Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
8. Nitrogênio no solo

8. Nitrogênio no solo

Ratings: (0)|Views: 51 |Likes:
Published by Marcus Vinícius

More info:

Categories:Types, Research
Published by: Marcus Vinícius on Jun 21, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/21/2012

pdf

text

original

 
8. NITROGÊNIO NO SOLO
 
1. Ciclo do nitrogênio
O ciclo do nitrogênio caracteriza-se por diversas transformações que este íon (verapêndice a) sofre no seu ciclo entre o reino mineral e os seres vivos. Asplantasrequeremcerto número de elementos químicos para seumetabolismo.Parte deles é obtidadiretamente daatmosfera,comocarbonoeoxigênio,utilizados a partir dodióxido de carbono.Outra parte provêm daáguadosolo,como ohidrogênioe ooxigênio.Todos os demais elementos, com exceção de um, provêm de processos de intemperismo físico equímico dasrochase são captados pelas plantas por processos de absorção a partir dosolo.A exceção é onitrogênio,que representa 78% daatmosferaterrestre (na forma gasosa N
2
). Embora as rochas da superfície terrestre constituam também a fonte primáriade nitrogênio, este penetra no solo, indiretamente por meio da atmosfera, e, através dosolo, penetra nas plantas que crescem sobre ele. Entretanto, a maioria dosseres vivosnãoé capaz de utilizar o nitrogênio atmosférico para sintetizarproteínase outrassubstâncias orgânicas.Ao contrário do carbono e do oxigênio, o nitrogênio gasoso é quimicamentepouco reativo. Apenas certasbactériasealgasazuis possuem amaquinaria enzimática altamente especializada para assimilar o nitrogênio da atmosfera e convertê-lo numaforma que pode ser usada pelascélulas.Estes seres vivos "fixam" o nitrogênio gasosopara o uso do restante dabiosfera.A deficiência de nitrogênio utilizável constitui muitasvezes, o principal fator limitante do crescimentovegetal. O processo pelo qual o nitrogênio circula através das plantas e do solo pela açãode organismos vivos é conhecido como ciclo do nitrogênio.O nitrogênio é o quarto elemento mais abundante nas plantas, sendo superadoapenas pelo carbono, pelo oxigênio e pelo hidrogênio. É constituinte essencial deaminoácidos, proteínas, bases nitrogenadas, ácidos nucléicos, hormônios e clorofila, entreoutras moléculas. A maioria das plantas obtém o nitrogênio do solo sob a forma de íonnitrato (NO
3-
), havendo algumas que o absorvem sob a forma de íon amônio (NH
4+
). Onitrogênio pode ser um nutriente crítico para as plantas porque seu suprimento no solo é
 
limitado e, além disso, ele também é utilizado pelos microrganismos que habitam essesolo.O ar atmosférico também possui nitrogênio. Cerca de 78% da constituição gasosada atmosfera é formada por nitrogênio molecular ou dinitrogênio (N
2
). No entanto, osorganismos eucariontes são incapazes de absorver o N
2
e convertê-lo a uma formaassimilável. Assim, o N
2
move-se para dentro da planta através dos estômatos, saindologo em seguida, sem que possa ser utilizado.Os átomos encontram-se unidos de uma maneira muito estável na molécula denitrogênio e por esse motivo para que o N
2
possa ser convertido a uma forma assimilávelé necessário o fornecimento de temperatura e pressão muito elevadas (fixação industrial)ou a presença de um sistema enzimático apropriado (fixação biológica
 
).A fixação industrial do N
2
, chamada de processo de Haber-Bosch, utilizatemperaturas em torno de 400-600
o
C e pressões em torno de 100-200 atm, sendodispendiosa do ponto de vista energético. Reação:
N
2
+ 3 H
2
---> 2 NH
3
 A fixação biológica do N
2
ocorre graças a uma enzima, denominada nitrogenase,presente apenas em alguns organismos procariontes. Do ponto de vista energético, elatambém é dispendiosa para o organismo que a realiza. No entanto, devido à presença deum sistema enzimático, a reação pode ocorrer à temperatura ambiente e pressãoatmosférica. Reação:
N
2
+ 16 ATP + 8 e
-
+ 8H
+
---> 2 NH
3
+ H
2
+ 16 ADP + 16 Pi.
 
(onde e-simboliza elétron e Pi simboliza o fosfato inorgânico).
Tabela 1. Distribuição Global do Nitrogênio
Compartimentos globais para N Proporção %
Litosfera (Rochas primárias) 98% N
TOTAL
terraOutros 2%: Atmosfera (N
2
) 79 %: Oceanos (N
2
, N-inorg e N-org) 20%
: Solos
< 1%
 
Cerca de 10% do nitrogênio atmosférico que é trazido para o solo, sob a forma deNO
3-
ou NH
4+
, foi convertido a tais formas iônicas através de três processos diferentes.
 
Os resíduos da combustão industrial, a atividade vulcânica e a queima de florestasliberam compostos gasosos na atmosfera. Dentre eles está a amônia, que emcontato com a água da chuva é convertida em íon NH
4+
e acaba por atingir o solo.
 
Pode ocorrer a oxidação do N
2
, tanto pelo O
2
como pelo O
3
, na presença deenergia de raios ou radiação ultravioleta. Assim, alguns óxidos de nitrogênio sãoformados e originam o NO
3-
quando em contato com a chuva, sendo transportadospara o solo.
 
Os oceanos lançam aerossóis no ar. Quando a água desses aerossóis evapora, ossais permanecem em suspensão e são levados ao sabor dos ventos. Com aschuvas, alguns desses sais podem ser depositados na terra como ocorre com oNO
3-
. Esse processo recebe o nome de "sais cíclicos" porque, normalmente, ossais são depositados em terras da faixa costeira, retornando à sua origem, o mar.Além disso, o N
2
pode ser fixado pela indústria (processo de Haber-Bosch) ou pororganismos procariontes (fixação biológica) como visto anteriormente. O processoindustrial contribui com cerca de 15% do nitrogênio atmosférico colocado no solo,enquanto que o processo biológico se encarrega de obter os 75% restantes. Portanto, afixação biológica é de suma importância para a nutrição nitrogenada dos solos.A matéria orgânica também é fonte de nitrogênio para o solo. Nela, o nitrogênio estáinsolúvel, mas graças a atuação de organismos decompositores (fungos e bactérias) ele éconvertido em NH
4+
, no processo conhecido como amonificação.

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->