Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
2Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
EDIÇÃO 782 ON LINE 22 06 12

EDIÇÃO 782 ON LINE 22 06 12

Ratings: (0)|Views: 1,408|Likes:
Published by Atos_e_Fatos

More info:

Published by: Atos_e_Fatos on Jun 22, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

07/02/2012

pdf

text

original

 
Ano XVI - 782|Três Passos, sexta-feira, 22 de junho de 2012R$ 3,00
 
Diretores
: Adelar Breitenbach e Jerônimo Breitenbach
Jornalistas responsáveis:
Clóvis Machado e Carlos Roberto Grün
Editor:
Carlos Roberto Grün
Redação:
Carlos Roberto Grün e Tiago Borges
Diagramação/Arte:
Marco Aurélio Debesaitis
Impressão Correio do Povo
Os conceitos e opiniões assinadas são de responsabilidade do colunista.
 
 ASSINATURA:
 Anual:......................R$ 100,00Semestral:.................R$ 60,00Correio (anual):........R$ 170,00Correio (semestral):...R$ 90,00
 Filiado à Adjori  Associação dos Jornais do Interior do RioGrande do Sul 
Fundado em 19 de abril 1997
Fone/Fax: (55) 3522-1030atosefatos@difusoraceleiro.com.brwww.difusoraceleiro.com.br
 Adelar Breitenbach & Cia Ltda.Inscrição Estadual: 148/0046733 - CNPJ 04.480.825/0001-01 Av. Santos Dumont, 240 - CEP 98600-000 - Três Passos/RS
Periodiciade:
Semanal 
GERAL
Atos e Fatos
 Jornal
2
 Sexta-feira, 22 de junho de 2012Sexta-feira, 22 de junho de 2012 
3
SAÚDE
 Dra. Caroline Helena Lazzarotto de Lima Fisioterapeuta - CREFITO 5 96804-F  Pós Graduada em Saúde Pública/Saúde da Mulher - PREMUS/PUCRS Formação em Reequilíbrio Somato-Emocional 
Dar ou não dar esmola?Cuide de sua coluna, cuide de suapostura! - PARTE 3
Se for mentir... minta direito!
Foto da 
Semana
“Mais assustado que cusco em dia de Carrocinha do Grenal”. Esse até poderia ser um novo ditado. Foi isso que se viu nodomingo passado em Padre Gonzales. Por causa do foguetórioda Carrocinha do Grenal, a cachorrada solta virou em perna...
Como sentar-se adequadamente?
A cadeira ideal tem encosto reto,de forma a apoiara região média dacoluna, com abertu-ra para as nádegas.As coxas devemestar apoiadas sua-vemente em todo oassento com os joelhos em 90º e os pés apoiados no chão.Não use cadeiras reclináveis.
Como sentar-se no trabalho?
No trabalho, em frente a uma mesa ou digitando no com-putador, per-maneça com aspernas debaixoda mesa; co-loque o com-putador a umaaltura adequadae fique com osbraços juntoao corpo. Utili-ze um suporte para que o texto fique na altura dos olhos eem frente. Como a altura da mesa nem sempre é adequada,deve-se elevar o que está se fazendo de modo a não curvarmuito a região cervical e a dorsal. Estando sentado, nuncagire para pegar um objeto às costas. E atenção: não apoieo telefone entre a orelha e o ombro pois isto força a colunacervical.
Como dormir?
Para dormir, aposição ideal é a debarriga para cima e,alternativamente, ade lado. Evite dormirde bruços, pois opescoço fica torcidoe há sobrecarga daregião lombar. Delado, o ideal é dormircom uma perna sobrea outra, ambas semi-flexionadas. Muitasvezes, não consegui-mos manter um joe-lho sobre o outro, eencostamos o joelhoque está em cima nocolchão, o que causauma torção. Neste caso, recomenda-se utilizar um pequeno travesseiro embaixo do joelho. Evite colchões macios, quenão dão sustentação, e colchões muito duros, pois os om-bros e o quadril ficarão mal acomodados. Para saber qual ocolchão ideal, consulte as tabelas de densidade de espuma,que relacionam o peso e a altura da pessoa.FONTE: MINISTÉRIO DA SAÚDE, 2008.
