Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
12Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
A Ilusão Mormon Rebatido

A Ilusão Mormon Rebatido

Ratings: (0)|Views: 2,222|Likes:

More info:

Published by: Rondinelle Almeida Oliveira on Dec 20, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOC, TXT or read online from Scribd
See More
See less

11/13/2012

pdf

text

original

 
A ILUSÃO MÓRMONRecentemente eu estava lendo um livro interessante intitulado " A Ilusãomórmon". Como você pode supor, analisando o título, fala obviamentecontra nossa igreja. Porém, é bem apresentado . Parece agradável, soacortês, parece estar cheio de amor e parece ser muito lógico.Assim você poderia perguntar: " Qual é problema "? O problema principalque eu tive foi que em vez do autor que apoiar as suas própriasconvicções, o único propósito de ter escrito o livro foi destruir asconvicções de outras pessoas. Eu acho que as pessoas assim tendem a pôr as suas opiniões em um lugar seguro onde ninguém pode criticar o queeles acreditam, enquanto atira pedras em outros que acreditam realmente.Isto ofende meu senso de justiça. Só porque uma pessoa busca destruir o ponto de vista outra pessoa, não faz com o que ela acredita é maiscerto.Se você quer que as pessoas acreditem em suas idéias, VOCÊ TEM quePROVAR SEU PONTO DE VISTA, não só atacar os pontos que você discorda.Este é uma maneira que os covardes usam. Eles não querem ter que sedefender, mas eles querem pôr a outra pessoa na defensiva. Em outras palavras, eles podem nos atacar, mas nós não os podemos atacar. Eurecebi uma carta alguns dias atrás de um homem que disse-me estar "preocupado " por causa de minha religião e disse que gostaria de meensinar o Verdadeiro Evangelho. Eu o escrevi em seguida e disse, "Certo. Eu estou pronto ".Ele começou me enviando uma carta que critica a "Pérola de GrandeValor", logo eu lhe escrevi em seguida e perguntei se ele poderia provar que o seu ponto de vista estivesse certo e eu estava errado? Eudisse a ele, " Por favor, se você quer que eu acredite em você e em seuevangelho, então, tenha respeito com minhas idéias enquanto você tentafalar do seu ponto de vista". Ele nunca me respondeu. É fácil criticar,mas é muito difícil brigar contra o evangelho deste modo. Outra mulher (eu me pergunto se ela é um webmaster de um webpage protestante) meescreveu uma carta que continha uma lista de páginas que criticavamminha Igreja. Dois minutos depois ela me enviou outra carta que me davamuitas razões por que ela não era um mórmon. Eu a convidei a contar-meno que ela acreditava em vez de se queixar do que eu acredito e elanunca me respondeu outra vez. (A propósito eu não a convidei a escrever me. Eu não tenho nenhuma idéia onde ela achou meu e-mail .)Relativo ao livro " A Ilusão mórmon, " eu tentarei responder algumas dascoisas que ele nos condena comparando à algumas das conclusões que elealcançou. Ele começou analisando a primeira visão e disse que o JosephSmith informou-a muito tarde na sua vida e deduz que se na verdadetivesse acontecido, ele teria falado para as pessoas próximas quando eletinha quatorze anos e não quando ele era um homem adulto. Ele tambémmostrou que há diferenças nas várias histórias que o Joseph contou aolongo dos anos. Porém, esta "carga de pólvora" não é nada de nova.Estas são praticamente as mesmas alegações que nós ouvimos ser declaradas por muitos outros antagonistas da igreja e eu respondi esta pergunta em particular na seção de FAQ de meu website. Ao término de suaanálise da primeira visão, este homem conclui que tudo sobre ele está
 
