Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
7Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
palavras inglesas

palavras inglesas

Ratings:

5.0

(1)
|Views: 832 |Likes:
As palavras inglesas mais comuns
As palavras inglesas mais comuns

More info:

Published by: Julio Cesar Galhardo de Siqueira on Dec 19, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/27/2012

pdf

text

original

 
AsPalavrasMaisComunsdaLínguaInglesa
©RubensQueirozdeAlmeida queiroz@unicamp.br 15deAbrilde200
 
As Palavras Mais Comuns da Língua Inglesa
D
iz a Bíblia que muitos anos atrás todos os habitantes da Terrase uniram para construir uma torre que chegasse até o céu,paratornarseunomecélebreeimpedirquefossemespalhadospelo mundo. Para punir os homens por sua ambição demasiada,Deusconfundiusualinguagemedepoisosdispersoupelomundo.Ainda hoje os povos da Terra falam uma imensidão delínguasdiferentes.NaInternetentretanto,apesardosmuitospo-vos que a utilizam, existe um meio de comunicação comum. Damesma forma que os computadores se comunicam independen-tementedecoreraça,oumelhor,defabricanteeprotocolodeco-municação, também os internautas possuem uma linguagemcomum: a língua inglesa. Será a Internet uma nova Torre de Ba-bel, construída para reunificar eletronicamente os habitantesdeste lindo mundo azul?É claro que nem todos que utilizam a Internet compre-endem a língua inglesa. Porém mais de 80% dos documentos edascomunicaçõesfeitasatravésdaInternetencontram-seemin-glês.Apenas0,7%dooceanodeinformãoqueéaInternetesemportuguês.ÉperfeitamentepossívelusaraInternetesediver-tir muito navegando apenas por sites escritos em português. Fa-zeristoentretantoéoequivalenteairàpraia,nãoentrarnaáguaeficar se molhando com um baldinho de água que alguém encherparavocê. O quefazer? Aprenderinglês édifíciledemoramui-tosanos.Comoentãoadquirirodomíniodestaferramentatãoes-sencial à utilização plena da Internet?Realmente, para se ler, falar, escrever e ouvir com flu-ênciaanguainglesaonecessáriosdeseisaoitoanosdeestu-doconstante.Porquêaprendertantacoisaseomaisimportanteéapenas ler? É muito mais fácil dominar um dos aspectos de umidioma(leitura)doquetodososquatrosimultaneamente(leitura,audição,falaeescrita).AInternetpossuimuitoconteúdointera-tivo,ondeacapacidadedesefalareescreverbemanguaingle-sa certamente é uma grande vantagem, mas o mais importantecertamenteésaberler.LerparautilizarainformaçãoexistentenaInternetparaaprender,resolverproblemaspessoaisouprofissio-nais, se divertir, enfim, para uma infinidade de propósitos.Como aprender a ler? É raro encontrar um curso de in-glês onde se ensine o aluno apenas a ler. Só vendem o “pacote”completo, o que é totalmente insensato. Se precisamos investirvários anos para dominar o idioma em todos os seus aspectos,aprenderalercertamentedemoramuitomenos.Emapenasqua-tromesesépossívelobterumacompreensãorazoáveldoidiomaque nos permite começar a compreender textos em inglês.Masporquealeituraémaiscildesedominar?Apró-priaInternetnosdáaresposta.Emumestudorealizadoem1997,realizamos um trabalho para determinar as palavras mais co-muns da língua inglesa e seu percentual de ocorrência. Para esteestudo