Temos muito medo de auxiliar alguém. O conceito de ajudaaqui vai desde a esmola até entrar de cabeça nos problemasdos outros, sejam eles materiais ou não. Não importa se o so-corro é material ou emocional, o problema passa a ser nosso.Na ânsia de se apegar a alguém que se digne a reduzir-lhea invisibilidade, o “ajudado” se apega à tábua de salvaçãomais próxima, despertando em quem se aproximou a sensa-ção de que arrumou um grude, uma tatuagem que da qual nãovai conseguir se livrar nunca mais.A impactante reportagem da Zero Hora, de 17 de junho de2012, intitulada “Filho da Rua”, sinaliza que a esmola maisatrapalha que ajuda e aquieta um pouco a nossa culpa.Sabedores que o bem estar que se conquista é fruto do tra-balho, o conceito ambíguo de caridade ainda martela a nossacabeça quando uma mão se estende pedindo dinheiro paracomprar isso ou aquilo. A situação incomoda; a indignaçãoque sentimos é um misto de raiva com egoísmo. Queremosnos livrar da chaga que fica ali, travestida de vozinha débil,cujo dono tem a idade do nosso filho e está tremendo de frio,parado à nossa frente. Quando a nossa mente é rápida nogatilho, dispara que é pivete e vagabundo e “craqueiro”. Masse dermos guarida ao zumbido na nossa cabeça, infiltra-se oquestionamento de porque nós temos nossas necessidadesatendidas e ele não.A ajuda direta, individual, trará para nós, que não somossequer capazes de resolver os nossos problemas, as maze-las da humanidade também. De sã consciência, entende-sea evolução do conceito de caridade, onde dar dinheiro nãoresolve as necessidades de ninguém; tampouco nos absolvedo pecado da omissão. A contribuição em benefício de enti-dades protetoras da infância está aí como alternativa de viabi-lizar a ajuda sem culpa. Não podemos dizer que a drogadiçãona infância e adolescência, lares desestruturados, pobreza,fracasso de programas sociais sejam privilégio somente decidade grande. Em cidades como a nossa, temos a favor ofato de conhecermos as instituições que tem programas as-sistenciais eficientes; que se fundamentam no propósito dedar às pessoas condições de resolverem os seus própriosproblemas. Até porque, não é vida, ver o mundo como queatravés de uma vitrine intransponível e não ser sujeito nosdireitos inerentes a qualquer pessoa.O encarte de Zero Hora de domingo traz na contracapa su-gestões de como ajudar da maneira mais acertada possível.A sociedade também precisa colaborar. E por sociedade nãose pode entender uma entidade etérea, um recurso linguísticoque se lança mão quando se quer atribuir responsabilidade ouculpa por alguma dificuldade, sem atribuir especificamente aquem. Uma sociedade é composta por cidadãos, cuja parti-cipação é imprescindível. Afinal, somos nós, individualmentequem sustentamos os vícios com esmolas ou com omissões.O assunto não se esgota aqui. Não é tarefa unicamente doPoder Público É nossa também. Cada um de nós pode fazera sua parte.
O cara executivo saiu do escritório e encontrou sua se-cretária no ponto do ônibus e caía a maior chuva. Põe chuva.Ele parou o carro e perguntou:__ Tu queres carona?