Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
4Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Aula 1 - Patologia - Introdução à Nosologia Geral - Bruno Freitas Trevizo (MIXA) - 23.02.12

Aula 1 - Patologia - Introdução à Nosologia Geral - Bruno Freitas Trevizo (MIXA) - 23.02.12

Ratings: (0)|Views: 608|Likes:
Published by Bruno Trevizo

More info:

Published by: Bruno Trevizo on Jun 26, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/22/2013

pdf

text

original

 
Bruno Freitas Trevizo (MIXA)
Patologia
Alberto Consolaro
23/02/2012 Página 1
Introdução ãNosologiã Gerãl:
 
Do grego (nossos = doença).Estudo das características das doenças e sua classificação.Prova teórica vale 8 pontos na média.Relatórios valem 2 pontos na média.Classificar doenças = Nosologia (quase sinônimo de patologia).Patologia = estudo do sofrimento.
 
Alterações das estruturas: macroscopia e microscopia.
 
Alterações das funções: fisiopatologia.
 
Causas: etiologia.
 
Mecanismos de atuação das causas: patogenia.
 
Mecanismos de reação do organismo: patogenia.Giovanni Baptista Morgagni 1761:Sobre a sede e as causas das doenças investigadas pela anatomia.Anatomia patológica ou anatomopatologia.Necropsia (autópsia).Laboratório de anatomia patológica.Rudolph Virchow (1821-1902)Toda célula advém exclusivamente de outra célula.Patologia Celular:Remoção cirúrgica de fragmentos do tecido doente em organismo vivo para análise demicroscopia óptica (Patologia cirúrgica).Cellula advém de cella = sala pequena, cela.Roberto Hooke, 1667
 –
Cortes finos de cortiçaDutrochet, 1824 e Schwann, 1839: Célula unidade de matéria mãe.
 
Bruno Freitas Trevizo (MIXA)
Patologia
Alberto Consolaro
23/02/2012 Página 2
Biópsia (bio = vida, psis = exame) = histopatologia (microscópio eletrônico).Biópsia = conjunto de procedimentos cirúrgicos a serem analisados no microscópio eletrônico,de um tecido vivo.Patologia Celular
 –
célula.Patologia subcelular
 –
organelas.Patologia biomolecular
 –
alterações das organelas.Laboratório de anatomia patológica:ImunocitoquímicaPCR-RTImunofluorescênciaIdentificação de microrganismosSequenciamento genéticoHibridização in situ (FISH)Avaliação de mutações gênicasVivos = histopatologia.Mortos = anatomopatologia.Serviços a prestar:
 
Histopatologia ou patologia cirúrgica.
 
Citopatologia.
 
Necropsia.Laboratório de Patologia Clínica:
 
Sangue, urina e outras secreções.
 
Exames microbiológicos.
 
Dosagens hormonais.
 
Análise bioquímica.
 
Bruno Freitas Trevizo (MIXA)
Patologia
Alberto Consolaro
23/02/2012 Página 3
Anatopatologia e histopatologia = especialidade.Anamnese (ana = 2x; mnsesis = lembrar).Diagnóstico (Dia = através; gnósis = reconhecer).Prognóstico (Pro = antes; gnosis = reconhecer)
= “advinha o que vai acontecer”
.Hipócrates:Anamnese
 –
Exame físico
 –
Hipóteses de diagnóstico
 –
exames complementares
 –
Laudos eresultados
 –
diagnóstico clínico final
 –
escolha do tratamento
 –
prognóstico
 –
controle ouproservação
 –
alta.Estudar os mecanismos biopatológicos: para explicar a etiologia, a patogenia, os aspectosclínicos e microscópicos das doenças e assim facilitar o estabelecimento de diagnósticosprecisos e seguros, seguindo-se a aplicação de terapêutica eficaz.Entidade clinicopatológica: um quadro clínico que se repete de forma semelhante nospacientes e que coerentemente apresenta um conjunto de causas, sintomas, sinais e evoluçãocomuns. Poderia ser uma definição de doença.1.
 
Doença e saúde: um explica o outro.2.
 
Moléstia: é um conjunto de alterações funcionais e morfológicas com caráter evolutivofrente a uma determinada causa (para ser moléstia, tem que ser doença com caráterevolutivo).3.
 
Enfermidade = alteração temporária ou definitiva de determinada função (infirmitas =sem forças. Ex: cegueira, surdez, miopia...).4.
 
Afecção = alteração permanente do órgão como consequência de uma moléstia. Ex:fibrosamento, esclerose...5.
 
Lesão = qualquer alteração temporária ou permanente de estrutura anatômica. Ex:acne, cárie dentária, fratura óssea, carcinoma, cicatriz.6.
 
Epônimo = identificação de uma doença com o nome de alguém. Ex: Doença deChagas, Mal de Hansen, Tu de Pindborg, Cisto de Gorlin.7.
 
Sinal patognomônico = sinal padrão ou estigma de determinada doença. Ex: Manchasde Koplick, Sinal de Bell...

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->