utilizamos os livros online do Projeto Gutemberg. Esteprojeto, integrado por voluntários, tem por objetivo digitalizarobras de literatura cujos direitos autorais tenham expirado. NosEstadosUnidosumaobraécolocadanodomíniopúblico60anosapós a morte do autor. Obras de autores como Jane Austen, Co-nanDoyle,EdgarRiceBurroughs,emuitosoutrosestãodisponí-veis gratuitamente na Internet.De posse destes livros, 1600 ao todo na época da pes-quisa, fizemos então nossos cálculos. Os 1600 livros combina-dosgeraramumarquivode680MBcontendoaproximadamentesetemilhõesdepalavras.Osresultadosforambastantesurpreen-dentes.As250palavrasmaiscomunscompõemcercade60%dequalquertexto.Emoutraspalavras,sevocêconheceas250pala-vras mais comuns, 60% de qualquer texto em inglês é compostodepalavrasfamiliares. Parafacilitaraindamaisanossatarefaoscognatos, que são as palavras parecidas em ambos os idiomas(
 possible
e
possível
, por exemplo), totalizam entre 20 a 25% dototal das palavras. Como o significado dos cognatos nos é de fá-cil compreensão, devido à semelhança com palavras de nossoidiomanatal,temosentãode80a85%doproblemadevocabulá-rio resolvido. Se subirmos o número de palavras mais comuns a1.000, chegamos a 70%. Somando a este valor os cognatos che-gamos a valores entre 90 e 95% de um texto.É claro que 90 ou 95% ainda não chega a 100%. Comofazer com o restante das palavras? Mais uma vez, usamos nossaintuição (se você não sabe, a nossa intuição está correta em99,999%dasvezes,bastaconfiarnela). Pensemosemnossotex-to como um enigma a ser desvendado. Possuímos alguns ele-mentosfamiliares,aspalavrasqueconhecemos,eoutrosquenossão desconhecidos. Devemos deduzir, por meio de nossa intui-ção, de nossos conhecimentos anteriores, o que as palavras des-conhecidas podem significar. Não precisamos nos preocuparcom todas as palavras, mas apenas com aquelas que desempe-nhem um papel importante no texto.Quais são elas? Se uma palavra aparece com relativafrequência em um texto, ela certamente desempenha um papelimportante na compreensão do todo. Se uma palavra apareceapenas uma vez, muito provavelmente não precisaremos nospreocuparcomela.Omaiorproblemaéquetalenfoqueéencara-dodeformasuspeitapelamaioriadaspessoas.Comoépossível,ignorar uma palavra desconhecida e continuar lendo como senada houvesse acontecido?Oqueestamospropondooénadaabsurdo.Qualfoiaúltima vez em que consultou um dicionário? Toda vez que en-contramosumapalavradesconhecidavamosembuscadodicio-rio? Muitoprovavelmenteo.Oqueaconteceéque,comoanossafamiliaridadecomoportuguêségrande,nahipótesedede-pararmo-noscomumapalavradesconhecida,oseusentido,dadoocontextoqueacerca,seráfacilmentededuzido.Istotudoprati-camente sem mesmo nos darmos conta do ocorrido. A não serquenosproponhamosatarefadepararacadavezqueencontrar-mos uma palavra desconhecida, a nossa leitura se dá com fre-quência sem interrupções. As palavras desconhecidas sãointuídas, quase que subconscientemente, e passam a integrar onosso vocabulário.Considerando-se que o vocabulário de um adulto con-siste de aproximadamente 50.000 palavras, é ridículo imaginarque tal conhecimento tenha sido adquirido através de 50.000 vi-
 