__ Claro! – respondeu ela, entrando no carro.Chegando ao edifício onde ela morava, ele parou o carropara que ela saísse.Ao sair do carro ela o convidou para entrar um pouquinhono seu apartamento, perguntando:__ Não quer tomar um cafezinho, um whisky ou algumacoisa...um chá?E ele:__ Não, obrigado, tenho que ir para casa.E ela:__ Imagine, o senhor foi tão gentil comigo, vamos entrarsó um pouquinho.Então ele subiu, atendendo ao pedido da moça.Ao chegarem no apartamento, ela lhe serviu um drink efoi para o quarto. Passado alguns minutos, ela voltou todaatraente, perfumada e sexy.E ele, enquanto ela estava no quarto, já tinha tomado al-gumas doses de whisky. Já viu, né? Quando a viu, ele caiu,literalmente na tentação.E transaram. Depois, acabaram adormecendo. Por voltadas quatro da matina, ele acordou, olhou no relógio e levouo maior susto. Sustão!Aí pensou um pouco e disse para a secretária:__ Tu me emprestas um pedaço de giz?Ela entregou-lhe o giz. Ele pegou o giz e colocou atrásda orelha e foi prá casa. Lá chegando, encontrou a mulherlouca de raiva, espumando, e foi logo contando:__ Amor! Quando saí do trabalho dei carona para a minhasecretária, depois que chegamos no prédio onde ela mora,ela me convidou para subir e me ofecereu um drink. Em se-guida, ela foi para o banho e enquanto isso eu tomei maisalgumas doses de whisky. Aí ela retornou com uma camiso-la transparente, muito linda e após mais alguns vários goles,acabamos indo para a cama e transamos. Depois dormimose eu acordei há pouco...e...A mulher interrompeu com um berro e falou:__ Seu mentiroso duma figa, sem vergonha. Tu estavasno bar de novo jogando sinuca com aquele bando de vaga-bundos que tu chamas de amigos. Nem sabe mentir direito...até esqueceu o giz aí atrás da orelha!!!
&&&O HOMEM EM COMA!
Um cara estava em coma a algum tempo. A mulher esta-va na cabeceira dele dia e noite. Um dia, o homem acorda.Faz sinal para a mulher se aproximar e sussurra-lhe:__ Durante todos estes anos estiveste ao meu lado.Quando me licenciei, estavas lá comigo. Quando minhaempresa faliu, estavas lá a apoiar-me. Quando perdemos acasa, ficaste perto de mim. E quando fiquei com todos estesproblemas de saúde, acompanhaste-me sempre. Sabes quemais?Os olhos da mulher encheram-se de lágrimas:__ Diz, amor?__ Acho que tu me dá azar!
&&&Um abraço para o meu amigo Marco Debesaitis.Grande parceiro!
O Lacen (Laboratório Cen- tral de Saúde Pública do RioGrande do Sul) confirmou, nasemana passada, o primeirocaso de dengue em Três Pas-sos. No início do mês de maio,a professora aposentada eempresária Margarete ZagonelLarssen (foto), de 50 anos,residente no bairro Ildo Mene-ghetti, sentiu os sintomas ca-racterísticos da dengue. Nãochegou a ser internada. Emcasa, inicialmente, tomou me-dicamentos para curar umavirose. Aconselhada por umamoradora do bairro, Margare- te fez um exame laboratorialem Três Passos que detectoua doença, mas era necessárioa confirmação do Lacen.Antes dela, sete pessoasde uma mesma família, tam-bém residentes no mesmobairro, podem ter contraído adoença. Eles se curaram commedicamentos indicados porum parente, de Cuiabá, que teve a doença comprovada.Margarete utilizou também es-ses remédios.No final de maio, a pro-fessora Vera Lúcia Colussi,de 45 anos, foi internada porsuspeita de virose. Ela, que também reside no bairro IldoMeneghetti, fez um examecujo resultado foi reagentepositivo. Na mesma época,um cunhado seu, que morano centro da cidade, tambémfoi internado por virose. Aodar alta, fez o exame que de- tectou, igualmente, a doença.Segundo a professora, a Se-cretaria Municipal de Saúdenão demonstrou interesse emencaminhar amostras de san-gue seu e do cunhado paraanálise do Lacen.A Secretaria de Saúdevem intensificando as açõesde combate ao mosquito ae-des aegypti, transmissor dadengue.
Laboratório do Estadoconfirma caso dedengue em Três Passos
 
