Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
14Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
A AUTORIDADE ESPIRITUAL DO CRISTÃO - William Schnoebelen

A AUTORIDADE ESPIRITUAL DO CRISTÃO - William Schnoebelen

Ratings:

4.5

(10)
|Views: 886 |Likes:
Published by Fleur du Monde
Autoridade espiritual.
Autoridade espiritual.

More info:

Categories:Types, Brochures
Published by: Fleur du Monde on Jan 03, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC or read online from Scribd
See more
See less

07/21/2013

original

 
A
Autor
i
dad
e
 
E
spi
r
itua
l
Do 
C
ristã
o
(Adaptado por William Schnoebelen a partir do trabalho anônimo de um homem de Deus) 
 
Observando a existência de uma grande necessidade deinformações sobre o funcionamento da autoridadeespiritual e não conhecendo escritos significativos nessaárea, tentei oferecer uma descrição desse conceito. Omaterial a seguir foi desenvolvido ao longo de vários anosde estudo e de aconselhamento envolvendo situações emque a autoridade era uma parte vital da solução dosproblemas espirituais.Após buscar a Deus em muita oração, o autor acredita queeste material é consistente com a Palavra de Deus e podeser uma ajuda real para aqueles que usarão os conceitosaqui apresentados, juntamente com a própria Palavra deDeus. Que o leitor encare com seriedade os conceitosapresentados. Existe muita coisa em jogo para deixar de sesatisfazer com a total apropriação dos benefícios que Deustornou disponíveis para o crente.As Escrituras são muito claras na definição de umaposição de autoridade. Conforme apresentado nasEscrituras, isso é mais uma posição de responsabilidade doque de poder. Paulo declara a existência e coloca emperspectiva a autoridade e o poder do cristão, quando diz:"Porque, ainda que eu me glorie mais alguma coisa donosso poder, o qual o Senhor nos deu para edificação, enão para vossa destruição, não me envergonharei". [2Coríntios 10:8]."Assim nós, sendo-vos tão afeiçoados, de boa vontadequiséramos comunicar-vos, não somente o evangelho deDeus, mas ainda as nossas próprias almas; porquanto noséreis muito queridos. Porque bem vos lembrais, irmãos, donosso trabalho e fadiga; pois, trabalhando noite e dia, paranão sermos pesados a nenhum de vós, vos pregamos oevangelho de Deus. Vós e Deus sois testemunhas de quão
 
santa, e justa, e irrepreensivelmente nos houvemos paraconvosco, os que crestes. Assim como bem sabeis de quemodo vos exortávamos e consolávamos a cada um de vós,como o pai a seus filhos; para que vos conduzísseisdignamente para com Deus, que vos chama para o seureino e glória." [1 Tessalonicenses 2:8-12]Nesses versos Paulo diz claramente que recebeu poder deDeus e que o propósito desse poder é a edificação da igreja.Ele descreve sua preocupação pela igreja e como trabalhouem favor dos convertidos, como um pai faria. Descrevecomo procedeu para o benefício daqueles que receberam oevangelho. Ele também demonstrou o funcionamento deuma autoridade espiritual quando, em 1 Coríntios,"entregou certa pessoa a Satanás para a destruição dacarne..." A partir dessa e de outras Escrituras, fica claroque Deus estabeleceu posições de autoridade.A autoridade tem um requisito de responsabilidade nosreinos natural e espiritual. A autoridade na família érepresentada pela preocupação e pela proteção dosmembros. Inclui proteger, ensinar, aconselhar e prover asnecessidades da família. Os aspectos espirituais dessasresponsabilidades precisam ser atendidas, bem como asseculares.O requisito secular da autoridade cristã é primeiramenteserviço; isto é, amar, sustentar, preocupar-se, instruir eatender às necessidades da família. O conceito de umdomínio autocrático no lar é totalmente contrário aoconceito adequado da autoridade cristã. A autoridade não ésuperioridade. No que se refere a Deus, somos todos iguaisdiante dele, e isso inclui suas considerações pelo homem epela mulher. O Senhor considera o casamento cristão comouma parceria. Ele atribuiu responsabilidades diferentes aomarido e à mulher, mas isso não torna a mulher menosimportante. Existem muitos países no mundo em que o

Activity (14)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
dayany_acoustic liked this
regylucia liked this
LisaPatz liked this
mamy43 liked this
GOMESGO liked this
flavianofpo liked this
andreschuindt liked this
ricardo655 liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->