sitas ao dicionário. Este vocabulário foi adquirido, em um pro-cessoiniciadoemnossainfância,deformacontínuaeatravésdaobservação do nosso ambiente, observando outras pessoas fala-rem, prestando atenção nas palavras utilizadas emdeterminadassituações e também através da leitura.A nossa estratégia para o domínio da língua inglesapara leitura é exatamente aquela utilizada há milhares de anos,comexcelentesresultados,pelaraçahumana:aprendizadonatu-ral, seguindo nossos instintos e interagindo com o ambiente quenoscerca. Comovimos,odomíniodaspalavrasmaisfrequentesda língua inglesa, pode nos ajudar a dar um impulso substancialem nosso aprendizado.Nalistadaspalavrasmaisfrequentesdalínguainglesa,contidanestedocumento,aspalavrasnãoestãoorganizadasalfa-beticamente, mesmoporquenãoénossoobjetivoreproduzirumdicionário. Também não incluímos todos os significados possí-veisdaspalavrasapresentadas.Todasaspalavrassãoapresenta-das em um contexto, com exemplos de utilizão. ofornecemos a definição da palavra. Para cada palavra são lista-dos em média três exemplos de utilização, com a respectiva tra-dução.Émuitoimportanteressaltarqueestaspalavrasnãode-vemsermemorizadasdeformaalguma.Oserhumanonãofunci-ona de forma semelhante ao computador, onde as informaçõespodem ser armazenadas de qualquer forma, e ainda assim estãodisponíveisemmilésimosdesegundosquandonecessitamos. Oser humano, para reter alguma informação, precisa situá-la den-trodeumreferencialdeconhecimentos.Ainformaçãonovapre-cisa se integrar à nossa visão do mundo, à nossa experiênciaprévia.Apenasdestaformapodemosesperarqueoconhecimen-to adquirido seja duradouro.Amaioriadenóscertamentevivenciousituaçõesemquedadosmemorizadosdesapareceramdenossamemóriaquan-donãomaisnecessários.Aocontrário,tudoqueaprendemosati-vamente, permanece presente em nossa memória de formavívida por muitos e muitos anos.Embora esteja sendo fornecida uma lista de palavras,não adote de forma alguma o procedimento padrão de memori-zação, que é a repetição intensiva dos itens a serem memoriza-dos. É certo que cada um de nós possui estratégias distintas paralidar com o aprendizado, mas eu gostaria de sugerir uma formade estudo que certamente funciona.Primeiramente, não tenha pressa. Não memorize, pro-cure entender os exemplos. Para cada palavra apresentada, leiaos exemplos e suas respectivas traduções. Não se preocupe emreter na memória o formato exato das frases e nem de sua tradu-ção. O objetivo é apenas compreender o significado da palavraapresentadaeapenasisto.Umavezcompreendidoestesignifica-do o objetivo foi alcançado.Em segundo lugar, procure ler apenas enquanto estiverinteressado.oadiantanadalertodasaspalavrasdeumavezeesquecer tudo dez minutos depois. Se nos forçarmos a executarumaatividademonótonapormuitotempo,depoisdealgunsmo-mentos a nossa atenção se dispersa e nada do que lemos é apro-veitado. Eu sugiro a leitura de dez palavras diariamente. Casovocê ache que 10 palavras diárias é muito, não tem importância,este número é sua decisão. Se quiser ler apenas uma palavra, oefeitoéomesmo.Irádemorarumpoucomais,maschegaraofi-nal é o que importa. É só não esquecer, você deve LER as pala-vras e NUNCA tentar memorizar as palavras e os exemplos.Finalmente, faça revisão. No primeiro dia leia e enten-dadezpalavras(ouquantasjulgarconveniente).Nosegundodialeia mais dez palavras e faça a revisão das dez palavras aprendi-das no dia anterior. No terceiro dia, aprenda mais dez palavras erevise as vinte palavras aprendidas nos dias anteriores. E assimpor diante até o último dia, onde aprenderá as últimas dez pala-vras e revisará todas as palavras anteriores. Muito importante,porrevisãonãoquerodizerquesedevefazeraleituradetodasaspalavras e exemplos anteriores. As palavras mais frequentes es-tão grafadas em tipo diferente e em negrito, para que possamoslocalizá-las facilmente na página. Apenas examine as palavrasanteriores em sua revisão. Caso não se recorde de seu significa-do, então, e apenas então, leia os exemplos.A revisão é extremamente importante. Nós realmenteaprendemos quando revisamos conceitos aos quais já fomos ex-postos.Procedendodestaforma,tenhacertezadequetudooqueaprendeu será absorvido de forma permanente, constituindo abase fundamental de tudo que irá aprender em seus estudos dalíngua inglesa. Caso a sua motivação seja realmente alta e vocêqueira reler todos os exemplos já estudados, vá em frente.Comovocêpodenotar,osexemplosempregamumvo-cabulário bastante rico. A leitura mais frequente dos exemplosfará com que ao final do estudo o seu vocabulário tenha se enri-quecido muito além das 750 palavras básicas.Outro ponto importante é a questão do estudo da gra-tica.Agramática,ouoestudodaestruturadangua,deveserapenas para ajudar o aluno a identificar as construções verbais.Não é necessária, para fins de aprendizado da leitura, a memori-zação de estruturas gramaticais. Como já afirmado, o nossoaprendizado se dá de forma natural. Da mesma forma que umacriançanãotemaulasdegramáticaparaaprendersualínguama-terna,nóstambémnãodevemosnospreocuparcomesteaspectoem nosso estudo. A leitura dos exemplos das palavras mais co-muns irá lançar os fundamentos iniciais do conhecimento da es-trutura da língua inglesa.Restaagoraesclarecerumponto,queéadesculpafavo-ritadetodossnosdiasdehoje:afaltadetempo.Tempocerta-menteécildeseencontrarparafazeraquiloquenosprazer.Para resolver o problema de tempo para este estudo, pense nestaatividade como algo prazeroso e que lhe trará benefícios enor-mes,tantonocampopessoalcomoprofissional.Ealémdomais,oaprendizadoearevisãodaspalavraspodeserfeitodiariamenteemnãomaisdequinzeminutos.Selevarmosemcontaqueosin-tervalos comerciais em programas de televisão geralmente du-ram entre quatro a cinco minutos, todo o tempo necessário paraesteestudopodeserencaixadonosintervalosdesuanovelafavo-rita, certo?Então, mãos a obra. Depois que você conhecer as 250palavras mais comuns da língua inglesa você poderá verificarcomo o aprendizado da leitura da língua inglesa se torna muitomais fácil. Na lista das palavras mais comuns foram incluídas
©Rubens Queiroz de Almeida 3queiroz@unicamp.brEnglish For Reading

Activity (7)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
jonwil22 liked this
jonwil22 liked this
Robpatrocinio liked this
Fernando Lago liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->