POLÍTICA
4
 Sexta-feira, 22 de junho de 2012Sexta-feira, 22 de junho de 2012 
5
GERAL
* Prof.
Osmar Antonio Bonzanini 
 – Graduado em Ciências Contábeis,com Especialização em Controladoria, Mestre em Desenvolvimento,Gestão e Cidadania e Doutorando em Gestão. Professor ecoordenador do curso de graduação em Ciências Contábeis e das Especializações em Controladoria e Auditoria e Perícia Contábil daURI/FW. Consultor, como profissional liberal, em Sistemas Contábeisde Gestão. Contatos através do e-mail bonzanini@uri.edu.br.
Recursos públicos ou recursos de alguns públicos?
 
Por mais que o assunto, às vezes, torne-se repetitivo, nãohá como fugir dele. No início, as manchetes e reportagens,notadamente exibidas no programa Fantástico da Rede Globo,eram de casos distantes. Muitos, ocorridos em Brasília, ou- tros, em menor escala, nas capitais dos estados. Ultimamen- te, estão ficando cada vez mais próximas.Quem assistiu, no último domingo, em rede nacional, osacertos, esquemas, maracutaias, venda e compra de gabari- tos, fraudes, apadrinhamentos e quaisquer outros nomes quevenham a ser utilizados para identificar o que foi registrado porjornalista da RBS TV, talvez nem fique mais surpreso.O que ocorreu e foi visto por todos que assistiram, é que osnomes dos municípios e das pessoas envolvidas, são conhe-cidos. São próximos. À medida que a reportagem transcorria,a impressão que dava era de que o próximo caso fosse maisescandaloso. Mas, será que foi somente nos municípios cita-dos na reportagem, que ocorreram fraudes? Sou de opinião deque o Ministério Público deveria investigar todos, sem exce-ção, em que as empresas citadas na matéria tenham atuadocomo organizadoras.Como chegamos a esse ponto? Onde será que está escritoou foi ensinado aos governantes - independente do nível, queo dinheiro público pode ser gasto somente com determinadospúblicos, principalmente se pertencerem ao(s) partido(s) queestão no executivo, naquele momento.Uma das empresas envolvidas no esquema e conforme areportagem tem um de seus proprietários envolvido em frau-des anteriores. Inclusive, já respondendo a processos. Porque, então, enquanto tais acusações não forem elucidadas eo sujeito levado a julgamento, proíba-se o mesmo e sua em-presa, de participarem da elaboração de novos concursos?Não tenho formação jurídica, mas, independente disso, mes-mo sendo legal a participação enquanto não houver sentençafinal, vejo como imoral tal situação persistir.E o que dizer às pessoas idôneas que estudaram, tiveramgastos, empenharam-se corretamentepara a aprovação e posterior nomeaçãonos cargos oferecidos? Vão ser indeni-zadas? Reembolsadas do valor da ins-crição? Ouvirão simplesmente um pedi-do de desculpas? Ou, como das outrasvezes, ficará por isso mesmo, com oprocesso se arrastando por anos e anos,até ser esquecido?O que parece, caros leitores, é que o texto do escritor João Ubaldo Ribeiro, escrito em 2005, já rela- tado neste espaço, torna-se cada vez, mais atual. Ou seja, quenosso problema, ou o problema da corrupção no Brasil, ad-vém da matéria prima. Isso mesmo. Conforme João Ubaldo,de nada adianta substituir os atuais governantes, deputados,prefeitos e vereadores. Os substitutos continuarão atuando damesma forma, apropriando-se, cada vez mais, dos recursospúblicos e sempre em benefício de uma minoria.O que fazer, então, para mudar tal quadro? A primeira armaque temos e possível de utilizar nas próximas eleições é ovoto. Afinal, quem está no executivo municipal, agora, foi alicolocado e de forma legítima, pelo resultado da última eleição.Após a posse, cobrar postura ética e compromisso com apopulação. Caso não resolver, o caminho deverá ser outro,afinal, esperar mais quatro anos é muito tempo!
Até a próxima semana, com a graça de Deus.
RESUMO
É crítica a situação financeira do Hospital de Caridade(HC) de Três Passos, na Região Celeiro. O prefeito CleriCamilotti anunciou dia 15 que a dívida contraída a partir de2005 pode ultrapassar a R$ 15 milhões. Foi apurado que es- tão em protesto 873 títulos. Um record, negativo. Parabénsao grupo que está administrando, atualmente, o hospital e também felicitações ao Ministério Público pelo trabalho vemrealizando neste caso.
PMDB chateado
Ao desautorizar publicamente o ministro da Agricultura,Mendes Ribeiro Filho, a presidente Dilma Rousseff impôsuma mordaça aos auxiliares e expôs uma crise com seuprincipal aliado, o PMDB do vice Michel Temer. “Somos omaior partido do país. Essa subordinação (à presidente) temlimites — revela um importante interlocutor de Temer”.
