Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
7262687-Aula-6-Suturas

7262687-Aula-6-Suturas

Ratings: (0)|Views: 5|Likes:
Published by Mestre Tanato

More info:

Published by: Mestre Tanato on Jun 12, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/31/2013

pdf

text

original

 
Fios de Sutura
Desde aproximadamente 2.000 A.C. existem referências evidenciando o uso debarbantes e tendões de animais para suturar. Atras do culos, uma grandevariedade de materiais tem sido usados na confecção de fios para procedimentoscirúrgicos, tais como: seda, linho, algodão, crina de cavalo, tendões de animais eintestinos. Contudo, alguns destes ainda são utilizados hoje em dia . A evolução dos materiais de sutura nos trouxe para um ponto de refinamentoque inclui o desenvolvimento de suturas e fios especiais para tipos específicos deprocedimentos. Sendo assim, eliminou-se algumas das dificuldades encontradas nopassado pelos cirurgiões e, também, diminuiu-se substancialmente o potencial deinfecção pós-operatória .
Conceito
O fio de sutura é uma estrutura flexível, com formato circular e que apresentaum diâmetro reduzido. Pode ser de material sintético, de fibras vegetais ou de materialornico. Mesmo sendo uma estrutura o simples é um elemento da maioimportância dentro da cirurgia, pois é parte essencial da sutura e dos nós cirúrgicos.Fios de sutura já estão dentro da prática médica desde os antigos egípsios e gregos,sendo usados e conhecidos pelos homens muito antes da cirurgia como a conhecemoshoje.Sempre importante lembrar que todos os fios de sutura são vistos como corposestranhos em nosso organismo, assim irão produzir um tipo de reação local. Porémexistem particularidades de cada fio e, desta forma, alguns causam maior reação eoutros menor reação.
Classificação
Os fios de sutura podem ser convenientemente divididos em dois gruposmaiores: os absorvíveis e os não-absorvíveis ou inabsorvíveis. Como o próprio nomeevidencia, os absorvíveis o aqueles que por algum processo ornico seoabsorvidos e desta forma deixaram de existir naquele local, sendo que este processovaria em tempo e modo de reabsorção conforme o fio utilizado. Alguns fios absorvíveissão “banhados” com outras substância para aumentar seu tempo de absorção, assimpermanecendo mais tempo no local. Já os inabsorvíveis são aqueles cujo material nãopode ser absorvido pelo organismo, sendo assim permaneceno local aplicadoindefinidamente ou até que seja retirado mecanicamente.O modo pelo qual os fios absorvíveis vão ser reabsorvidos é variável. Porém osdois maiores mecanismos de absorção resultam da degradação dos fios. Os fios deorigem biológica, como o Catgut, são gradualmente digeridos por enzimas teciduais.Os fios manufaturados de polímeros sintéticos o geralmente quebrados pohidrolases e após absorvidos.
 
# Fios Absorvíveis:
ORIGEMEXEMPLOS
 AnimalCatgut Simples*Catgut Cromado*SintéticaDexon®* - Ácido PoliglicólicoVicryl®* - Ácido PligalactilPolivicryl®*
#
Fios Inabsorvíveis
:ORIGEMEXEMPLOS
 Animal (seda)Cirúrgica®Isencap® Anacap®Sutupak®* AlgodãoVegetalLinhoMetálicaAço InoxidávelMonicrom®Flexon®SintéticaPoliamida (nylon)Mononylo*Multinylon®PropilenoProlene®*PoliésterMersilene®*Dacron®Poliéster ImpregnadoEthiflex®Ethibond®Surgilene®PerlonSupramid®
   A  b  s  o  r  ç  ã  o    A  b  s  o  r  ç  ã  o
Categute SimplesCategute CromadoÁc. Poliglicóico (Dexon)Poligalactina 910 (Vicryl)Poliglecaprone(Monocryl)Polidioxanona (PDS)Poligliconato (Maxon)30 dias40 dias80 dias80 dias90 dias180 dias180 dias
 
(*) = fios mais usados.
Monofilamentares X Multifilamentares
Existe uma subdivisão dos fios em monofilamentares e multifilamentares. Um fiomonofilamentar é constituído de apenas um “filamento”, assim é menos resistente,pom mais delicado e sofre menor resistência ao passar pelos tecidos. Um fiomultifilamentar consiste em vários “filamentos” do material entrelaçados ou trançadosformando um fio. Estes o mais resistentes e possuem manipulação maisconfortável. As outras características descritas para o fio de sutura, como a reaçãotecidual, a infecção, a origem a nós firmes e entre outra, são geralmente decorrentesda matéria prima para sua produção.
   R  e  a  ç   R  e  a  ç   ã   ã  o  o   T   T  e  e  c  c   i   i 
Categute SimplesCategute CromadoSeda (Silk Point)Algodão com Poliester (Cottpoint)Ác. Poliglicóico (Dexon)Poligalactina 910 (Vicryl) Polidioxanona (PDS)Poliglecaprone (Monocryl)Poligliconato (Maxon) Poliéster (Mersilene) Tetratalato de Polibutileno(Novafil)Náilon (Mononylon)Propileno (Prolene)Politetrafluoretileno (Gore-tex)Aço (Aciflex)IntensaIntensaIntensaIntensaBaixaBaixaBaixaBaixa
Baixíssima
MínimaMínimaMínimaMínimaPrtc. inertePrtc. inerte
 
Absorv
Naturais 
Inabsorv
Sintéticos Absorv
Multif 
 
Monof 
 Inabsorv
Multif 
 
Poligalactina 910 (Vicryl)  Ác. Poliglicóico(Dexon) Polidioxanona (PDS)  Poligliconato (Maxon)Poliglecaprone (Monocryl)  Categute CromadoCategute Simples
 
   F  o  r  ç  a   T   ê  n  s   i 
Perde 50% em 25 diasPerde 50% em 25 diasPerde 50% em 30 diasPerde 41% em 30 diasPerde 50% em 07 diasPerde 50% em 30 diasPerde 100% em 5 dias
AçoPoliéster (Mersilene)Náilon (Mononylonl)Propileno (Prolene)Politetrafluoretileno (Gore-tex)Tetratalato de Polibutileno (Novafil)Seda (silk point, seda)Algodão com Poliester (Cott point)
 
   F  o  r  ç  a   T   ê  n  s   i 

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->