Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword or section
Like this
4Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Curso de Hipnose

Curso de Hipnose

Ratings:

5.0

(1)
|Views: 2,060|Likes:
Published by carlos.atilla

More info:

Published by: carlos.atilla on Dec 21, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/14/2012

pdf

text

original

 
Visite o meu site!Acidez Mental e Estomacal. Humor, Mau Humor e Dôr de Estômago/ É muito legal! Tolices atualizadas (quase) diariamente.http://www.luizhenrique.com
1
Curso de Hipnose
 ATENÇÃO
Este manual foi elaborado a partir de fontesPÚBLICAS E GRATUITAS na Internet.SE VOCÊ PAGOU PARA RECEBER ESTE ARQUIVO, VOCÊFOI
ENGANADO!
 
Visite o meu site!Acidez Mental e Estomacal. Humor, Mau Humor e Dôr de Estômago/ É muito legal! Tolices atualizadas (quase) diariamente.http://www.luizhenrique.com
2
INTRODUÇÃO
É de extrema importância que o discípulo preste particular atenção à essência dapresente introdução, porque ela versa não somente sobre a filosofia de fenômenos, cujaexplicação será dada no corpo do manual, senão também sobre uma série de experiênciasa realizarem-se no estado de vigília, que lhe permite adquirir gradualmente, e por fasessuaves, aquele domínio e aquela confiança em si próprio, sem os quais lhe será impossí-vel ser bem sucedido na vida ou tornar-se um hipnotizador de sucesso.Valor do desenvolvimento da Força de Vontade – A qualidade mais admirávelque o ser humano pode adquirir é a de impor a sua vontade aos outros; essa qualidade quedenominamos força de vontade, magnetismo, etc., firma suas raízes na confiança em simesmo, que um estudo desta série de lições pode desenvolver até nos indivíduos maistímidos e arredios. Para Fazer me entender mais claramente, digo que a modéstia e a ti-midez, esses dois obstáculos à fortuna, seja qual for o nome que se dê, desaparecerão porcompleto no caráter daquele que seguir com cuidado as instruções que se ministram nestasérie de lições.É necessário fazer experiência constantemente – Ao discípulo não basta, porém,só a leitura deste curso, e nem ainda deve ele pô-la à parte, dizendo a si mesmo que jásabe o suficiente para, de futuro, poder fazer algumas pequenas experiências, quando selhe apresentar a ocasião. É absolutamente essencial que aproveite cada oportunidade quese lhe depare, a fim de realizar cotidianamente uma ou mais experiências deste gênero.Aviso também que deve tornar-se perito em cada experiência antes de passar as outras.O objeto destas experiências – Para esse fim, apresento aqui uma série de seis ex-periências Graduadas, cujo objetivo é desenvolver no operador aquela ponderação nocaráter, à qual denominamos confiança em si mesmo, e mostrar-lhe, ao mesmo tempo, abase das leis pelas quais o hipnotismo se tornou um fato científico. A primeira coisa queo discípulo deve não esquecer é o não haver necessidade de adormecer o paciente paraconseguir nele a produção de fenômenos do hipnotismo nas suas primeiras fases.Como evitar o fracasso – Muito naturalmente, o principiante tem receio, antes detudo, do fracasso, e do ridículo que pode ocorrer; mas, como acabo de dizer, pode, desdeo começo, previnir-se contra estes dois inconvenientes.Em primeiro lugar: - omitindo com cuidado a palavra “hipnotismo” e arredando aidéia de que tais experiências são de caráter hipnótico. Pode chamar, se quiser, de experi-ências curiosas sobre as atrações magnéticas ou nervosas, ou técnicas de relaxamento,afastando o fato real.
 
Visite o meu site!Acidez Mental e Estomacal. Humor, Mau Humor e Dôr de Estômago/ É muito legal! Tolices atualizadas (quase) diariamente.http://www.luizhenrique.com
3
Em segundo lugar: - explicando com muito cuidado este fato tão evidente, que obom resultado da experiência depende inteiramente da força do poder da vontade e daconcentração exercida pelo paciente.O operador é um simples guia; se o paciente dispõede força de vontade para repelir com energia e afastar de sua mente todos os outros pen-samentos, é seguro o bom êxito. Depois de explicar isto aos pacientes e mostrar clara-mente que o interesse e o valor das experiências se assentam inteiramente sobre a inteli-gência determinada da cooperação deles.Se bem explicado estes fatos, evita-se o ridículo, preparando-se para o bom resul-tado.Experiência no estado de Vigília. – As experiências seguintes tem por fim de-monstrar que uma pessoa pode exercer um império sobre outra pessoa, quando esta estáde plena posse das suas faculdades despertas:

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->