Medicina em Palmeira
Lideranças de Palmeira das Missões começam a traba-lhar na elaboração de um projeto visando a instalação de umcurso de Medicina na unidade do Cesnors daquele municí-pio. Levam em conta o funcionamento do HPR em Palmeiradas Missões e na necessidade de ampliar os cursos na áreada saúde, no Cesnors local.
BR 468
Após 30 anos de espera, as obras de asfaltamento dos 36quilômetros da BR 468, entre os municípios de Três Passose Tiradentes do Sul, na região Celeiro, encaminham-se paraa sua conclusão. A previsão do Dnit é de que até o final dejulho os serviços estejam prontos no trecho restante, de 6,8quilômetros, desde a cidade de Tiradentes do Sul até o dis- trito de Porto Soberbo, na fronteira com a Argentina. Lideran-ças da região Celeiro avaliam que, a partir da pavimentaçãoda BR, haverá um crescimento do turismo, ampliando aindaa integração entre os dois países. Conforme o prefeito deTrês Passos, Cleri Camilotti, os benefícios se estenderão aosetor agropecuário. “Um exemplo é o encurtamento em 200quilômetros da distância com o Norte do Paraná, de onde saio milho que é trazido para criação de aves, suínos e bovino-cultura em nossa região, com redução de custos.” Camilottilembra que a 468 é a única rodovia federal que corta a regiãoCeleiro.
Imposto de Renda
O leão do Imposto de Renda não morde os que se aposen- tam em função de uma doença incurável. Voraz e inclementecom os demais trabalhadores, o rei da selva e dos tributosé mansinho perante os que se enquadram na Lei 11.052, de2004, que atualizou uma legislação de 24 anos.
Microrregião Celeiro
Com a aprovação do Projeto de Lei Complementar48/2012, de autoria da deputada estadual Zilá Breitenbach(PSDB), 21 municípios passarão a fazer parte da Microrre-gião Celeiro. O PLC foi aprovado por unanimidade no dia 12,na Assembleia Legislativa. A matéria segue para sansão dogovernador. Com a criação da Microrregião serão implemen- tadas ações articuladas entre Estado, prefeituras e diferen- tes entidades da comunidade, visando o desenvolvimentoeconômico, social e ambiental. A parlamentar acredita quea Microrregião servirá para estabelecer a convergência deiniciativas promovidas de maneira isolada pelo poder públicoe pela iniciativa privada.
Panosso elogia Dom Antonio
O prefeito de Frederico Westphalen, José Panosso, enviouna manhã de terça-feira ofício ao bispo da diocese de Frede-rico Westphalen, Dom Antônio Carlos Rossi Keller parabeni-zando pela sua escolha como bispo referencial da Pastoralda Comunicação do Regional Sul-3 da CNBB. No ofício oPrefeito destaca que “é com elevada gratificação que nossomunicípio se congratula pela titulação recebida pelo BispoDom Antônio, um comendador de realizações que evangelizaas pessoas e as fazem se tornarem cidadãos melhores para toda a comunidade”.
Concurso Público
A Polícia Federal lançou três editais de concursos quesomam 600 vagas: Escrivão (350), Delegado (150) e Pe-rito Criminal (100). Com remunerações que variam de R$7.514,33 e R$ 13.368,68, todas as vagas exigem nível supe-rior de escolaridade. As vagas são para os estados do Acre,Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará,Rondônia e Roraima e em unidades de fronteira.
EDITAL
Nos termos do Estatuto do PARTIDO DA SOCIAL DEMO-CRACIA BRASILEIRA, ficam convocados por este Edital, todos os eleitores filiados ao Partido e simpatizantes nestemunicípio para Convenção Municipal que será realizada nodia 30 de junho de 2012, com inicio às 20:00 horas e o encer-ramento as 23 horas, na Rua Dom João Becker nº 310 nessacidade, com a seguinte ORDEM DO DIA.a) Escolha com lançamento do Candidato a Prefeito eVice-Prefeito.b) Lançamento da Nominata dos Candidatos aVereador.c) Assuntos gerais a serem tratados.
Três Passos, 15 de junho de 2012.Gilberto Fernando ScapiniPresidente do PSDB de Três Passos -RS
EDITAL
Nos termos do Estatuto do PARTIDO DA SOCIAL DEMO-CRACIA BRASILEIRA, ficam convocados por este Edital, todos os eleitores filiados ao Partido e simpatizantes nestemunicípio para Convenção Municipal que será realizada nodia 30 de Junho de 2012, com inicio às 09:00 horas e o en-cerramento as 12:00 horas, no Salão Comunitário da sededo município de Tiradentes do Sul, com a seguinte ORDEMDO DIA.a) Escolha com lançamento do Candidato a Prefeito eVice-Prefeito.b) Lançamento da Nominata dos Candidatos aVereador.c) Assuntos gerais a serem tratados.
Três Passos 15 de Junho de 2012.Alceu DielPresidente do PSDB - Tiradentes do Sul -RS
 
