Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Proteccaoplantasnumaencruzilhada

Proteccaoplantasnumaencruzilhada

Ratings: (0)|Views: 6 |Likes:
Published by Pedro Aguiar Pinto

More info:

Published by: Pedro Aguiar Pinto on Apr 24, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/13/2014

pdf

text

original

 
1
A protecção das plantas numa encruzilhada
Integrated pest management in a crossroad
Pedro Aguiar Pinto
1
 
Resumo
A Agronomia nasceu como ciência, da integração de várias disciplinas científicas, das crescentesnecessidades tecnológicas e ainda da interacção resultante do ensino agrícola ao longo do século XIX.Apesar de muito bem sucedida, encontra-se hoje numa encruzilhada como resultado do métodoutilizado – o princípio do factor limitante: as ciências que lhe deram origem parecem seguir rotascentrífugas. É necessário voltar á integração disciplinar e a análise de sistemas parece o método maisadequado, reforçando ao mesmo tempo, as competências de observação da realidade e de capacidadede juízo que permitem que o conhecimento científico possa sustentar a decisão operativa.
Abstract
Agronomy was born as a science integrating several scientific disciplines, growing technologicalneeds and from the interaction resulting born in agricultural schools created along the whole XIXcentury. Although very successful, it finds herself in a crossroad as a result of the method used – thelimiting factor principle: the sciences that are in its origin seem to be following a centrifugal road. It isnecessary to go back to integration and systems analysis seems to be the most adequate method,strengthening at the same time, skills or reality observation and judgement capacity to allow that thescientific knowledge might support the operative decisions.
Introdução
A agricultura é uma actividade humana onde as culturas que se praticam e o modo como sãocultivadas são decisões humanas, dependendo também da utilidade dos produtos, custos de produçãoe risco envolvido, tendo como objectivo principal a produção de alimentos e fibra (Loomis e Connor,1992).Vale a pena darmo-nos conta de que a palavra decisão encerra um procedimento que pode ser decomposto em quatro passos sequenciais: observação, avaliação, escolha e acção. Na medida em queexiste uma escolha, a decisão está, por isso, intimamente ligada ao conceito de incerteza. Para que asdecisões sejam adequadas é preciso procurar reduzir a margem de incerteza, objectivo que é atingidocom mais conhecimento.Ora este conhecimento, que apoia a decisão em agricultura, é resultado de análises ecológicas, baseadas em princípios biológicos, físicos e químicos sobre a capacidade das plantas e animais numdeterminado ambiente assegurarem a produção de materiais orgânicos. Criação e sistematização deconhecimento é a definição de ciência. O domínio destas análises é aquilo a que chamamosagronomia, uma ciência aplicada.
O nascimento e crescimento de uma disciplina científica
Embora a Agricultura seja tão velha como a História, o estudo sistemático dos processos envolvidosna produção agrícola é relativamente recente.
1
Instituto Superior de Agronomiapapinto@isa.utl.pt
 
2
O quadro 1 apresenta uma amostra de uma cronologia de acontecimentos aparentemente nãorelacionados uns com os outros. O seu propósito principal é estabelecer o cenário em que aAgronomia teve origem e deu os seus primeiros passos como uma ciência integradora.
Quadro 1
.
Cronologia de acontecimentos nos âmbitos científico, tecnológico e educativo relacionados com a ecologia,Agronomia e Agricultura no século XIX. Maroto (1988), Dodson (1998) Pinto (2007).
Ano Acontecimento científico Desenvolvimento tecnológico Marcos no ensino e educação
1798
 An essay on the Principle o Population
” (T. Malthus)1802Debulhadora estacionária avapor Alemanha: 1ª Escola deAgronomia em Möglin (Thaer)18131815Elements of Agricultural Chemistr (Humphry-Davy) Hungria: Escola deAgronomia (Samuel Tessedik)1818Alemanha: Hoenheim(Schwertz)182018231826Systema mycologicum (EliasFries)Introdução de guano emInglaterra1ª gadanheira mecânica(Inglaterra)École Agro-Forrestière deRoville (1822)École Agro-Forrestière de de Nancy (1824)École Agro-Forrestière deGrignon (1826)1831-6Viagem do H.M.S. Beagle1838Manual de Entomologia (CarlBurmeister)18401843Lei do mínimo (Justus vanLiebig) Rothamstead Exp. Station (JohnBennet Lawes)1845Superfosfato (Inglaterra)18501853Uso de enxofre para o oídio(França) Instituto Agrícola (Lisboa)1855Géograph. Botan. raisonnée(Alphonse de Candolle)185918601862The origin of species(Charles Darwin) Linha de processamentomecanizada no matadouro deChicago Land-Grant Universities (USA)18651866Experiências de hibridização em plantas (Gregor Mendel)Ernst Heckel (oecologia)Phyloxera em Franca, Portugal,Espanha, Itália18701871Debulhadora mecânica (USA) Enciclopedia Agraria Italiana(Gaetano Cantoni)1879Fosfato Thomas1886Classificação de solos (VassiliiDokouchaev)1888Rhizobium (Martinus WillemBeijerink)1890Primeiros herbicidas (France)1911Instituto Superior de Agronomia(Lisboa)
De facto, a Agronomia consolida-se como uma ciência aplicada que resulta de progressos noconhecimento científico, na solução de problemas tecnológicos e na sistematização de conteúdos programáticos nas inúmeras escolas de ensino agrícola que nascem ao longo de todo o século XIX.
 
 No quadro 2 apresenta-se um quXX.
Quadro 2
.
Cronologia de acontecimentPlantas no século XX.
 
Ano Acontecimento científico
1910192019301940195019551959Stern et al.
The integrated control concept 
(Hilgardia)Univ. of California19601962Rachel Carson.
Silent Spring 
 19701982
 Introdução à Protecção Integrada
(FAO/DGPPA)(Amaro, 2003)
Porém, o enorme progresso cieidentificação de um factor liassociados.Quer a Agronomia quer em par ciências (Física, Química, Biolcontribuição para a solução dasPorém, é esta mesma lógicaaparentemente centrífuga; embor integradora, a lógica que segucientífica aborde a “sua” questãodro semelhante, agora restrito à Protecção de Pl
s nos âmbitos científico, tecnológico e educativo relaciona
Desenvolvimento tecnológico Marcos no ensin
Tratamento de sementes comorgano-mercuriaisAplicação aérea de insecticidasem pó (Ohio) Níveis de tolerância ao arsénioestabelecidos pela FDA paramaçãsBrometo de metilo (França)Bacillus thuringiensisDDT (Suíça)2,4 DIntrodução dos insecticidasorgano-fosforados (paratiãoIntrodução do paraquatoCadeira de Fitofar (ISA)Primeiro fungicida sistémicoGlifosatoSuspensão do DDT para usosnão médicos Novos cursos de A(UTAD, UÉvora,
ntífico e tecnológico alcançado foi conseguidoitante, seguida da procura da solução do pt
 
icular a área da Protecção de Plantas resultamlogia, Economia, etc.) (Fig. 1) cada uma dquestões levantadas pela aplicação da lei doque tem conduzido cada uma das ciênciasa sejam todas necessárias à consolidação da Agr o princípio do factor limitante tende a fazer isoladamente, perdendo a visão da totalidade.
3
ntas e já no século
dos com a Protecção de
e educação
acologiagronomiaAlgarve)
usando a lógica daroblema ou questãoda reunião de váriasas quais traz a suaínimo (Pinto, 1991).de base numa rotaonomia como ciênciacom que cada área

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->