Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Carta de Joinville - ANPEI

Carta de Joinville - ANPEI

Ratings: (0)|Views: 14 |Likes:
Published by Ipdmaq Abimaq
Documento elaborado a partir da XII Conferência da ANPEI, realizada em junho/2012 em Joinville / SC. O evento contou a participação do Presidente do IPDMAQ, João Alfredo Delgado.
Documento elaborado a partir da XII Conferência da ANPEI, realizada em junho/2012 em Joinville / SC. O evento contou a participação do Presidente do IPDMAQ, João Alfredo Delgado.

More info:

Categories:Types, Speeches
Published by: Ipdmaq Abimaq on Jun 29, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/29/2012

pdf

text

original

 
 
CARTA DE JOINVILLEXII Conferência ANPEI de Inovação Tecnológica
A ANPEI realizou sua XII Conferência entre os dias 11 e 13 de junho de 2012, em Joinville, Santa Catarina,com quase 1.900 participantes. O tema geral da Conferência, “Inovar Agora: Competição Global eSobrevivência Local”, foi discutido pelos principais atores da inovação no Brasil: empresas, entidadesempresariais, instituições de ciência e tecnologia, agências do fomento e órgãos do governo relacionadoscom a área de ciência, tecnologia e inovação.A inserção plena do País na economia globalizada estabeleceu as condições para o aumento dasexportações, mas também abriu novas portas para importações. Essa situação acabou por ressaltar odespreparo de parte dos ativos produtivos brasileiros, fato demonstrado pela limitada exportação deprodutos intensivos em tecnologia e pela concorrência de produtos importados, conforme alertas debatidosdurante a Conferência. Mais do que o excedente de produção não absorvido pelos mercados dos paísesdesenvolvidos e em desenvolvimento devido a uma conjuntura adversa, foram sinalizados cenários deprofundas transformações no mundo atual em suas estruturas sociais, econômicas e políticas.Nesse contexto de mudanças estruturais, verifica-se uma redução do ritmo de crescimento que não seprenuncia passageira, como vimos, mas resulta da transição para uma nova realidade global, com novoscontornos de fundo. Surge, assim, um importante alerta: a competição será cada vez mais intensa no mundoe, sem inovação, agravam-se as condições de sobrevivência para a indústria local. É com esse sentido deurgência que se recomenda uma política econômica fortemente orientada para a inovação. A ANPEIacompanha com preocupação os cortes do governo federal no orçamento de C,T&I nos últimos dois anos, 22% só neste ano. A falta de um ambiente mais previsível reforça a necessidade de se continuar construindoum contexto mais favorável à inovação tecnológica, com recursos assegurados e regulares. Constata-setambém uma disponibilidade potencial de capital, em função da perspectiva de redução da taxa de juros, oque poderá favorecer investimentos de maior risco sinalizando a existência de outras formas dedisponibilidade de recursos para a inovação (capital de risco), seja de origem pública ou privada. Esse novocenário deve ser entendido e monitorado pelos gestores de inovação das empresas, qualquer que seja seuporte. Além disso, há uma clara mudança de comportamento das novas gerações, que deve ser reconhecidae trabalhada pelos profissionais da área tecnológica. Essa mudança de comportamento é fruto de umasociedade conectada cada vez mais em tempo real.Nas apresentações de casos práticos de inovação, foi notória a evolução da capacitação tecnológica daindústria nacional e o avanço na difusão da inovação junto às micro, pequenas e médias empresas. Percebe-se uma preocupação crescente com novas plataformas inovadoras, além de produtos e processos, a práticade logística reversa, uma forte preocupação com a otimização energética dos sistemas e ainternacionalização de centros de pesquisa brasileiros, tendência confirmada pelos dados recentesapresentados pela OCDE.A ANPEI reconhece a importância do estabelecimento de programas estruturantes conforme propostaapresentada pela FINEP. É preciso identificar vocações e incentivar iniciativas para garantir saltosqualitativos da inovação no Brasil. Destacam-se os projetos estruturantes em energia, incluindo o pré-sal eas energias renováveis, tecnologias sustentáveis, saúde e os projetos voltados para o aproveitamentosustentável da biodiversidade, um recurso destacado do Brasil e que pode representar uma grandeoportunidade para a inclusão social de comunidades locais, com adensamento da cadeia produtiva e usosustentável dos recursos do patrimônio genético do País. A transformação da FINEP em agência financeira éelemento essencial desse processo de maior dinamismo da agência e para garantir a estrutura necessária àoperação de recursos crescentes para C,T&I conforme expectativa dos principais atores da inovação.

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->