BOM PROGRESSO -
Neste sábado dia 23 de junho, en-contro do Partido Progressista definirá candidaturas paraas eleições em Bom Progresso. O PP fará sua convençãopara a escolha de candidatos a vereadores, bem como tratará de assuntos relativos a coligações e a escolha doscandidatos a prefeito e vice.O Encontro será realizado a partir das 9h30min nasdependências da Câmara de Vereadores.Para este encontro, o Diretório Estadual do PP deve-rá acompanhar a referida convenção, que será conduzi-da pelos representantes do partido estadual e não maispelo presidente municipal, João Pedro Ferreira de Cam-pos, tendo em vista os desentendimentos partidáriosocorridos.
Convenção do PP será neste sábado
Comitiva que reivindicou a presença do diretório estadual: secretário de Saúde Jarbas, prefeito Armindão, deputado federal Jerônimo, deputadoestadual Ernani Polo, vereadores Geninho e Egon (vice-presiente do PP municipal) e o presidente estadual do PP, Celso Bernardi.
Na tarde de 16 de junho, na Câmarade Vereadores, o Partido dos Trabalha-dores – PT de Três Passos realizou oEncontro de Definição de Candidaturas,que serão homologadas na Conven-ção Oficial. O encontro contou com aparticipação dos dirigentes do PMDB,Marcelo Trindade e Adelar Franke, quereafirmaram a disposição do partidoem compor aliança política, indicando ocandidato a vice-prefeito.Após a definição de diretrizes para oPrograma de Governo e atuação parla-mentar, foram oficializados os nomesdos seguintes candidatos e candidatas:prefeita – Marli Franke (foto); vereador – José Orlando Schafer, Jorge LeandroDickel, Sérgio de Quadros, João RoqueBoll, Gilmar Mayer, José Carlos Bours-cheid, Claudemir Elisio Senker, PauloRogério Dörr, Paulo Arnoldo MendesBaierle, Evanir Adelia de Oliveira, MariaElaine Zagonel e Dilse Juliana Dahm.O PT E PMDB aguardam decisão doPC do B para compor aliança tambémnas eleições proporcionais.As Convenções Oficiais serão reali-zadas no próximo domingo, 24/06, das9 às 12 horas. (Assessoria de Comuni-cação do PT)
PT de Três Passos oficializa candidaturas
Em sessão ordinária realizada no dia18 de junho foram aprovados, por una-nimidade, o seguintes projeto de lei:- 059/2012, que autoriza o PoderExecutivo a abrir um crédito suplemen- tar no valor de R$ 40.000,00, utilizandocomo recurso superavit financeiro de2011.- 64/2012, que autoriza o Poder Exe-cutivo a celebrar convênio com o LarAcolhedor, de Três Passos, visando aconcessão de auxilio financeiro e dá ou- tras providencias.- 65/2012, que autoriza o Poder Exe-cutivo a “receber em doação” áreas de terras urbanas absorvidas por traçadode ruas e dá outras providências.
INDICAÇÃO
O vereador Leodomir Wiebling solici- tou à Secretaria de Urbanismo a refor-ma geral da rede de iluminação pública,justificando a existência de várias ruasàs escuras, o que compromete a segu-rança da comunidade.
NOTA DE ESCLARECIMENTO
Os vereadores Vilmar, Valdemar,Leodomir, Jorge e João Pedro vem apúblico esclarecer a comunidade que anoticia veiculada no programa da Prefei- tura de Bom Progresso no ultimo sába-do sobre a reprovação de dois projetos(construção e pórtico e arquibancada)se deve porque até o momento a escolaa ser beneficiada se encontra no nomede João Radael da Silva Oliveira e noano de 2011 os vereadores aprovaramProjeto de Lei n° 020/2011, que auto-rizava o Poder Executivo a assinar ter-mo de acordo com confissão de dívidacom o senhor João Radael Silva Oliveirae dá outras providências e autorizava oPoder Executivo a fazer o pagamentodo prédio, mas até o momento não foifeito. Os vereadores entendem que ficadifícil investir o dinheiro da comunida-de em um patrimônio que ainda não éda comunidade, pois o pagamento nãofoi efetuado e essa dívida fica passan-do de administração a administraçãomunicipal.
