Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
2Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
As Quatro Chaves

As Quatro Chaves

Ratings: (0)|Views: 22 |Likes:
Published by André Vieira

More info:

Published by: André Vieira on Jun 21, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/10/2014

pdf

text

original

 
As Quatro ChavesdaLiberação
 Enio Burgos
BODIGAYA
 
2
As Quatro Chaves da Liberação
As Quatro Chaves da Liberação
Copyright 2007 © 
 
Enio Burgos
Todos os direitos reservados à
Editora Bodigaya Ltda
.Nenhuma parte deste livro pode ser distribuída, transmitida,comercializada, copiada ou armazenada por qualquer meio, eletrôni-co ou mecânico, incluindo fotocópia, gravação, ou por qualquer outraforma de armazenamento de dados, sem a autorização expressado editor, estando o infrator sujeito às sanções legais cabíveis.
Editora Bodigaya Ltda
Caixa Postal 847Porto Alegre/RSCEP: 90001-970
www.bodigaya.com.br 
bodigaya@bodigaya.com.br 
Autor:
 Enio Burgos
Revisão:
 Lígia Margaret Hertzer Este livro eletnico o gera dano ecológico. Ainda assim, ao ler um livro, plante uma árvore.
Produzido no Brasil - março de 2007
 
3
Enio Burgos 
 As Quatro Chaves da Liberação
ão há felicidade perene emsamsara. Não há abrigo, segurança, emlugar algum, e apostar a vida em qual-quer dos elementos, ou objetos do sam-sara, conduz somente à frustração, arre-pendimento e desilusão. Samsara apenasnos prende, desgasta e cansa. Ainda as-sim, é impossível abandonar samsarasem antes compreendê-lo total e comple-tamente.
 As Características do Samsara 
Quando em samsara, acreditamosno que é falso e o buscamos como se fos-se verdadeiro; acreditamos no que é im-puro, como se fosse puro; damos valorao que, na verdade, não o possui; acredi-tamos ser permanente o que é imperma-nente; concebemos identidades indepen-

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->