Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Respostas Direito Civil - Contratos

Respostas Direito Civil - Contratos

Ratings: (0)|Views: 82|Likes:

More info:

Published by: Antônio Cesar Caminha on Jun 30, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/11/2013

pdf

text

original

 
1. De que forma pode ser compatibilizada a norma disposta no art. 598 do CC e a natureza de prestações de serviços que necessitem de prazo superior a quatro anos para finalização? 
No contrato de prestação de serviço firmado entre pessoas jurídicas, aplicam-se asnormas insculpidas no Código Civil de 2002, eis que não há a caracterização da relação deemprego (em razão da inexistência de pessoa física em um dos polos). Do art. 598 da referidacarta, denota-se que na fixação do prazo de duração do contrato de prestação de serviços, olegislador, com o intuito de evitar o regime de escravidão, bem como, uma esguia execução doserviço, estipulou que a duração deste contrato não poderá ultrapassar o período de quatroanos. Ainda, sem abranger nenhuma hipótese eventual, ou dar margem para tal, elucidou que
“ 
decorridos quatro anos, dar-se- 
á por findo o contrato, ainda que não concluída a obra” 
.Isto posto, verifica-se a impossibilidade da compatibilização da regra que dispõe o artigo
598 do CC, eis que traz um “rol”
numerus clausus 
, não abrangendo nenhuma situação quepossa desvirtuar de seu texto normativo.Todavia, se a prestação do serviço necessitar de um prazo maior do que 4 (quatro) anos,deve-se celebrar o contrato por um ano, com renovação automática, quantas vezes foremnecessárias, para que se afaste a aplicabilidade do art. 598 do CC.Nesse sentido, é da jurisprudência:
 
Condomínio. Administração. Prestação de serviço. Contrato celebrado por prazo certo de 12 meses, permitida a renovação automática. Inincidência do art. 598 do CC. Cláusula de resilição unilateral por qualquer das partes,mediante aviso escrito com antecedência de 60 dias. Direito à percepção,pela locadora, de retribuição. Art. 603. do CC. Em caso de contrato celebrado por um ano, com renovação automática, não se aplica a regra do art. 598 do CC, ainda que os períodos de prorrogação somem-se prazo superior a 4 anos. A resilição unilateral do contrato, pelo locatário, com inobservância do prazo do aviso prévio e sem justo motivo, gera o direito de a locatária perceber a retribuição por. metade a que lhe tocaria de então ao termo legal do pacto. Recurso provido em parte.598CC603CC598CC 
(41108 RJ2005.001.41108, Relator: DES. NAMETALA MACHADO JORGE, Data deJulgamento: 28/12/2005, DECIMA TERCEIRA CAMARA CIVEL, Data dePublicação: 31/01/2006).
Outrossim, o advogado José Carlos Fontes em seus artigo
“Contrato de Prestação de
Serviços no 
Código Civil” 
, sugere que o contrato de prestação de serviço seja pactuado portempo indeterminado, que
“ 
poderá durar indefinidamente, considerando que qualquer dos contratantes poderá rescindir o contrato a qualquer tempo, não estando assim atrelado aos 
eferidos quatro anos”.
 
2. Qual é a consequência jurídica a ser efetivada em relação a um contrato de prestação de serviços que prevê prazo de duração superior a quatro anos? 
Conforme dispõe o artigo 598,
in 
 
fine 
, do Código Civil de 2002,
“ 
decorridos quatro anos,dar-se- 
á por findo o contrato, ainda que não concluída a obra” 
. Todavia, a cláusula contratualque estipula prazo superior ao enunciado no artigo supramencionado, não torna nulo o negócio jurídico, podendo o juiz, reduzir o prazo pactuado.
3. Referências: 

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->