Informativo da Câmara de Vereadores de Bom Progresso
Ambos podem responder pelos cri-mes de corrupção passiva e falsidadeideológicaO Ministério Público Estadual (MP/ RS) encaminhou à justiça, nesta terça--feira, 19, denúncia contra o prefeito deCoronel Bicaco, Roberto Zanela (foto), ovice, Luiz Francisco Gobbi, e três empre-sários ligados à PL Participações, organi-zadora de um concurso público realizadono município em 2011. O órgão apurouque, além do prefeito e do vice, ClóvisPauletti, Marcos Antônio Perin e DanielBreda foram responsáveis por fraudara seleção para os cargos de Agente deControle Interno, Enfermeiro, AgenteVisitador do Primeira Infância Melhor eNutricionista.Caso a 4ª Câmara do Tribunal deJustiça aceite a denúncia, os envolvidosresponderão pelos crimes de corrupçãopassiva e falsidade ideológica. Conformea investigação, a licitação do concursofoi direcionada a fim de a PL vencer oedital. Além disso, alguns candidatos ti-veram acesso ao gabarito antes da apli-cação das provas, que compraram porR$ 4 mil, garantindo a aprovação.A certame foi suspenso por medidaliminar. Uma ação civil pública tramitana justiça para a anulação do concurso.No final do ano passado, a Polícia Civiljá havia indiciado por corrupção passivae fraude 12 pessoas ligadas à seleção,realizada em 10 de julho. Entre elas oprefeito, o vice, os sócios da PL Partici-pações e alguns candidatos que compra-ram o gabarito.Após o ocorrido, os proprietáriosabriram uma nova empresa, a InovaConcursos, que venceu a licitação paraum concurso reaplicado, na Prefeitura deFormigueiro, no Centro do Estado, de-pois que o anterior, organizado pelo Ins- tituto de Desenvolvimento em RecursosHumanos (IDRH), foi suspenso, tambémpor suspeita de fraude.Nessa segunda-feira, o Tribunal deJustiça manteve a decisão liminar quesuspendeu a homologação do concursode Formigueiro, assim como da seleçãoem Itati, no litoral Norte, proibindo as no-meações de aprovados nesses locais. Apolícia já indiciou 38 pessoas em Itati porestelionato, formação de quadrilha, coa-ção no curso do processo e fraude emlicitação.No município, também foram deman-dados em ação civil pública o prefeito dacidade, Luiz Carlos Chaves; o ex-secre- tário de Administração, Oziel Witt – quepermanece preso desde fevereiro por so-licitação do MP; o secretário da Saúde,Deroci Osório Fernandes Martins; o ser-vidor Joel Sösner, os sócios da empresaEnergia Essencial, Carlos Gilberto Souzados Santos e Rodrigo Melo Ferreira, alémde 26 aprovados na seleção, entre elesvários ligados aos agentes públicos.O MP também abriu procedimentospara apurar supostas fraudes nos con-curso de Miraguaí e de São José dasMissões, onde a seleção foi suspensaaté outubro por recomendação do órgão.(Rádio Guaíba)
Prefeito e vice de Coronel Bicaco sãodenunciados por fraude em concurso
