Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword or section
Like this
3Activity

Table Of Contents

Introdução
1. Objectivos e trajectória da investigação
2. Breves considerações metodológicas
3. Organização do trabalho
Capitulo I - Avaliação das organizações escolares
1-A Escola como organização
2- Avaliação: importância e função na sociedade e nas políticas educativas
2.1- Papel do Estado entre a educação e a avaliação
2.2- Notoriedade e necessidade da avaliação de escolas
3- Conceitos, paradigmas e modalidades
3.1- Em torno do conceito “avaliação”
3.2- Paradigmas da avaliação de escolas: avaliação qualitativa/quantitativa
3.3- Modalidades de avaliação de escolas
3.3.1- Avaliação externa
4- Dilemas e desenvolvimento organizacional
4.2- O Desenvolvimento organizacional: entre a melhoria e a qualidade
4.2.1- O movimento das escolas eficazes
4.2.3- O movimento da melhoria eficaz da escola
Capítulo II – Avaliação de escolas em Portugal
1- Enquadramento político
2- Enquadramento normativo
3- A Inspecção-Geral da Educação (IGE)
4.1- Retrospectiva sumária
4.2- Avaliação integrada de escolas
4.3- Outras fontes de referência
Figura1 – Modelo de Excelência da EFQM (EFQM, 2010)
5- Programa de avaliação externa de escolas
Capítulo III – Metodologia da investigação
1- Opções metodológicas
2- Recolha de dados
Capítulo IV – Resultados, análise e discussão
1- Os rankings e a avaliação externa das escolas
1.1- Ano em que ocorreu a avaliação externa
1.2- Resultados globais por classificação
1.3- Resultados por domínio
1.4- O domínio Capacidade de Auto-Regulação e Melhoria (CARM)
2.1- Processos de auto-avaliação
2.2- Uso e Fins do Processo de Auto-avaliação
2.3- Atributo dado pela IGE ao Processo de Auto-avaliação
Conclusão
Bibliografia
Anexos
20.ª escola em “melhor” posição no Ranking do Ensino Básico (9.º ano)
à 20.ª escola em “pior” posição no Ranking do Ensino Básico (9.º ano)
até à 20.ª escola em “melhor” posição no Ranking do Ensino Secundário (12.º ano)
20.ª escola em “pior” posição no Ranking do Ensino Secundário (12.º ano)
escola em “melhor” posição no Ranking do Básico e Secundário (9.º+12.ºano)
escola em “pior” posição no Ranking do Básico e Secundário (9.º+12.ºano)
escolas em “melhor” posição no Ranking do Ensino Básico (9.º ano)
escolas em “pior” posição no Ranking do Ensino Básico (9.º ano)
escolas em “melhor” posição no Ranking do Ensino Secundário (12.º ano)
escolas em “pior” posição no Ranking do Ensino Secundário
escolas em “pior” posição no Ranking do Básico e Secundário (9.º+12.ºano)
das 20 “pior” (P) posicionadas no Ranking do Ensino Secundário (R 12.º ano)
“pior” (P) posicionadas no Ranking do Básico e Secundário (R 9.º + 12.ºano)
Domínio – Processo de auto-avaliação
Domínio – Uso e fins do processo de auto-avaliação
Domínio – Atributo dado pela IGE ao processo de auto-avaliação
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
antónio amaral fonseca 2010_escolas, avaliação externa, auto-avaliação e resultados dos alunos

antónio amaral fonseca 2010_escolas, avaliação externa, auto-avaliação e resultados dos alunos

Ratings: (0)|Views: 1,602|Likes:
Published by luiz carvalho

More info:

Published by: luiz carvalho on Apr 30, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/16/2013

pdf

text

original

You're Reading a Free Preview
Pages 4 to 125 are not shown in this preview.
You're Reading a Free Preview
Pages 129 to 226 are not shown in this preview.

Activity (3)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Glória Macedo liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->