Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
7Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Responsabilidade Social Empresarial e sua Importância: O Caso INFRAERO em São Luís-MA

Responsabilidade Social Empresarial e sua Importância: O Caso INFRAERO em São Luís-MA

Ratings:

4.67

(12)
|Views: 3,243 |Likes:
O presente trabalho tem por objetivo apresentar, analisar e avaliar criticamente os Projetos Sociais de Responsabilidade Social da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (INFRAERO) em São Luís do Maranhão, tendo-os como um exemplo de responsabilidade social empresarial, sendo desenvolvido pelos funcionários da empresa, Corpo de Bombeiros Militar e Governo do Estado do Maranhão. Utilizamos para este estudo, livros, internet, dados documentais da empresa, dos projetos sociais e uma pesquisa de campo para identificar quais os benefícios do Projeto Infraero & Escola, sua importância e melhorias com a implantação.
O presente trabalho tem por objetivo apresentar, analisar e avaliar criticamente os Projetos Sociais de Responsabilidade Social da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (INFRAERO) em São Luís do Maranhão, tendo-os como um exemplo de responsabilidade social empresarial, sendo desenvolvido pelos funcionários da empresa, Corpo de Bombeiros Militar e Governo do Estado do Maranhão. Utilizamos para este estudo, livros, internet, dados documentais da empresa, dos projetos sociais e uma pesquisa de campo para identificar quais os benefícios do Projeto Infraero & Escola, sua importância e melhorias com a implantação.

More info:

Categories:Types, School Work
Published by: Gerisval Alves Pessoa on Dec 25, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC or read online from Scribd
See more
See less

05/09/2014

 
1
RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL E SUA IMPORTÂNCIA:
benefícios dos projetos sociais da Empresa Brasileira de Infra-EstruturaAeroportuária (INFRAERO) em São Luís/MA
CAMILA BITTENCOURT DO NASCIMENTO
RENATA MASSOLI BORGESROBERTA MASSOLI BORGES
RESUMOO presente trabalho tem por objetivo apresentar, analisar e avaliar criticamente osProjetos Sociais de Responsabilidade Social da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (INFRAERO) em São Luís do Maranhão, tendo-os como umexemplo de responsabilidade social empresarial, sendo desenvolvido pelosfuncionários da empresa, Corpo de Bombeiros Militar e Governo do Estado doMaranhão. Utilizamos para este estudo, livros, internet, dados documentais daempresa, dos projetos sociais e uma pesquisa de campo
 
para identificar quais osbenecios do Projeto Infraero & Escola, sua importância e melhorias com aimplantação.Palavras-chave: Responsabilidade social empresarial. Projetos sociais.
1 INTRODUÇÃO
As transformações sócio-econômicas dos últimos 20 anos têm afetadoprofundamente o comportamento de empresas até então acostumadas à pura eexclusiva maximização do lucro. Se por um lado o setor privado tem cada vez maislugar de destaque na criação de riqueza; por outro lado, é bem sabido que comgrande poder, vem grande responsabilidade. Em função da capacidade criativa jáexistente, e dos recursos financeiros e humanos já disponíveis, empresas têm umaintrínseca responsabilidade social.O conceito de Responsabilidade Social Empresarial é novo e ainda nãofoi uniformizado a nível mundial. Ele se fortalece a partir da constatação de que asempresas têm um papel essencial a cumprir, juntamente com os governos e asociedade civil, na solução das imensas desigualdades sociais e da quaseirreversível catástrofe ambiental que vivemos neste início de milênio.
  
Alunas do Curso de Especialização em Gestão Estratégica da Qualidade da Faculdade AtenasMaranhense.
 
