Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
4Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Guerra árabe israelense

Guerra árabe israelense

Ratings: (0)|Views: 332|Likes:
Published by Rubem Guerra

More info:

Published by: Rubem Guerra on Jun 28, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOCX, TXT or read online from Scribd
See More
See less

11/05/2012

pdf

text

original

 
Revolta árabe de 1936
-
1939
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.Ir para: navegação, pesquisa 
 
Revolta árabe de 1936-1939
 
Abd al-Qadir al-Husayni (centro) com auxiliares, em1936. 
Data
Local
Resultado
A revolta foi totalmentereprimida.
 
Combatentes
Forças
25.000 a 50.000soldados britânicos20.000 policiais judeus1.000 a 3.000 (1936-1937)2.500 a 7.500 (1938)Mais um adicional de6.000 a 15.000 emtempo parcialA
Revolta Árabe de 1936-1939
ou
Grande Revolta Árabe
 A revolta teve duas fases distintas.
 A primeira foi dirigida principalmente pela Alta Comissão Árabe,urbana e elitista, e se concentrou principalmente em torno de greves eoutras formas de protesto político.
 Em outubro de 1936,esta fase havia sido derrotada pela administração civil britânica, mediante uma combinação de concessões políticas,
 
diplomacia internacional (envolvendo os governantes do Iraque, Arábia Saudita,  Transjordânia e Iémen)
 e a ameaça da lei marcial.
 A segunda fase, que começou nofinal de 1937,foi um movimento de resistência violento, liderado por camponeses que cada vez mais tinham como alvo as forças britânicas.
 Durante esta fase, a rebelião foibrutalmente reprimida pelo Exército Britânico e a Força de Polícia Palestina usando medidas repressivas que eram destinadas a intimidar a população árabe e minar o apoiopopular à revolta.
 De acordo com números oficiais britânicos que cobrem toda a revolta, o exército e apolícia mataram mais de 2.000 árabes em combate, 108 foram enforcados,
 e 961morreram por causa de "gangues e atividades terroristas".
 Em uma análise dasestatísticas britânicas, Walid Khalidi estimou 19.792 baixas para os árabes, com 5.032 mortos: 3.832 mortos pelos britânicos e 1.200 mortos por causa do "terrorismo", e14.760 feridos.
 Mais de dez por cento da população adulta masculina árabe palestina  entre 20 e 60 anos foi morta, ferida, presa ou exilada.
 As estimativas do número de judeus palestinos mortos variam de 91
 a "várias centenas".
 Embora a
 Revolta árabe de 1936-1939 na Palestina
não tivesse sido bem sucedida, suasconseqüências afetaram o resultado da Guerra árabe-israelense de 1948.
Referências
1.
 
 Morris, 1999, p. 136.2.
 
 
e
 Norris, 2008, pp.25.45.3.
 
 
 Hughes, M. (2009) The banality of brutality: British armed forces and therepression of the Arab Revolt in Palestine, 1936
 – 
39,
 English Historical Review
 Vol. CXXIV No. 507, 314
 – 
354.4.
 
 Levenberg, 1993, pp. 74
 – 
76.5.
 
 Khalidi, 2002, p. 21; p. 35.6.
 
 Patai, 1971, p.59.7.
 
 Morris, 1999, p. 160.8.
 
 Morris, 1999, p.159.
Ligações externas
 
 
. The 1936Revolt p.105. Cambridge University Press, 2006.
 
 – 
 
Revolta árabe de
 
1936-1939
 
 – 
 – 
 
 – 
 – 
 – 
 
 
Conflitos no Iraque 
 
Conflitos no Afeganistão 
 
 Este artigo sobre
 é um esboço.Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
 
Guerra árabe
-
israelense de 1948
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.Ir para: navegação, pesquisa  A
guerra árabe-israelense de 1948
, geralmente conhecida pelos israelenses como
Guerra da Independência
:) ou
Guerra da Liberação
 

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->