errado. Se isso que ele diz e reivindica são verdades, então, baseado namesma razão, ele teria que rejeitar a visão de Paulo, porque nós temosduas versões diferentes da mesma visão somente no livro de Atos! ABíblia também nos dá versões diferentes sobre a morte de Saul. Assim para ele ser consistente com sua crítica , precisa medir todas as coisas pelo mesmo padrão. É aceito amplamente que quando você ouve falar umrelatório de algo por fontes diferentes você receberá versões diferentesdo que aconteceu. Se isto também acontece na Bíblia, então é certo, masse a mesma coisa acontece com a religião mórmon, de repente estasversões diferentes se tornam prova absoluta que nós estamos ensinandouma falsa doutrina.Em minha opinião o único ponto razoável que ele levantou foi quandocitou D&C 84 que declara, " Nenhum homem pode ver Deus sem o sacerdócio" de Melquisedeque.`" Ele adicionou que Joseph Smith então, quando tevea primeira visão não tinha aquele sacerdócio. Em face disto eu tenhoque admitir: isto PARECE como um ponto válido. Porém, esta não é uma pergunta nova que antes ninguém alguma vez pensou . De fato, a resposta para esta mesma pergunta foi publicada em um livro escrito intituladodécadas atrás, RESPOSTAS PARA PERGUNTAS do EVANGELHO, por JosephFielding Smith, VOL. 3 capítulo 27.Sacerdócio é Necessário para Homens Ver DeusPergunta: " é de minha compreensão que a palavra de Deus é toda averdadeira, e que sendo o caso, sempre apoiará e não se contradirá. Nasuposição que isto é verdade que eu gostaria de conhecer a explicação para Doutrina e Convênios, Seção 84:20-22. Isto sendo verdade, como vocêresponde pelo fato que o Joseph Smith viu Deus o Pai e Jesus Cristoantes de receber o "sacerdócio"?Resposta: Nós podemos concordar que a palavra de Deus verdade é e queele nunca revela uma falsidade. Porém, há tempos quando o homem mortalinterpretava o que o Senhor revelava não entendendo todos os fatos etendo que purgar da mente apreciava noções que estavam em conflito como que o Pai revelou. A revelação em questão foi determinada em 22 e 23de setembro de 1832, em Kirtland, Ohio, e era em relação a descida dosacerdócio de Adão no tempo de Moisés e é como segue: E esta maior administração do sacerdócio o evangelho e todas as chaves dos mistériosdo reino, até mesmo a chave do conhecimento de Deus. Então, no entanto énas ordenanças, que o poder de Deus é manifestado. E sem o poder dasordenanças, e a autoridade do sacerdócio, o poder de Deus não émanifestado aos homens na carne; Porque sem isto nenhum homem pode ver aface de Deus, até mesmo Deus - o Pai, e ao vivo. Logo, Moisés ensinouclaramente às crianças de Israel no deserto, e buscou santificar seu povo diligentemente para que eles pudessem ver a face de Deus; Mas elesendureceram os seus corações e não puderam suportar a presença dosenhor; então, o Senhor na sua ira , pela a raiva foi inflamado contraeles, jurou que eles não deveriam entrar em terra santa, enquantoestavam no deserto, onde passariam o resto de suas vidas e seu descansoseria apenas abundância da glória do Pai.
 
O REINO DE DEUS É ORGANIZADO" Vamos lembrar que esta revelação foi determinada em 1832, três anosdepois que o Sacerdócio de Melquisedeque foi restabelecido por Pedro,Tiago e João, e dois anos e cinco meses depois da organização da Igreja.Ora, o Senhor não disse que ele não poderia aparecer em carne quando nãohouvesse nenhum homem em terra que possuísse o Sacerdócio deMelquisedeque, ou em um dia de apostasia quando a autoridade divinativesse sido retirada de homens. Ele apareceu ao Profeta o Joseph Smithquando ele era um jovem e quando e não havia nenhum homem mortal naterra que tivesse aquele sacerdócio. Se aquela condição deveria surgir novamente--o qual não iria--então o Pai poderia aparecer colocar ascoisas em ordem; mas quando o sacerdócio estava aqui, e havia alguémdesignado para administrar as suas ordenanças, não havia nenhuma ocasião para o Pai vir a qualquer homem que não possuísse o sacerdócio eministrá-lo. Esses buscando luz e verdade poderiam receber umamanifestação da verdade, ou até mesmo o aparecimento de um anjo, ou atémesmo o Filho do próprio Deus, mas nunca surgiu qualquer ocasião para oPai se manifestar para uma pessoa. O reino de Deus está em ordem, edesde que esta autoridade divina está agora aqui, o caminho para o reinoestá claro. "Quando o Adão foi levado para fora do Jardim do Éden, nosso Pai Divinoretirou o sacerdócio dos homens, e Jesus Cristo, o seu Filho , e nossoRedentor, se tornou nosso Defensor com o Pai e nosso Mediador. Desdeaquele tempo toda a revelação passou por Jesus Cristo.UMA TESTEMUNHA DO O PAI ATRAVÉS FILHO"Talvez alguns pensamentos em relação à vinda do Pai e o Filho para oProfeta o Joseph Smith na manifestação maravilhosa seria interessante.Disto deveria se lembrar que o mundo Cristão inteiro em 1820 tinha perdido a verdadeira doutrina relativa a Deus. A verdade simples que eratão claramente compreendida pelos apóstolos e santos da antigüidadetinha estado perdida nos mistérios de um mundo apóstata. Todos os profetas antigos, e os apóstolos de Jesus Cristo tiveram uma compreensãoclara que o Pai e o Filho eram personagens separados, como nossasescrituras tão claramente ensinam. Por apostasia este conhecimentoestava perdido, e no ano 325 D.C., uma doutrina estranha foi introduzidae logo foi esparramada ao redor do mundo Cristão. Esta doutrinaconfundiu as pessoas do Mundo Cristão, e torceu a verdadeira doutrina deDeus, de forma que no ano 1820, Deus tinha se tornado um mistério, e eraconsiderado que Pai e Filho eram uma fusão desconhecida de espírito, semcorpo, partes, ou paixões. A vinda do Pai e o Filho colocou na terra umatestemunha divina que era capaz por conhecimento de restabelecer para omundo a verdadeira natureza de Deus ".Esta é a resposta de um profeta de Deus, mas eu gostaria de somar algomais.1)Quando Joseph teve a visão esta escritura era desconhecida. Como oPaulo explicou, " Onde não há nenhuma lei , não há nenhuma transgressão" (Romanos 4:15).

Activity (12)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Dinael Monteiro liked this
marcos1606spa liked this
Klimowicz liked this
John Paul Rock liked this
Alex Reis liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->