2
Para melhor entende-lo, é preciso compreender os principais pilaressobre os quais
a)
a necessidade de promover desenvolvimento sustentável, em nívelglobal, ou seja, o uso dos recursos naturais pela nossa geração demaneira a que todas as futuras gerações possam usufruir, no mínimo,dos mesmos recursos;b)a ampliação dos públicos com os quais a empresa deve se preocupaem suas decisões, que passam a incluir todos aqueles que influenciamou são influenciados pelos negócios da empresa (partes interessadasou, em inglês, "stakeholders");
c)
a verdadeira inclusão social e o amplo e universal respeito aos direitoshumanos fundamentais, como o direito à alimentação adequada, àliberdade, à educação básica, à vida com dignidade, entre outros;d)a eliminão de qualquer tipo de discriminação de nero, racial,ideológica, étnica, cultural, etc;
e)
a vontade política de implan-la na gestão da empresa, pois averdadeira Responsabilidade Social Empresarial independe deinvestimentos.Numa tentativa de resumir todos estes aspectos, oInstituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social(1994) elaborou uma definição, que nóstambém adotamos:
Responsabilidade Social Empresarial é a forma de gestão que se definepela relação ética e transparente da empresa com todos os públicos com osquais ela se relaciona e pelo estabelecimento de metas empresariaiscompatíveis com o desenvolvimento sustentável da sociedade, preservandorecursos ambientais e culturais para gerações futuras, respeitando adiversidade e promovendo a redução das desigualdades sociais.
É fundamental que se compreenda, também, que ResponsabilidadeSocial Empresarial transcende a mera Ação Social
 
ou assistencialismo,internamente definidos como: Projetos comunitários pontuais, geralmente de caráter filantrópico, destinados a mitigar mazelas sociais. Tais ações normalmente requereminvestimentos.É importante salientar ainda o papel individual de cada empregado nesteprocesso. É na decisão cotidiana de cada um de nós que se fará à efetivaresponsabilidade social de nossa empresa como um todo. Quando, por exemplo,consumimos com consciência, compramos sabendo que estamos comprando de
 
3
uma empresa ética, quando nos relacionamos sem qualquer escie dediscriminação ou preconceito para com nossos colegas, subordinados ou superiores,estamos sendo e ajudando a empresa a ser socialmente responsável.
2 REFERENCIAL TEÓRICO
A partir da cada de 70 começa uma nova discurssão acerca deobrigações sociais, em todo mundo. As organizações passam a se preocupar comseus capitais intelectuais, ou seja, os seres humanos, indo desde seus acionistas,empregados, clientes, fornecedores até a comunidade. Porém as práticas sociaissão visualizadas apenas na década de 90.Existem dois motivos que levam estas empresas a se preocuparem comeste motivo, o de cunho moral, onde as pessoas e a empresa devem agir socialmente responsáveis, pois esta é a forma correta, ou o de cunho instrumentalque a responsabilidade social passa a ser um diferencial competitivo. Uma vez que,atualmente, há uma maior aceitação por parte dos clientes de produtos e serviçosoriundos de empresas consideradas socialmente responsáveis.A empresa que se dispõem a praticar ações sociais tem que impor transformações radicais na concepção da empresa e seu papel na sociedade. Deveexistir um reconhecimento de suas obrigações como seres humanos, agindoorientados pelos princípios éticos que vão além de obrigações legais e econômicas.Segundo Passos (2006, p. 166) a Responsabilidade Social "[...] propõeque os seres humanos ocupem o lugar de destaque nessa relação, aquele que vemsendo concedido ao lucro e ao capital nas práticas e teorias tradicionais".É de suma impotância que os objetivos e práticas sociais, sejam bemclaros, buscando avaliar a sua contribuição à sociedade, para não ser confundidoscom interresses comerciais e econômicos.
A partir do critério da Responsabilidade social, poderíamos classificar asempresas em três grandes modelos: aquelas que visam apenas lucro e sãoassumidamente negócios; as que se colocam como Organizações sociais eprocuram satisfazer aos interesses de uma rede de pessoas e, por último,as empresas socialmente responsáveis, que não se preocupam apenascom o lucro econômico, mas também com o social, com a transformaçãosocial. Infelizmente, essas são em número bem menor do que as duasanteriores. (PASSOS,2006, p. 166).

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->