O Ministério Público apura denuncias de concurso público elicitações na área da saúde na Prefeitura de Miraguaí.Com cerca de 10 viaturas, dois promotores de justiça, po-liciais civis e militares, chegaram por volta das 11h na cidade,nesta segunda-feira, 18. A equipe se dividiu entre a Prefeitura ea Secretaria Municipal de Saúde, tendo sido os estabelecimen- tos públicos interditados para busca e apreensão de documen- tos relacionados a concurso público e licitações de compras demedicamentos na área da saúde.O assessor jurídico da prefeitura advogado Rolemberg Bel-chior dos Santos, o Bega, disse que já tinha conhecimento dadenúncia, segundo ele, relacionada ao último concurso públicoe a licitações na Secretaria de Saúde. (Planeta FM)
MP investiga fraudes em concurso público em Miraguaí 
l    a  e  t   a F  
O Ministério Público de Tenente Por- tela vai investigar o concurso públicorealizado pela prefeitura do município.A decisão foi tomada após os flagran- tes mostrados na RBS TV, envolvendosócio da empresa Inova negociandovagas.O promotor de justiça de TenentePortela deverá encaminhar para a pre-feitura uma solicitação dos documentossobre o processo seletivo realizado nomês de março.No flagrante, o sócio da empresafala como faz para aprovar candidatosescolhidos por prefeituras e câmara devereadores de forma fraudulenta.Em Tenente Portela, o que chamouatenção é que a mulher do prefeito foiaprovada em primeiro lugar para o car-go de administrador escolar.O prefeito emitiu uma nota dizendoque está tranquilo quanto ao concursorealizado no município. Afirma que alicitação foi realizada por pregão pre-sencial. E sobre a mulher dele, o chefedo executivo garante que ela passou por mérito pessoal. (Portela Online)
MP investigará concurso que aprovou mulher do prefeito de Tenente Portela
O envio de projetos paraimplantação de hortas, cozi-nhas e padarias comunitáriaspode ser feito até o dia 29 dejunho. Conforme o edital nº03/2012, publicado no DiárioOficial do Estado desta se-gunda-feira (18), municípiose entidades sem fins lucrati-vos interessados em desen-volver projetos na área têmaté o dia 29 de junho pararealizar a entrega das pro-postas à Secretaria do Tra-balho e do DesenvolvimentoSocial (STDS). Os projetossão vinculados ao ProgramaEstadual de Gestão da Polí- tica de Segurança AlimentarNutricional Sustentável.A STDS irá priorizar aque-las propostas que visamações de inclusão produtivacujas iniciativas asseguremmeios, capacidade produtivae de gestão para melhoriadas condições de subsistên-cia, padrão da qualidade devida e da organização socialdas comunidades carentes."Além destes fatores, outroponto importante será o de-senvolvimento da promoçãoda segurança alimentar enutricional sustentável destepúblico que será beneficia-do, uma vez que teremos 23cozinhas comunitárias, setehortas e 13 padarias em di-ferentes regiões do Estado",ressalta o titular da STDS,Luís Augusto Lara.O novo cronograma deatividades, também publica-do no Diário Oficial do Esta-do desta segunda-feira (18),no edital nº 02/2012, prevê:- análise e seleção dos Pro-jetos Técnicos, pela Comis-são de Avaliação de Projetos(CAP/STDS), entre os dias 02de julho e 13 de julho; - divul-gação dos projetos aprova-dos no dia 16 de julho; - datalimite para entrega do Planode Trabalho devidamenteadequado e da documen- tação para formalização deconvênios no dia 27 de julho.(Governo do Estado)
Projeto de hortas, cozinhas e padarias comunitáriaspodem ser enviados até o dia 29

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->