EE Astolo Araújo, EE Comendador Mário Reys, EEDom Pedro II, EE Jardim Beatriz, EE Milton Cruzeiro, EE Presidente Salvador Allende Gossens, EE Proessora Maria AugustaDe Ávila e EE Ruy De Mello Junqueira.
Grupo Articulador Local José Bonifácio:
CONSEG (Conselho Nacional de Segurança Pública), Fala Negão Fala Mulher, Uniãodos Guardas Mirins, Universidade Anhembi Morumbi e EE Proessora Ruth Cabral Troncarelli.
Situada na Zona Leste do município de São Paulo, esta organizaçãonão governamental tem como missão disseminar a história/culturaarobrasileira e promover ações voltadas para a equidade racial ede gênero. Por meio de atividades culturais, esportivas, educativase recreativas, o
Fala Negão/Fala Mulher 
combate a discriminação deraça, gênero, geracional e contra pessoas com necessidades especiais.
Fones:
11 25220949 / 11 25223980
Blog:
http://alanegaoalamulher.blogspot.com/ 
e-mail:
alanegaoalamulher@gmail.com
O Projeto Segurança Humana é uma iniciativa conjunta de quatro agências ONU: aOrganização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura - UNESCO, o Fundodas Nações Unidas para a Inância - UNICEF, o Fundo de População das Nações Unidas- UNFPA, e Organização Pan-Americana de Saúde - OPAS - , em parceria com três secretarias municipais de SãoPaulo - Educação, Saúde, Assistência e Desenvolvimento Social, com objetivo de reduzir a violência e promover acultura de paz no distrito de Itaquera, sub-distritos de José Boniácio, Cidade Líder, Parque do Carmo e Itaquera.Atuando no eixo comunidade,
UNFPA
e
UNICEF
têm desenvolvido ações de ortalecimento comunitário,na busca de relações igualitárias na sociedade e garantia dos direitos humanos. A
ECOS
, o
CIEDS
e a
RevistaViração
, são as ONGs responsáveis pela execução do projeto.
Projeto Segurança Humana
 F a l a  N e g ã o / F a l a  M u l h e r
ConscNegra 21x28.indd 129.10.10 10:42:22

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->