Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
4Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
teoria_voo.pdf helicóptero

teoria_voo.pdf helicóptero

Ratings: (0)|Views: 1,196|Likes:
Published by Comte Martins

More info:

Published by: Comte Martins on Jun 19, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

01/25/2014

pdf

text

original

 
1
 
APOSTILA DE HELICÓPTERO
TEORIA DE VÔO
Professores:
Paulo Sérvulo / Nicolau Saba
 
2
ÍNDICE
 Tipos de Vôo ...........................3Vôo pairado ............................3Arrasto de Fuselagem ...................4Efeito de Cone .........................4Efeito de Solo .........................5Ressonância com o Solo .................5Vôo com deslocamento ...................5Efeito Pendular ........................7Dissimetria de Sustentação .............7Sustentação de Deslocamento ............8Fluxo Transverso .......................8Distribuição da Sustentação ............9Estol ..................................9Curva do Homem Morto ..................12Fator de Carga ........................12Velocidades............................13Auto-rotação ..........................13Estabilidade ..........................15Precauções Gerais .....................16Condições de vôo X Performance .......17Manobras de Vôo .......................19Dicas para um bom vôo .................26
 
3
TEORIA DE VÔOTIPOS DE VÔO
O helicóptero, por possuir asas rotativas, tem a capacidade de executar o vôo pairado, pois as pás estãoem deslocamento em relação ao vento, e o vôo com deslocamento.
VÔO PAIRADO (rover – do inglês Hover)
Vôo no qual o helicóptero se encontra imóvel, roverando, em relação a um ponto. Teoricamente, avelocidade no vôo pairado não é zero, pois depende da velocidade do vento relativo (para aaerodinâmica tanto faz o corpo ou o vento em deslocamento), sendo a posição do disco de rotaçãoinclinada na direção contrária do vento, na qual o helicóptero terá todas as reações como se estivessevoando horizontalmente na velocidade do vento. No pairado existem três grandes forças verticais que na realidade se resumem a duas, que são iguais, porém em sentido contrário. São elas: Sustentação ( L ) e Peso( W ), que é acrescido da terceira forçaque é o Arrasto de Fuselagem (DF ou DP). No vôo pairado, sem vento, a sustentação é uniforme. As duas metades do disco de rotação (esquerda edireita) estão operando com a mesma velocidade aerodinâmica, ângulos de ataque iguais e portantosustentação igual em todo o disco. Nesta situação o disco de rotação e as estrelas estacionária e rotativaestão paralelas entre si e ao solo, entretanto, a rigor, todo o conjunto está ligeiramente inclinado para aesquerda (helicópteros anti-horário) para compensar a deriva para a direita provocada pelo rotor decauda.O empuxo resultante das forças do rotor principal é para cima, de modo que é exercida sobre a massade ar uma força para baixo. NOTA: O peso máximo de decolagem e o teto máximo para o vôo pairado podem ser definidos pelalimitação de potência, melhor do que pela capacidade aerodinâmica de sustentação do rotor principal.

Activity (4)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Chapo Lim liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->