Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
2Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
REVOLUÇÃO FRANCESA

REVOLUÇÃO FRANCESA

Ratings: (0)|Views: 26|Likes:
Published by Anderson Sarayva

More info:

Published by: Anderson Sarayva on Jun 23, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/16/2013

pdf

text

original

 
REVOLUÇÃO FRANCESA
A queda da Bastilha é um dos maiores símbolos da Revolução Francesa.
  No desenvolver do século XVIII existem dois importantes fatos históricos que marcaramesse período. De um lado temos a ascensão dos ideais iluministas, que pregavam aliberdade econômica e o fim das amarras políticas estabelecidas pelo poder monárquico.Além disso, esse mesmo século assistiu uma nova etapa da economia mundial com aascensão do capitalismo industrial. Nesse contexto, a França conviveu com uma interessante contradição. Ao mesmo tempoem que abrigou importantes personagens do pensamento iluminista, contava com umestado monárquico centralizado e ainda marcado por diversos costumes atrelados adiversas tradições feudais. A sociedade francesa estava dividia em classes sociais distintas pela condição econômica e os privilégios usufruídos junto ao Estado.De um lado, tínhamos a nobreza e o alto clero usufruindo da posse das terras e a isençãodos impostos. Além disso, devemos salientar a família real que desfrutava de privilégios evivia à custa dos impostos recolhidos pelo governo. No meio urbano, havia uma classe burguesa desprovida de qualquer auxilio governamental e submetida a uma pesada cargatributária que restringia o desenvolvimento de suas atividades comerciais.A classe proleria francesa também vivia uma situação penosa. No campo, oscamponeses eram sujeitos ao poder econômico dos senhores feudais e viviam emcondições mínimas. Muitos deles acabavam por ocupar os centros urbanos, que já seentupiam de um amplo grupo de desempregados e miseveis excldos por umaeconomia que não se alinhava às necessidades do nascente capitalismo industrial.Somados a todos estes fatores, a derrota francesa em alguns conflitos militares e as péssimas colheitas do final do século XVIII, contribuíram para que a crise econômica, e adesordem social se instalassem de vez na França. Desse modo, a década de 1780 veiocarregada de contradições, anseios e problemas de uma nação que não dava mais crédito asuas autoridades. Temos assim, os preparativos da chamada Revolução Francesa.
 
LUIS- XVI
 
Movimento social e político ocorrido na França no final do século XVIII que teve por objetivo principal derrubar o Antigo Regime e instaurar um Estado democrático querepresentasse e assegurasse os direitos de todos os cidadãos.
Introdução:
A Revolução Francesa é considerada o mais importante acontecimento da históriacontemporânea. Inspirada pelas
ideias iluministas
, a sublevação de lema
"Liberdade,Igualdade, Fraternidade"
ecoou em todo mundo, pondo abaixo regimes absolutistas eascendendo os valores burgueses. Foi
à revolução burguesa
, tendo vista a sua condiçãode destruidora da velha ordem em nome das ideias e valores burgueses e por conta da
ideologia burguesa
predominante durante praticamente todo processo revolucionário.
A França pré-revolucionária
A sociedade francesa anteriormente à revolução era uma sociedade moldada no
AntigoRegime
. Ou seja, politicamente o Estado era
Absolutista
(Absolutismo Monárquico),economicamente predominavam as práticas
mercantilistas
que sofriam com asconstantes intervenções do Estado e na área social predominavam as relações de
servidão
uma vez que a maioria da população francesa era camponesa. Em torno de 250 milhões de pessoas viviam em condições miseráveis nos campos franceses, pagando altíssimosimpostos a uma elite aristocrática que usufruía do luxo e da riqueza gerados pelo trabalhodos campesinos em propriedades latifundiárias, ou feudos, dos nobres. Nas áreas urbanasa situação não era muito diferente de quem vivia nas áreas rurais. A população urbana,composta em sua maioria por 
assalariados de baixa renda
,
desempregados
(excluídos)e
pequenos burgueses
(profissionais liberais), também arcava com pesadíssimosimpostos e com um custo de vida cada vez mais elevado. Os preços em geral dos produtossofriam reajustes constantemente e isso pesava na renda dos trabalhadores em geral – urbanos e rurais. Já as elites, compostas por um
alto clero
, uma
alta nobreza
e, claro, a
Família Real
– a realeza francesa: Luis XVI e sua esposa Maria Antonieta, filhos edemais parentes – vivam em palácios luxuosos – como o monumental Palácio deVersalhes, localizado nos arredores de Paris e que era a residência de veraneio da FamíliaReal e da elite – 
não pagavam impostos
, promoviam banquetes – às custas do dinheiro público – em suma: viviam nababescamente (do requinte, da opulência, do luxo, dasmordomias,...) face a situação de miséria e pobreza da maioria da população. Veja o quedemonstra a ilustração abaixo:
A Revolução e suas Fases

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->